Logotipo R10
8 coisas que você pode estar fazendo errado na hora do banho

Há muitas coisas que aprendemos a fazer tão cedo, logo nos primeiros anos de vida, que nos acostumamos e mal sabemos que estamos fazendo de maneira errada.

Nesse sentido, o site Reader’s Digest publicou uma lista bem interessante mostrando 8 hábitos que temos, que podem estar equivocados, ao fazer uma das tarefas diárias de nossas vidas: tomar banho.

O artigo apresenta o ponto de vista de dermatologistas sobre oito possíveis erros que talvez a maioria de nós nem saiba que está cometendo na hora de lavar o corpo. Confira os itens abaixo e aprenda o jeito mais indicado para se ter um banho mais eficiente e saudável:

1. Esfregar o couro cabeludo com as unhas

O jeito mais indicado para esfregar os cabelos é usando os dedos para fazer espuma. Até aí, tudo bem, mas se você utiliza as unhas para friccionar o couro cabeludo, você está fazendo de uma forma errada. Isso, em vez de causar a sensação frescor e relaxamento, pode arranhar e descamar a região, conforme explicou a dermatologista Sandy Johnson, da Clínica de Dermatologia Johnson, em Fort Smith, no Arkansas, EUA.

Procure também evitar esfregação agressiva dos cabelos entre os dedos. Segundo a Dra. Sandy, isso pode causar danos aos fios e deixar as extremidades rachadas

2. Usar sabonete sem hidratante

Procure sempre utilizar os produtos que contêm a identificação de hidratantes ou que possuam ácido esteárico na composição. É isso que recomenda a Dra. Mona Gohara, dermatologista da Clínica Advanced Dermcare, em Connecticut, EUA. Segundo ela, os produtos que não contêm ingredientes hidratantes, como a maioria dos sabonetes desodorizantes antibacterianos, podem deixar a sua pele muito ressecada.

3. Banhos longos e muito quentes

Quem não gosta de chegar em casa e tomar um bom banho quente, principalmente no inverno? Apesar de muito atrativo, o ideal é que a temperatura da água não seja tão alta, conforme explica a Dra. Gohara. Banhos muito quentes e prolongados podem acabar com os óleos e lipídios naturais da pele, responsáveis pela retenção de água que a mantém úmida.

4. Não usar condicionador no couro cabeludo

Se você procura sempre condicionar os cabelos, é importante se certificar de que está fazendo da maneira correta e, segundo a Dra. Johnson, o certo é fazer isso por toda a extensão dos cabelos, da raiz às pontas. A maioria das pessoas costuma concentrar o condicionador apenas nos fios, e isso acaba evitando que a pele do couro cabeludo seja hidratada, o que previne contra coceira e caspa.

5. Usar esponjas de maneira agressiva

As esponjas são ásperas e, se utilizadas com muita força, podem acabar com a barreira de proteção natural da pele. Segundo a Dra. Johnson, as nossas mãos já são suficientes para esfregar o corpo, mas as pessoas que preferem usar algum utensílio para o banho devem fazê-lo junto com outro reserva. Eles devem ser alternados para realizar a limpeza e evitar o acúmulo de bactérias. A Dra. Gohara recomenda a utilização de panos de algodão, como aqueles de bebês, esfregando suavemente pela pele.

6. Usar aparelhos de depilação com muitas lâminas

Uma lâmina por si só já corta os pelos e, com eles, também parte da sua pele. Agora imagine aparelhos com quatro, cinco ou mais. Então, por isso, a Dra. Gohara afirma que aparelhos com uma ou duas lâminas são ideais para minimizar os traumas dessa forma de depilação. Ela também ressalta que outro ponto a ser cuidado é a técnica utilizada.

De acordo com a médica, o correto é mover o aparelho para baixo e para fora do corpo. Depilar no outro sentido pode facilitar a ocorrência de cortes, inflamação dos folículos e irritação. Utilizar cremes e espumas especiais ou sabonete como lubrificante também são recomendados para uma depilação segura.

7. Não enxaguar direito o corpo e o cabelo

A Dra. Johnson explica que todo o sabonete e o shampoo utilizados devem ser retirados do corpo. Caso contrário, as regiões podem apresentar irritação e obstrução dos poros, o que pode ocasionar acne. Portanto, é muito importante garantir que todas as regiões que receberam esses itens sejam bem enxaguadas. Outra dica interessante é afastar a cabeça do tronco na hora em que for retirar os produtos passados no cabelo. Isso faz a espuma e o excesso irem direto pela água corrente e não pelo corpo, prevenindo contra a formação de espinhas nas costas

8. Esperar para passar loção

As loções pós-banho penetram melhor na pele quando ela está um pouco úmida. Assim, o ideal é que se aguarde alguns minutos, mas que esses produtos sejam aplicados ainda no ambiente quente e úmido do banheiro, após se secar levemente com a toalha, conforme recomenda a Dra. Gohara.

Fonte: Com informações do Megacurioso

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez