Logotipo R10
Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor

Celebramos o DOMINGO DE RAMOS.

·  Jesus passou pelos caminhos da Palestina "fazendo o bem" e anunciando um mundo novo de vida, de liberdade, de paz e de amor para todos.

·  Ensinou que Deus era amor e que não excluía ninguém, nem os pecadores.

·  Ensinou que os leprosos, os paralíticos, os cegos,
não deviam ser marginalizados, pois não eram amaldiçoados por Deus.

·  Ensinou que eram os pobres e os excluídos os preferidos de Deus e
aqueles que tinham um coração mais disponível para acolher o "Reino";

·  E avisou que o egoísmo, o orgulho, a auto-suficiência, o fechamento só podiam conduzir à morte.

·  Esse projeto libertador de Jesus entrou em choque com a atmosfera de egoísmo e de opressão que dominava o mundo.

·  Por isso, prenderam e condenaram Jesus, pregando-o numa cruz.

·  A morte de Jesus é a conseqüência do anúncio do "Reino",
que provocou tensões e resistências entre os que dominavam o povo.

·  A morte de Jesus é o ponto mais alto de sua vida;
é a afirmação mais radical de tudo aquilo que pregou: o dom total.

·  Os Ramos verdes, que hoje carregamos, recordam
a saudação de acolhida do Povo a Jesus, ao entrar em Jerusalém.

·  Nós também queremos saudar a vida que ele trouxe e
a misericórdia que encontramos em seu bondoso coração.