Logotipo R10
Saiba o que causa o chulé e como se livrar desse ‘cheirinho’

O ser humano é quase totalmente coberto por glândulas sudoríparas, que controlam a temperatura do corpo e eliminam algumas substâncias. A maior parte delas são “écrinas”, ou seja, eliminam o suor contendo apenas água e sais minerias.

Entretanto, algumas regiões possuem glândulas sudoríparas “apócrinas”, que normalmente se desenvolvem na puberdade e são responsáveis pelo cheirinho ruim que produzimos. Elas se concentram em lugares como as axilas, a sola dos pés e a virilha. Além de água e sais minerais, elas também liberam gordura, que junto com as bactérias produzem o cheiro ruim.

A sola do pé tem muitas bactérias e pele morta. Se nós não lavarmos os pés corretamente, criamos “ninhos” ótimos para os germes sobreviverem. Junto com o suor, eles produzem o tal fedor que tanto nos envergonha. Para evitar a proliferação das bactérias e o chulé confira alguns conselhos:

Lavar corretamente os pés, de preferência com sabonetes antibacterianos;

Usar pedra-pomes ou outro tipo de esfoliante para retirar a pele morta de seus pés;

Caso produza muito suor, você pode passar antitranspirante na sola dos pés, para ajudar com que eles suem menos;

É ideal usar meias que ajudem a sua pele a respirar melhor, com tecidos como o cotton;

Guardar seus sapatos em lugares arejados e longe da umidade, para evitar que se acumulem bactérias.

Entretanto, caso você sinta que nada disso está resolvendo, você deve procurar um dermatologista que pode te indicar um tratamento mais adequado. O chulé também pode ser agravado pelo hipertireoidismo, pela diabetes e pela obesidade. Ou seja, se você sempre teve esse probleminha, não custa nada marcar uma consulta.

Fonte: Com informações do Megacurioso

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

O que é bom para azia ?

20 de abril de 2017 10:38h Categoria: Curiosidades Comentários ()
O que é bom para azia ?

Você já passou pelo desconforto da azia? Saiba que esta é uma sensação que atinge grande parcela da população mundial, caracterizada por uma queimação que começa atrás do esterno, osso que fica na parte anterior do tórax. Normalmente, a azia se manifesta de forma contínua, se espalhando pelo peito e pela garganta.

O que causa Azia ?


A azia pode acontecer com frequência em algumas pessoas, o que provoca prejuízos para a rotina e a produtividade. Essa sensação de queimação pode ocorrer por várias razões, e inclusive pode indicar alguma condição de saúde mais grave. Por isso, é extremamente importante e recomendável que a pessoa que sofre de azia constante procure um médico.

A queimação no estômago atinge cerca de 20 milhões de brasileiros, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. A causa mais comum desse problema é a alimentação irregular.

A condição se torna ainda mais grave porque grande parte das pessoas que sofrem de azia não busca ajuda médica e opta pela automedicação ou pelas soluções caseiras, que nem sempre resolvem a queimação.

A azia é causada por um refluxo de ácido gástrico. Esse é o ácido que atua diretamente na digestão dos alimentos no organismo. Quando algo sai do controle no processo de digestão, esse ácido volta para o caminho que segue até a boca.

Normalmente, essa ocorrência está relacionada ao mau funcionamento do esfíncter, uma válvula que se abre para que o alimento chegue até o estômago. O ácido do refluxo começa, então, a irritar o esôfago, causando a famosa azia.

Remédios caseiros e farmacêuticos 


Existem vários remédios caseiros e farmacêuticos para a azia. Entre as soluções domésticas, as pessoas costumam optar porcomer biscoitos cream cracker, chupar um limão puro, ingerir um pedaço de batata crua, tomar uma solução de bicarbonato de sódio e água ou consumir chás de hortelã e erva-cidreira. Todas essas receitas caseiras ajudam a neutralizar a acidez do estômago.

Na farmácia, os principais medicamentos para azia sãoa Cimetidina, o Esomeprazol, o Nexium, o Omeprazol e o Estomazil. Vale ressaltar que a automedicação nunca deve ser a primeira opção. Procure um médico!

Tratamentos para a Azia

O tratamento para a azia inclui medicamentos, mudança na dieta e no consumo de alguns alimentos e cuidados diários. É importante evitar comer muito rápido, pois os alimentos precisam ser bem mastigados. Além disso, é preciso controlar frituras, alimentos gordurosos, embutidos, frutas muito ácidas e alimentos condimentados.

Quem tem crises de azia também não deve ficar muitas horas em jejum, pois isso provoca o acúmulo do ácido gástrico.

Estresse causa Azia ?

Condições como ansiedade e estresse podem causar azia, já que interferem nos hormônios do organismo e alteram a secreção do suco gástrico.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Você tem Xenofobia ?

20 de abril de 2017 10:32h Categoria: Curiosidades Comentários ()
Você tem Xenofobia ?

Você acha que tem Xenofobia? Conhece ou já ouviu falar neste conceito? Uma pessoa com xenofobia sofre de um medo e uma aversão a novos grupos sociais. Essa fobia corresponde, no sentido social, a um tipo de preconceito.

Entende-se como xenofobia toda condição na qual um indivíduo discrimina, exclui, humilha ou se afasta de grupos raciais diferentes do seu, de minorias e culturas marginalizadas. É um dos preconceitos mais presentes em nossa sociedade, principalmente em países desenvolvidos.

A xenofobia, muitas vezes, se manifesta a partir da ideia de que uma população ou grupo racial é superior aos demais. A pessoa que tem xenofobia se afasta de tudo o que está relacionado a raças, culturas e costumes diferentes.

A manifestação da Xenofobia 


A xenofobia está sempre baseada em generalizações e visões deturpadas. Normalmente, a pessoa que tem xenofobia nem tenta conhecer ou se aproximar de um determinado grupo social ou racial, por conta de um preconceito.

A aversão por outras culturas e raças acontece por total falta de informação. Essa discriminação ocorre frequentemente com negros, muçulmanos, asiáticos, latinos, entre outros grupos.

Xenofobia contra imigrantes


A crise da imigração na Europa deixou muito clara a existência de xenofobia na sociedade europeia. Os xenófobos são contra a ajuda e ao asilo político para imigrantes sírios e de outros países que estão sendo devastados por guerras. Isso acontece também nos Estados Unidos.

Os países desenvolvidos não aceitam a chegada dos imigrantes por acreditarem que essa onda de refugiados pode ocasionar o aumento de problemas sociais, criminalidade e desemprego.

Atualmente, a xenofobia está presente até mesmo na política. Vários países possuem partidos xenófobos, que trabalham exclusivamente para impedir a entrada de imigrantes em seus territórios. Esse preconceito de origem tem colocado muitas pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Mais informações sobre a Xenofobia 

A palavra xenofobia vem do grego e significa medo ao que é estranho. Essa condição assume uma aversão profunda a estrangeiros, pois está baseada em julgamentos e preconceitos.

Quem tem xenofobia sempre apresenta uma certa desconfiança em relação a pessoas desconhecidas. No âmbito social, as pessoas xenófobas têm medo de perder sua identidade nacional por causa da chegada de grupos raciais diferentes. Este é o mesmo conceito que foi utilizado por Hitler durante o nazismo, na Alemanha, onde o objetivo era ter uma raça supostamente pura.

A xenofobia também afeta culturas, subculturas, crenças, orientações e características físicas diferentes e desconhecidas. A xenofobia gera o ódio, que pode gerar guerras. Por isso, se você se considera uma pessoa xenófoba, tente rever seus conceitos e abrir sua mente para um mundo de igualdade racial.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Você sabe o que é Acrofobia ?

19 de abril de 2017 10:24h Categoria: Curiosidades Comentários ()
Você sabe o que é Acrofobia ?

A Acrofobia é um tipo de medo paralisante e irracional, manifestado em indivíduos que não suportam a altura. Essas pessoas entram em pânico ao se verem em situações ou ambientes com altura elevada, como elevadores, prédios, morros, aviões, entre outros.

Sendo assim, podemos dizer que a acrofobia é o medo de estar em lugares altos, independentemente do ambiente. Os pacientes que sofrem dessa fobia precisam ser acompanhados por um tratamento psicológico e multidisciplinar, uma vez que o medo pode trazer prejuízos para a vida social e profissional.


Como a Acrofobia se manifesta ?

Vale ressaltar que este tipo de medo se manifesta em qualquer lugar alto, mesmo que não exista nenhum risco. Os principais sintomas que se manifestam são:pânico, batimentos cardíacos acelerados, tensão e músculos contraídos.

As pessoas que desenvolvem esta fobia têm dificuldades até mesmo para subir e descer escadas convencionais e escadas rolantes. Para os indivíduos que vivem em prédios, essa fobia é ainda mais angustiante, já que o paciente tem de conviver diariamente com os sintomas do medo paralisante.

A acrofobia deixa as pessoas agitadas e nervosas em ambientes altos. Esse medo pode ser desencadeado por traumas, acidentes ou outras situações. A fobia traz uma sensação de pânico que foge ao controle e limita as possibilidades do paciente.


Acrofobia x Aerofobia

Segundo os profissionais de saúde, não existe, no entanto, uma relação entre a acrofobia e a aerofobia, que é o medo de voar; já que a acrofobia é resultado de um estímulo visual, ou seja, a pessoa visualiza que está em uma altura elevada, o que não ocorre quando ela está dentro do ambiente fechado da aeronave, desde que sentada longe da janela.


Tratamento para a Acrofobia 

Todo tipo de fobia precisa de tratamento. Se você sofre dessa condição, procure a ajuda de um psicólogo ou psiquiatra. A terapia é a melhor solução para uma fobia que causa problemas e angústias diárias a uma pessoa.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Você tem Oniomania ?

19 de abril de 2017 10:19h Categoria: Curiosidades Comentários ()
Você tem Oniomania ?

A Oniomania é um transtorno compulsivo. O problema pode atingir homens e mulheres, em todas as classes sociais. Trata-se de uma compulsão por compras.

Considerada uma doença, a oniomania precisa ser tratada com o acompanhamento especializado de um psiquiatra ou psicólogo. A palavra Oniomania vem do grego onios, que significa à venda, e mania, que quer dizer insanidade. Esta é a nomenclatura para uma doença com grande ocorrência nos dias de hoje: a compulsão por compras.

Também conhecida como síndrome do comprar compulsivo, a doença começou a ser estudada em 1915, por Kraepelin, e em 1924, por Bleuler.

Como a Oniomania se Manifesta ?

A oniomania vem sendo discutida em estudos sobre saúde mental há mais de 100 anos. Segundo os pesquisadores, as facilidades para comprar, tão presentes na sociedade moderna, agravaram o problema.

Hoje, as pessoas que sofrem desse transtorno compram de forma descontrolada por meio da internet, dos catálogos de produtos, das vendas realizadas por canais de televisão e telefone, entre outros meios.

Os estudos mostram que a doença atinge mais as mulheres. O problema se manifesta por meio de uma necessidade incontrolável de comprar coisas. Muitas vezes, essas compras são completamente desnecessárias na vida do comprador, sendo realizadas apenas por causa da compulsão.

É preciso ficar atento aos padrões de consumo para identificar o transtorno. A doença pode trazer sérios prejuízos financeiros, além de gerar sentimento de culpa, ansiedade e depressão.

Tratamento de Oniomania 

A oniomania pode ser tratada com terapia, individual e em grupo. Alguns médicos também optam por receitar medicamentos contra ansiedade e calmantes para os pacientes com o transtorno. O caso de cada pessoa deve ser analisado individualmente.

A oniomania se enquadra no campo dos transtornos mentais e de personalidade. O perfil das pessoas que têm essa doença inclui personalidade forte e imediatista, bom nível cultural, inteligência e perfeccionismo. Segundo os psiquiatras, apesar de terem um nível de inteligência maior do que a média da população, os portadores de oniomania não utilizam essa característica na vida.

A compulsão domina estas pessoas e, por isso, o impulso de comprar sempre fala mais alto. É como uma fixação ou um vício incontrolável.

Os prejuízos causados aos compulsivos são muitos. Em geral, eles contraem dívidas altíssimas em cartões de crédito e bancos, o que compromete a renda, os relacionamentos e a vida familiar.

Algumas pessoas, quando são privadas dos recursos para as compras, podem chegar a roubar. Mesmo assim, a oniomania não pode ser considerada um desvio de caráter. Ela é uma doença séria e com consequências graves e, por isso, precisa ser tratada o quanto antes.

As pessoas que sofrem desse transtorno também podem desenvolver outras compulsões, como a necessidade de comer muito, trabalhar muito ou fazer muito exercício físico. Tudo na vida dessas pessoas acontece de maneira exagerada.

Durante o tratamento, é comum que os pacientes sofram crises de abstinência, semelhante às que acontecem com usuários de drogas e bebidas. Se você tem estes sintomas compulsivos, procure um psiquiatra!


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Pum muito fedido é sinal de doença intestinal ?

O pum é uma resposta muito inconveniente do organismo humano àquilo que nós comemos. Todo mundo sabe que não é nada agradável estar num ambiente fechado quando alguém solta gases, mas é preciso entender que o efeito é totalmente inesperado e incontrolável.


O pum acontece por causa do processo de digestão. O cheiro ruim dos gases é causado pelo enxofre que está presente na fermentação das bactérias do intestino. Assim, o cheiro forte do pum em nada tem relação com doenças intestinais.


Na verdade, o pum é fedido por causa da dieta cotidiana de uma pessoa. O odor liberado só tem relação com o alimento que foi ingerido.


O mau cheiro vem do sulfeto de hidrogênio e do escatol. Quando soltamos puns mais barulhentos isso quer dizer que eles contêm mais metano. Já quando soltamos puns silenciosos, eles têm uma maior concentração de enxofre. Isso explica porque os funs sem barulho são sempre os mais fedidos.


Ter uma dieta rica em gorduras e alimentos industrializados favorece o aparecimento dos puns. Comer alimentos que ajudem na digestão também melhora o problema de gases.


A recomendação dos nutricionistas é ingerir muita fibra na alimentação, pois elas regulam as bactérias da flora intestinal. Por fim, para responder à questão, Pum fedido não é sinal de doença intestinal !.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Por que arrotamos ?

18 de abril de 2017 11:25h Categoria: Curiosidades Comentários ()
Por que arrotamos ?

O arroto, nome popular dado ao processo de eructação, acontece quando precisamos retirar gases do estômago através da boca. Nós arrotamos para que possa acontecer a liberação do ar que engolimos e do dióxido de carbono produzido no estômago.

O arroto é um reflexo natural do organismo e não constitui uma doença ou problema específico. Apesar de apresentar um som desagradável e um péssimo odor, esse processo é importante para eliminar o excesso de gases do corpo.

O reflexo pode acontecer quando comemos ou bebemos muito rápido ou quando dormimos de boca aberta. Ao arrotar, eliminamos a pressão no estômago. O barulho característico do arroto é resultado de um processo de amplificação do som, que acontece na garganta.

Na prática, uma pessoa normal pode liberar até um litro e meio de gases por dia através da eructação, tanto pelo arroto quanto pela flatulência (pum).


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Óleo de coco não traz benefícios à saúde e ainda pode fazer mal

Um óleo vegetal que previne doenças cardiovasculares, e neurodegenerativas, é bom para o cabelo, para a higiene e ainda ajuda a emagrecer. Se você pensou em óleo de coco, acertou, mas também errou, já que nenhum desses benefícios é real. Sociedades médicas brasileiras têm tentado desmistificar o falso milagre do momento: as funções terapêuticas do óleo de coco.

Na semana passada, a Associação Brasileira de Nutrologia (Abran) se posicionou contra a prescrição do óleo como terapia para emagrecer. Antes, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem) e a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) já haviam divulgado, em conjunto, um posicionamento contrário à utilização do óleo de coco para a perda de peso.

As duas sociedades afirmavam que não havia qualquer evidência científica ou mecanismos fisiológicos para a associação entre o tão falado óleo e o emagrecimento. OK, não afeta o peso, mas evita um monte de doenças e faz bem para a saúde, certo? Mais uma vez, não.

O posicionamento da Abran também fala sobre as outras propriedades supostamente milagrosas do óleo. De forma geral, o óleo de coco não possui ação antibacteriana -e tem muita gente que usa o óleo para higiene. Os estudos foram realizados in vitro e não são conclusivos. Portanto, o produto não deve ser indicado para este fim.

Da mesma forma, não há estudos que abordem o efeito do óleo na função cerebral ou evidência de uma ação protetora contra doenças neurodegenerativas.

"Hoje não há suporte científico para dizer que ele traz qualquer benefício", afirma Ana Lúcia dos Anjos Ferreira, pesquisadora da faculdade de medicina da Unesp de Botucatu e médica nutróloga da Abran.

"De forma muito prática, é possível dizer que ele serve para nada", diz Fábio Trujilho, presidente da Sbem.

Para Maria Edna de Melo, presidente da Abeso, o óleo de coco é só um modismo com apelo de produto natural.

"As pessoas gostam do milagre", diz Ana Lúcia. "Hoje, com o aumento da obesidade, qualquer coisa que supostamente ajude a perder peso vende muito", diz Trujilho.

E a um preço alto: um pote de 200 ml custa cerca de R$ 20.

FAZ MAL?

O problema, afirma Maria Edna, é que quando se faz uma orientação baseada em modismo não se sabe dos possíveis riscos à saúde dos pacientes. E há quem indique o óleo de coco como se fosse um medicamento, para ser tomado de colherada.

A presidente da Abeso se refere à questão das gorduras saturadas, nas quais o óleo de coco é rico e que, na literatura médica, são tradicionalmente associadas a uma maior chance de eventos cardiovasculares. Estudos feitos até o momento apontam para um aumento de colesterol (tanto o 'ruim', o LDL, quanto o 'bom', o HDL) associado ao consumo de óleo de coco.

Algumas pesquisas têm questionado a relação direta da gordura saturada com eventos cardiovasculares. Contudo, os especialistas dizem acreditar que o melhor é não incentivar o uso do óleo de coco por cautela e segurança.

Trujilho diz que ainda não é possível bater o martelo e dizer se o óleo de coco pode fazer mal ou não, mas não há dúvidas de que ele não tem propriedades terapêuticas.

Clarissa Fujiwara, pesquisadora do Hospital das Clínicas da faculdade de medicina da USP e membro da Abeso, afirma que o óleo de coco não deve substituir, por completo, outros óleos e gorduras e que não é adequado estimular o uso para indivíduos que precisam controlar os níveis de colesterol. Ela lembra ainda que as quantidades e tipos de óleos devem ser ajustados às necessidades individuais.

Para quem está na dúvida de qual óleo usar, a pesquisadora tem uma dica: um dos tipos de óleo em que há consenso em relação à saúde é o azeite de oliva, alvo de muitas pesquisas e associado à dieta mediterrânea.

Também vale o famoso "use com moderação", válido para quase qualquer item do cardápio, especialmente quando o conhecimento sobre ele ainda é incipiente.

"As verdades científicas são transitórias. Esse posicionamento da Abran pode ser mudado. Mas, por ora, é isso o que se sabe sobre o óleo de coco", diz Ana Lúcia.

Os especialistas são unânimes em um ponto: fuja de modismos e soluções mágicas.

Ouvi dizer que o óleo de coco...

...previne contra alzheimer e doenças do coração
Não há estudos sérios e conclusivos que demonstrem qualquer caráter terapêutico

...emagrece
Também não há nenhum estudo conclusivo que o ligue ao emagrecimento

...é bom para o cabelo
Sim, assim como vários tipos de óleo. Pessoas com caspa ou couro cabeludo oleoso podem ter condições pioradas

...se usado como bochecho deixa os dentes brancos
Não há evidência disso –funcionaria no máximo como um sabão. A prática pode levar à ingestão de óleo

...é bom para a pele
A substância não possui ação antibacteriana, antifúngica ou antiviral e pode agravar a acne e outras condições

Fonte: Folha de São Paulo.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

O tempo é uma ilusão ?

17 de abril de 2017 11:41h Categoria: Curiosidades Comentários ()
O tempo é uma ilusão ?

O tempo é relativo. É o que diz a teoria formulada por Einstein em 1915, que uniu outras duas teorias científicas: a Relatividade Restrita (ou especial) e a Relatividade Geral. A ideia de uma relatividade especial substitui os conceitos da Teoria de Newton, onde tempo e espaço são independentes. Segundo Einstein, a relação entre esses dois conceitos é curva, o que relativizaria a ideia de tempo.

No entanto, essa questão ainda não foi superada e continua sendo formulada e reformulada por físicos fundamentais e quânticos, cada qual com sua própria tese. Basicamente, percebemos o tempo como uma linha reta, onde atrás está o passado, à frente o futuro, e no ponto exato onde nos encontramos, o presente. Essa é uma noção linear do tempo e muitos físicos afirmam que isso se trata de uma ilusão.

Lee Smolin, físico teórico estudioso de física quântica e cosmologia, discorda desse paradigma. Para ele o tempo é algo tão real quanto os sapatos que calçamos todas as manhãs. Seus estudos pretendem unir as leis da física quântica às leis da relatividade geral.

Estamos muito longe de descobrir os mistérios do universo. Desvendar o tempo significa entender a origem do universo, o conceito de infinito e tudo mais.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Ficar grisalho cedo demais pode ser indício de doenças cardíacas

Os mais otimistas encaram como fruto da experiência. Outros, mais conformados, atribuem ao estresse cotidiano. Os primeiros cabelos brancos costumam anteceder a famosa crise de meia-idade nos homens, e são parte do processo natural de envelhecimento. No entanto, uma cobertura grisalha que chega cedo demais pode ser sinal de que a saúde não vai tão bem. É o que sugere um estudo conduzido na Universidade de Cairo, que relacionou a ocorrência de cabelos brancos a incidência de problemas cardiovasculares.

De acordo com a pesquisa, o processo biológico que torna os cabelos grisalhos é o mesmo que determina o surgimento de doenças como a aterosclerose, acúmulo de gordura e colesterol na parede das artérias, que prejudica a distribuição de sangue e oxigenação de todo o corpo. Nesse processo, estão envolvidos vários problemas em nível celular: dificuldade de reparação do DNA, inflamações, alterações hormonais, estresse oxidativo (excesso de radicais livres) ou senescência (envelhecimento involuntário de células saudáveis).

Para determinar essa relação, a equipe estudou 545 homens adultos por meio de tomografia computadorizada. Os voluntários foram divididos em grupos, de acordo com os estado de suas artérias e o número de fios brancos que traziam na cabeça. Eles foram classificados a partir de uma escala de 1 a 5, que ia do cabelo totalmente preto ao totalmente branco. Os participantes foram previamente analisados e classificados por dois observadores independentes.

Um maior risco de doenças no sistema circulatório foi observado em pacientes classificados a partir do nível 3, representado pelo equilíbrio entre fios brancos e pretos. Da mesma forma, homens com as artérias mais comprometidas, pressão alta e mais gordura corporal eram, via de regra, apontados como mais grisalhos. “O envelhecimento é um fator de risco para problemas circulatórios, e, associado a sinais dermatológicos [como a perda de cabelo], podem significar risco acentuado”, pontua Irini Samuel, uma das responsáveis pelo estudo.

Para a médica, novas pesquisas em parceria com dermatologistas se fazem necessárias, antes que se passe a usar o número de fios brancos como forma de prever a ocorrência de problemas no coração. “É preciso um estudo maior, que envolva homens e mulheres, para confirmar a associação entre cabelos grisalhos e riscos de problemas cardiovasculares, em pacientes sem quaisquer outros fatores de risco”, completa. A pesquisa foi apresentada na Eurovent 2017, evento promovido pela Associação Europeia de Cardiologia Preventiva, em Málaga, na Espanha.

Fonte: Com informações da Superinteressante

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

O que é Telecinese?

10 de abril de 2017 10:37h Categoria: Curiosidades Comentários ()
O que é Telecinese?

Considerada por muitos como um fenômeno paranormal, a telecinese é a capacidade que um indivíduo possui de mover fisicamente um objeto usando apenas o poder da mente.

Naturalmente, por não possuir evidências cientificamente irrefutáveis, a telecinese é um tema em constante polêmica. Existem os que acreditam piamente no fato e os que o consideram um embuste.

Estudos desenvolvidos pela parapsicologia demonstraram que a ocorrência da telecinese é possível, mas que não obedece conscientemente às ordens do cérebro, caracterizando-se como um fenômeno espontâneo e inconsciente.

Além de mover objetos sem tocá-los, operar máquinas à distância e curar enfermidade usando apenas as mãos, são considerados fenômenos telecinéticos.

“Carrie, A Estranha” foi um filme que divulgou amplamente para o mundo um caso fictício de telecinese. Trata-se da história de uma jovem repudiada por seus colegas de classe que resolve declarar vingança ao utilizar seus “poderes” para atingir seus inimigos.

Uma hipótese razoável propõem que o cérebro humano produz impulsos elétricos para controlar nosso organismo e que a telecinese seria uma disfunção desse sistema, que “em pane” criaria um campo extra-sensorial de energia magnética.

Existem alguns casos de pessoas reais que alegaram possuir tal habilidade, mas até hoje não existem provas científicas que abalizem tais informações.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

12 razões que provam que as mulheres reclamam demais

É comum ouvirmos os homens afirmando que suas esposas ou namoradas reclamam demais: se está calor, elas reclamam; se está frio também reclamam! Mas, afinal, será verdade que as mulheres passam tanto tempo assim se queixando da vida? Deixando de lado o fato de que quem escreve esse texto nesse momento é uma mulher, e tentando manter a imparcialidade, é preciso ir fundo na rotina feminina e em sua complexa fábrica de hormônios para compreender porque as mulheres se queixam.

Pois bem: as mulheres têm filhos, cuidam da casa, do marido, se preocupam com a beleza, com a saúde e bem-estar da família, trabalham fora, estudam e enfrentam diariamente os mesmos tipos de estresse que os homens quando saem de casa, coisas como trânsito caótico, problemas no trabalho, etc... Contudo, as mulheres também têm uma sobrecarga muito grande quando estão em casa e, ainda por cima, são mais emotivas, gostam de discutir a relação e são, em muitos casos, mais sensíveis aos acontecimentos.

Com tudo isso, e um pouco mais, fica fácil entender porque as mulheres reclamam. Elas têm motivos para reclamar!

1 – No relacionamento, a mulher tem a tendência de começar a implicar com quase tudo que o homem faz depois de um tempo. Isso acontece porque no início da relação a mulher assume a responsabilidade de cuidar de tudo, mas com o tempo ela se cansa disso e começa a se incomodar com a falta de colaboração do parceiro. A partir disso, vem a reclamação.

2 – As mulheres de hoje estão no mercado de trabalho tentando competir com os homens de igual para igual, mas isso é difícil. Muitas vezes, uma mulher tem uma excelente ideia no mundo corporativo e quem leva a fama é seu chefe (homem). E elas ainda ganham menos do que eles. Qualquer pessoa reclamaria disso.

3 – As mulheres querem um parceiro para dividir as responsabilidades nos cuidados com os filhos, mas os maridos nem sempre colaboram. A consequência disso é a reclamação.

4 – As mulheres reclamam da temperatura, do trânsito, da fila, da falta de educação das pessoas e de tantas outras coisas. Nos dias de TPM então, a reclamação é dobrada.

5 – As mulheres reclamam quando seus parceiros querem sexo demais. Mas também reclamam quando falta sexo na relação.

6 – Elas reclamam quando compram roupas que não caem bem.

7 – As mulheres reclamam quando engordam, enquanto os homens nem se preocupam com os quilos a mais.

8 – As mulheres usam saltos altos para ficarem elegantes no dia a dia. Um homem nunca saberá o que isso significa ou a dor que as mulheres sentem depois de um longo dia de trabalho. Por isso, elas também reclamam.

9 – As mulheres sofrem de Síndrome da Insatisfação Feminina. Elas reclamam muito da própria aparência, nunca estão satisfeitas com a imagem do espelho.

10 – Elas reclamam porque são desejantes e sonhadoras, valorizam os detalhes que os homens, muitas vezes, ignoram.

11 – As mulheres reclamam quando estão solteiras. Mas também reclamam depois de casadas.

12 – Enfim, as mulheres gostam de reclamar. Elas reclamam do shopping lotado, do bar vazio, do corte de cabelo, do salário, do carro que deu problema e de tudo mais que mereça uma boa reclamação.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Cientistas alemães provam que existe vida após a morte

Uma equipe de psicólogos e médicos associados à Technische Universität de Berlim anunciou que uma experimentação clínica provou a existência de alguma forma de vida após a morte. Este surpreendente anúncio está baseado nas conclusões de um estudo que empregou um novo tipo de experiência médica supervisionada, realizada em pacientes que estão perto da morte.

Para a realização do experimento, os pacientes receberam uma mistura complexa de drogas, incluindo a epinefrina e a dimetiltriptamina, destinadas a permitir que o corpo sobreviva ao estado de morte clínica e possa passar pelo processo de reanimação sem danos.

Durante o estudo, o corpo de cada indivíduo era colocado em um estado de coma temporário, induzido por uma mistura de drogas que era filtrada do sangue durante o processo de reanimação, cerca de 18 minutos mais tarde.

A duração extremamente longa da experiência só foi possível graças ao desenvolvimento de uma nova máquina chamada de AutoPulse. Este tipo de equipamento já foi utilizado nos últimos anos para reanimar pessoas que estiveram mortas por períodos que variaram de 40 minutos a uma hora.                                                                                                                          

A Experiencia Após a Morte

As experiências de quase morte têm sido apresentadas por várias revistas médicas. Segundo o médico Dr. Berthold Ackermann e sua equipe, os experimentos trazem uma evidência real da existência do pós-vida e de uma forma de dualismo entre mente e corpo.     
A equipe de cientistas liderada pelo Dr. Ackermann monitorou as operações e compilou os testemunhos dos pacientes. Embora existam algumas pequenas variações de um indivíduo para outro, todos os voluntários relataram ter algumas memórias do seu período de morte clínica. Grande parte deles descreveu algumas sensações muito semelhantes.

As memórias mais comuns incluem um sentimento de distanciamento do corpo, sentimentos de levitação, total serenidade, segurança, calor, experiência de dissolução absoluta e a presença de uma luz muito forte.

Os cientistas dizem que estão bem conscientes de que muitas das suas conclusões podem chocar as pessoas, mas o fato é que os estudos demonstraram que as crenças religiosas dos pacientes não parecem ter nenhuma influência sobre as sensações e experiências descritas no momento de quase morte.

Na verdade, vários voluntários chegaram a contar que se viram em fileiras junto com alguns membros de uma grande variedade de igrejas cristãs e muçulmanas, além de judeus, hindus e ateus.

Para o médico responsável pela pesquisa, sua equipe pode ter acabado de responder a uma das maiores perguntas na história da humanidade: existe vida após a morte?


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Cientistas transformam folha de espinafre em um tecido cardíaco

Cientistas do Instituto Politécnico Worcester, nos EUA, fizeram uma descoberta inusitada que pode ajudar na criação de órgãos artificiais. Em estudo publicado no periódico Biomaterials, eles revelam que usaram folhas de espinafre para desenvolver um sistema vascular para o coração humano.

Para criar essa estrutura, os pesquisadores usaram um tipo de “detergente” que remove o material celular do espinafre. Com isso, eles conseguiram deixar as folhas praticamente transparentes, revelando apenas suas redes vasculares.

Outro material importante que ficou intacto após a lavagem foi a celulose que, segundo os autores, é conhecida por ser compatível com tecido mamífero. “A celulose tem sido usada em uma ampla variedade de aplicações de medicina regenerativa, como engenharia de tecido de cartilagem, de tecido ósseo e cicatrização de feridas”, escrevem os pesquisadores no artigo.

Depois, os cientistas infundiram a matriz da celulose com células cardíacas humanas. Após cinco dias, elas se reproduziram e começaram a se construir espontaneamente, como acontece com um coração humano tradicional. A equipe também introduziu fluidos avermelhados, similares ao sangue humano, na estrutura.

Tecidos humanos em grande escala já foram criados em laboratório usando a impressão 3D. No entanto, o cultivo dos vasos sanguíneos sempre foi um obstáculo a ser ultrapassado para o desenvolvimento saudável do tecido.

“O principal fator limitante para a engenharia de tecidos é a falta de uma rede vascular”, disse o coautor do estudo, Joshua Gershlak, em vídeo que descreve a pesquisa. “Sem essa rede vascular, há uma grande possibilidade de morte do tecido.”

De acordo com os autores, o mesmo método utilizado com o espinafre poderia ser replicado com tipos diferentes de plantas. As células da madeira, por exemplo, poderiam substituir células ósseas humanas eventualmente.

A pesquisa ainda é apenas uma prova do conceito criado pelos cientistas. Eles ainda precisam se certificar que o espinafre não será rejeitado pelo corpo humano. Além disso, eles planejam criar folhas mais resistentes, que tenham a espessura da parede que cobre o coração.

“Temos muito mais trabalho a fazer, mas até agora isso é muito promissor”, disse o coautor do estudo Glenn Gaudette, no vídeo. “Adaptar plantas que os agricultores têm cultivado há milhares de anos para uso em engenharia de tecidos poderia resolver uma série de problemas que limitam o campo.”

Fonte: msn

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Cantor Victor é indiciado por agressão após investigação da polícia

O cantor Victor, da dupla Victor & Léo, foi indiciado por agressão, de acordo com a Polícia Civil de Minas. A conclusão do inquérito foi divulgada nesta terça-feira (4). Poliana Bagatini Chaves, que tem 29 anos e está grávida, prestou queixa contra o marido, de 41 anos, no dia 24 de fevereiro. Em depoimento, o cantor negou ter agredido a mulher.

"A Polícia Civil, diante das provas coletadas, concluiu pelo indiciamento de Vitor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima", afirmou em nota oficial.

O empresário dele não foi localizado nesta terça-feira (4). O advogado dele, Felipe Martins, disse que ainda não teve acesso à conclusão da investigação e que, por enquanto, não vai se posicionar.

A investigação foi conduzida pela delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte. Ela aguardava perícia das imagens do circuito de segurança do prédio do casal para concluir o inquérito. A polícia não deu detalhes sobre o laudo.

Parte dos fatos teria ocorrido no elevador do prédio. "Segundo a versão da vítima, ele [cantor] empurrou a mesma ao chão e desferiu alguns chutes no elevador”, informou a delegada durante a investigação.

Em 13 de março, a delegada divulgou que o exame de corpo de delito de Poliana foi negativo para lesão corporal, isto é, não havia comprovação de lesões aparentes. Contudo, este resultado não descartava a possibilidade de agressão sem deixar marcas.

Na data, Danúbia afirmou também que, de acordo com as declarações prestadas por Victor em depoimento um dia antes, houve um desentendimento familiar com a mulher, causado pelo fato de ele ter levado a filha para o apartamento da mãe dele, que fica no mesmo prédio. Conforme a delegada, o artista disse que a mulher teria ficado muito nervosa com a situação.

“Segundo o investigado, para contê-la pelo fato de ele estar muito preocupado de ela sair naquele estado e levar a bebezinha de um ano e um mês, ele teve que evitar um prejuízo maior para a filhinha. Segundo ele, ele não agrediu a vítima. Segundo ele, ele não chutou a perna da vítima, não empurrou a vítima ao chão”, contou a delegada sobre o depoimento prestado em 12 de março.

Ainda conforme a delegada, no dia 24 de fevereiro, Poliana procurou uma delegacia. Entretanto, ela não aguardou o atendimento, alegando que estava com pressão baixa. Segundo a delegada, Poliana retornou no dia seguinte para prestar declarações e também apontou o fato de o marido ter levado a filha na casa da sogra como a causa do desentendimento. A polícia continuou investigando o caso, porque, segundo a Lei Maria da Penha, registros de agressão independem de representação para serem apurados.

Fonte: G1.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Aos 43 anos Eliana anuncia gravidez e se emociona ao falar que é uma menina

Neste domingo, 2, Eliana surpreendeu seu público. A apresentadora anunciou que ela e o noivo, Adriano Ricco, estão esperando um filho.

A apresentadora já é mãe de Arthur, de 5 anos, fruto de seu relacionamento com o produtor musical João Marcelo Bôscoli. Agora, ela está ansiosa para receber uma menininha!

“Eu quero compartilhar com vocês, que me acompanham ao longo de tanto tempo, este que é um dos momentos mais felizes e importantes da vida de uma mulher. Deus e toda a sua generosidade nos abençoou – a mim e ao Adriano. A nossa família vai crescer! Eu estou grávida mais uma vez! Depois de dois anos de relacionamento, ganhamos esse presente lindo, essa gravidez tão desejada, tão sonhada. Eu só posso agradecer infinitamente a Deus por me fazer mãe novamente depois dos 40. Nós, mulheres, sabemos o quão preciosa é essa oportunidade. O Arthur está radiante, já vinha me pedindo há muito tempo e ele vai ganhar uma irmãzinha. Sim, é uma menina”, revelou a mamãe. 

Fonte: UOL.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

MP propõe acordo de R$ 20 mil a Justin Bieber por pichação de 2013

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) fez uma proposta a Justin Bieber nesta quarta-feira, 29, para encerrar o processo judicial que existe contra o cantor desde 2013 por causa de uma pichação feita por ele em um muro no Rio.

Com o aval do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), o MPRJ propôs a Justin Bieber o pagamento de uma pena pecuniária no valor de R$ 20 mil, que deverá ser revertida em doação de bens ou alimentos a favor do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

A proposta foi entregue aos dois advogados para quem Justin Bieber deu procuração no Brasil para tratar dessa questão. Segundo o MPRJ, eles têm três dias para avaliar e dar uma resposta.

Justin Bieber foi autuado em 2013, durante sua última passagem pelo Brasil, por dano contra o ordenamento urbano e o patrimônio cultural. Na ocasião, ele fez pichações em um muro do Hotel Nacional, no bairro de São Conrado, na Zona Sul carioca.

Como ele deixou o país e não foi encontrado para assinar o mandado de citação expedido, o processo foi suspenso. Com o retorno de Bieber ao Brasil para os shows da turnê "The Purpose World Tour", o MPRJ reabriu o processo. O astro teen foi notificado assim que chegou ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio.

E, na cidade, Bieber tem aproveitado para curtir. Nesta quarta-feira, ele foi à Praia de Ipanema e, no local, deixou fãs em polvorosa. Mas não foi o único... Quem também atraiu a atenção foi o segurança do artista. Clique no link e veja fotos.

Fonte: Ego.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Homem de 21 anos com altura e peso de bebê surpreende médicos

Um homem de 21 anos tem surpreendido os médicos de Punjab, Índia. Mapreet Singh tem 58cm e pesa 5,8kg e características faciais de um bebê de seis meses. Segundo informações, nenhum especialista conseguiu diagnosticar qual doença o levou a ficar nessas condições.

A situação inusitada de Mapreet começou a atrair a atenção das pessoas. Os moradores do local já consideram o jovem abençoado e o tratam como uma espécie de divindade. “O levamos a mais de sete médicos desde que ele nasceu. Nos disseram apenas que nosso filho tinha um problema na tireóide e que não podiam fazer nada”, contou Jagtar, o pai do jovem.

Como não têm condições de pagar por mais médicos e tratamentos, os pais de Mapreet deixaram a situação como está. “Consultamos vários especialistas, mas nenhum nos deu esperança. Se algum deles tiver uma solução, ficaremos felizes”, desabafou o pai.

Fonte: Com informações do Metropoles.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

14 alimentos que causam câncer e que você não deveria comer

Uma pesquisa mostrou que a maioria dos tipos de câncer pode ser prevenida. Os cientistas concluíram que cerca de 70% dos tumores são evitáveis por meio de mudanças simples na dieta e no estilo de vida.


1. Alimentos embalados em BPA - Este ingrediente encontrado em plásticos duros e resinas é usado também para revestir latas de metal. Estudos laboratoriais ligaram o BPA ao câncer, à infertilidade, diabetes e obesidade. Dê preferência aos alimentos que sejam embalados em recipientes livres de bisfenol-A (BPA).

2. Alimentos defumados - Nitratos e nitritos atuam como conservantes para evitar que os alimentos se deteriorem, além de também adicionarem cor às carnes. Estes compostos estão associados a um risco maior de câncer.

3. Peixe de criação - De acordo com a Food and Water Watch, os peixes de criação contêm níveis mais elevados de poluentes químicos do que os peixes selvagens. Devido à superlotação nas pisciculturas, os peixes são mais suscetíveis a doenças, elevando o uso de antibióticos. Por isso, eles aumentam as chances de câncer.

4. Organismos geneticamente modificados - Os alimentos geneticamente modificados não são considerados totalmente seguros para consumo. Procure rótulos livres de OGM nos alimentos.

5. Carnes grelhadas

Hidrocarbonetos aromáticos são produzidos através de certos tipos de combustão, como a queima de carvão ou madeira. Um problema adicional é criado quando a gordura da carne goteja no fogo, gerando fumaça. Essas condições aumentam o risco de exposição cancerígena.

6. Óleos hidrogenado

Óleos hidrogenados, também conhecidos como gorduras trans, têm uma estrutura química alterada para aumentar a vida útil dos alimentos. De acordo com a Escola de Saúde Pública de Harvard, essas gorduras causam a inflamação do sistema imunológico, que está relacionada ao desenvolvimento de doenças cardíacas, acidentes vasculares cerebrais, diabetes, entre outras doenças.

7. Pipoca de Microondas

As embalagens das pipocas são revestidas com produtos químicos que passam para o alimento. Os componentes estão relacionados a tumores de fígado, pâncreas, testículos e mama.

8. Frutas e Verduras Não Orgânicas - As culturas convencionais são cultivadas com pesticidas, herbicidas e sementes geneticamente modificadas. Estes componentes são perigosos para a sua saúde.

9. Alimentos processados - Carnes processadas levam nitritos e nitratos como conservantes. Estas substâncias podem aumentar potencialmente o risco de câncer de estômago.

10. Açúcar refinado

Os pesquisadores encontraram ligações entre o açúcar refinado e o acúmulo de gorduras no sangue, o aumento do risco de doença cardíaca, os níveis mais elevados de triglicerídeos, a obesidade e o câncer.

11. Refrigerantes e Bebidas Esportivas

Não existe valor nutricional no consumo de refrigerantes ou bebidas esportivas. Estas bebidas contêm elevada taxa de açúcar, corantes, aspartame e outros produtos químicos prejudiciais à saúde.

12. Isolado de Proteína de Soja - Segundo a American Dietetic Association, isolados de proteína de soja são conhecidos por atrasarem a capacidade do organismo para digerir alimentos e absorver os nutrientes na corrente sanguínea. Além disso, a soja passa por um processo de fabricação altamente industrial, que é tóxico para o sistema nervoso e para os rins.

13. Açúcar - As células cancerígenas se multiplicam com o açúcar. Por isso, é melhor reduzir o consumo de massas, carboidratos e pães. Eliminar o açúcar é a chave para a saúde.

14. Farinha Branca

Grãos comercialmente desenvolvidos têm sementes tratadas com fungicidas, além de receberem pesticidas e serem armazenados em caixas revestidas com inseticidas. Estes componentes aumentam a carga tóxica do alimento. Além disso, a farinha branca recebe óxido de cloro, substância que deixa o amido sem nutrientes e cheio de toxinas.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Saiba como os mosquitos escolhem as pessoas que vão picar

Os mosquitos adoram picar um corpo quente. Estes sugadores de sangue transmitem doenças diretamente pela circulação sanguínea das pessoas picadas. Todos os anos, cerca de 700 milhões de pessoas acabam contraindo uma doença transmitida por mosquitos no mundo, resultando em mais de um milhão de mortes. E esse número continua crescendo de forma assustadora.


A atual crise de saúde pública em torno do Zika Vírus, doença que é transmitida pelo mosquito da dengue, está causando muita preocupação. Essa é a mais recente ameaça à saúde internacional diretamente relacionada às picadas de mosquitos. Além desse vírus, outras doenças como malária, febre amarela, dengue e encefalite também são transmitidas para a população.

Uma maneira de diminuir a quantidade de picadas de mosquitos é saber o que atrai estes insetos em primeiro lugar. Basicamente, a picada depende do cheiro da pessoa. Os mosquitos têm receptores de odores em suas antenas, e eles podem cheirar qualquer humano dentro de 100 metros.

Outro fator determinante para as picadas é a genética. 85% das pessoas que os mosquitos preferem picar têm uma genética capaz de atrair o inseto. É por isso que eles picam mais algumas pessoas, e menos outras pessoas.

Principais fatrores que fazem de uma pessoa um verdadeiro imã de picadas de mosquitos

Exercício e produção de ácido láctico - A pessoa mais suada e com o cheiro mais forte atrai o mosquito. Indivíduos que produzem mais ácido láctico, que é produzido pelas glândulas sudoríparas, são fortes candidatos a receberem picadas do inseto. Quanto mais transpiração, maior será o acúmulo de ácido láctico, o que significa uma refeição saborosa para o mosquito. Por isso, a recomendação é tomar um banho logo depois de malhar e sair da academia.

Bactérias - Nossa pele está literalmente repleta de bactérias. Estima-se que o ser humano médio tenha cerca de um trilhão de bactérias em seu corpo. Os tipos de bactérias que vivem em nossa pele podem variar muito de pessoa para pessoa, e algumas variedades atraem os mosquitos. Pesquisas indicaram que pessoas com mais bactérias dos tipos Staphylococcus e Variovorax presentes na pele sofrem mais problemas com mosquitos.

Tipo de sangue - O tipo de sangue é um fator de risco para picadas de mosquito. Estudos descobriram que as pessoas com sangue Tipo O são mordidas com mais frequência, seguidas por pessoas com sangue Tipo B e Tipo A.

Dióxido de carbono - Os mosquitos são atraídos pelo CO2 que o ser humano expira. Indivíduos que produzem mais CO2 podem ser picados com mais frequência, como mulheres grávidas e pessoas com excesso de peso. Os bebedores de cerveja também podem ser mais picados, já que respiram de forma mais pesada e lenta sob o efeito da bebida.

Fonte: Site de curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez