Logotipo R10
Castanha de caju é saudável, mas deve ser consumida com moderação

Bastante rica em nutrientes, a castanha de caju oferece inúmeros benefícios à saúde por meio dos antioxidantes, vitamina E, magnésio, potássio, fósforo e fibras. Essas substâncias previnem o envelhecimento das células, são necessários à formação dos glóbulos vermelhos e de tecido muscular, ajudam no controle da pressão arterial, atuam na formação de ossos e dentes e ajudam no funcionamento intestinal.

O ômega 3 está presente também nas castanhas e ajudam a potencializar o sistema imunológico, além de diminuir o colesterol total, o colesterol ruim (LDL) e os triglicérides sendo, portanto, protetores do coração. Possuem também uma alta concentração de ferro e sua quantidade se equipara ao fígado, que é referência alimentar no caso de anemia (mas não deveria ser, já que tem um monte de cacareco, já que é o órgão que filtra inúmeras substâncias). Por conter fósforo, ajuda a inibir o cansaço, além de ajudar no desempenho físico, já que o mineral atua na contração muscular, na transmissão de impulsos nervosos do cérebro para o restante do corpo e na secreção de hormônios.

No meio de tanta coisa boa, tinha que ter algo para “estragar” que, no caso, é seu alto valor calórico. Uma unidade de cerca de 2,5g tem 15 calorias. Sendo assim, a quantidade a ser consumida deve ser pequena, mas isso não pode anular a sua ingestão, nem mesmo em dietas de emagrecimentos.

A recomendação é consumir em torno de 10 unidades, cerca de 25g, duas vezes na semana. A versão torrada é a melhor forma, visto que as caramelizadas e com chocolate são adicionadas de gordura e de açúcares.

Para armazenar, mantenha elas distante da umidade, para não permitir o crescimento de microrganismos. O melhor é comprar em embalagens fechadas e identificadas mas, se for comprar a granel, repare se o recipiente em que se encontra a castanha está limpo, sem presença de água e tampado, o que garante a não contaminação da mesma.

Fonte: Entre legumes e verduras

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Para quem faz dietas, conheça os tipos de carne que não engordam

Na carne podemos encontrar vitaminas que promovem sensação de saciedade, e minerais que fortalecem os ossos, mas seu consumo tem que ser controlado. Muitas pessoas acham estranho adicionar carnes nas dietas. Mas as que possuem menos gordura não comprometem a alimentação saudável.

As carnes dependendo do pedaço, podem fornecer energias essenciais para atividades físicas e melhora a circulação sanguínea evitando entupimento nas artérias. As carnes possuem ferro que é importante contra a anemia. Caso esteja começando uma dieta, é preferível que se oriente com um médico.

Veja os tipos de carne que não engordam:

Peixe, peito de frango, peito de peru, carne bovina sem gordura, hamburgueres de peixe ou frango. Essas carnes são saborosas e não afetam a rotina de emagrecimento. 

Fonte: Seu Corpo Perfeito.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Confira 7 alimentos que ajudam a ganhar massa muscular mais rápido

Todo mundo sabe que ganhar massa é um problema para muitos que querem uma mudança no corpo. Com diversos estudos, pesquisadores listaram os alimentos que podem ajudar a ganhar massa mais rapidamente. É claro que antes de qualquer mudança você deve passar por uma avaliação médica, se cuide !

1. Peixe

A carne de peixe é rica em ácidos graxos e ômega-3, que ajudam a tonificar e aumentar os músculos. Um pedaço de 100 gramas de salmão, por exemplo, pode fornecer até 25 gramas de proteínas.

2. Frango sem pele

Não é à toa que muitos ratos de academia comem frango: a carne é uma das melhores fontes de proteína de qualidade, ou seja, a própria para o crescimento dos músculos. Só se lembre de retirar a pele antes de comer.

3. Soja

Para os vegetarianos – e até para quem quer dar uma variada –, os produtos derivados da soja são excelente fontes de proteína. Uma xícara de soja cozida fornece 20 gramas de proteínas, mas você pode optar pelo tofu ou pelo leite de soja, por exemplo.

4. Quinoa

Outro produto natural e excelente fornecedor de proteína é a quinoa. Bastante popular no Peru e na Bolívia, a quinoa tem ganhado cada vez mais espaço na dieta do brasileiro. Ela não possui glúten, tem proteína de qualidade e uma boa quantidade de aminoácidos, fibras e ferro.

5. Ovos

Um dos principais alimentos do brasileiro é também um dos melhores para quem está querendo ficar fortão: a proteína do ovo é a melhor para o crescimento muscular, com a vantagem de ser um produto fácil de encontrar e normalmente mais barato.

6. Queijo cottage

Este queijo é rico em caseína, uma proteína de digestão lenta bastante indicada para o tônus muscular. Além disso, o cottage ainda é uma boa fonte de vitamina B12 e cálcio.

7. Grão-de-bico

Diminuir a quantidade de carboidratos é fundamental para emagrecer e ganhar músculos, por isso muitos nutricionistas aconselham a substituição do arroz pelo grão-de-bico, que fornece 12 gramas de fibra por xícara e apenas 45 gramas de carboidratos.

Fonte: Com informações do Megacurioso

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Comer amendoim na amamentação pode evitar alergia, diz estudo

Um hospital infantil do Canadá fez uma grande descoberta que pode ajudar as mães a prevenirem que seus filhos desenvolva alergia ao amendoim.

O estudo do Children Hospital Research Institute, sugere que comer amendoimdurante a amamentação e inserir o produto no cardápio do bebê por volta dos 12 meses, reduz os riscos da criança desenvolver alergia ao alimento.

Os resultados do estudo foram divulgados em um site especializado. Foram avaliadas crianças com grande risco de desenvolver alergia por conta de fatores genéticos.

As crianças cujas mães consumiram o alimento na fase da amamentação e o introduziram na alimentação do bebê antes dos 12 meses foram as que menos desenvolveram sensibilidade.

Fonte: IG.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Alimentos que podem reduzir índice de açúcar no sangue

O diabetes é uma doença Crônica, causada principalmente pela má alimentação e a vida sedentária. Se não for bem tratada pode causar sérios danos à saúde e levar a óbito. 

Surge uma deficiência de um hormônio secretado pelo pâncreas, denominado insulina. A insulina tem a função de armazenar glicose, ácidos graxos e aminoácidos em seus depósitos para reduzir a concentração de açúcar no sangue.

Existem dois tipos de diabetes. A do tipo 1 é causada pela autodestruição imune das células que a produzem. Na diabetes tipo 2, é causada por um defeito na liberação de insulina pelo pâncreas.

Os 10 alimentos que ajudam a reduzir o açúcar no sangue são : Aveia, azeite de oliva, nozes e amêndoas, iogurte, canela, feijão branco, batata doce, folhas verdes, peixe e frutas vermelhas.

Fonte: Cura pela natureza.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Conheça os benefícios do chá da folha de laranja para a saúde

Todo mundo sabe do poder do chá para a vida das pessoas. Um chá bastante requisitado é o da folha de laranja. As folhas de laranjeira são usadas para fins medicinais. Aliviam o estresse, melhora o sono e trata doenças.

O chá tem um aroma inconfundível. Servem até como sedativo natural.

Conheça outros benefícios:

- Diminui ansiedade

- Combate cólicas estomacais, graças às propriedades antiespasmódicas

- Combate diarreia

- Reduz a febre

- Ajuda o corpo em casos de epilepsia

- Controla batimento cardíaco acelerado

- Trata gripe

- Alivia dores de cabeça

- Combate anemia

Fonte: Cura pela natureza.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Melhor caminho para emagrecer é fazer pausas na dieta, diz estudo

Emagrecer não é uma tarefa fácil e exige dedicação aos exercícios físicos, disciplina para seguir uma dieta ou alimentação regrada e paciência até começar a ver os resultados. Mas um estudo publicado este mês traz um alento para quem quer perder peso. Segundo a pesquisa, fazer pausas na dieta traz mais resultados do que seguir sempre todas as restrições. 

O estudo, feito por universidades da Austrália, foi publicado no "International Journal for Obesity" na semana passada e mostrou como um respiro na dieta ajuda a emagrecer . 

Dieta sem parar x dieta com pausas

Para o estudo, pessoas obesas foram separadas em dois grupos que passaram por 16 semanas de dieta que reduzia em um terço a quantidade de calorias ingeridas. Um grupo seguiu o plano alimentar de forma ininterrupta e o outro fez pausas. Nesse segundo grupo, os integrantes seguiam a dieta por duas semanas, paravam por duas semanas - mas eram orientados a ainda seguir uma alimentação balanceada nesse período - e retornavam à dieta. Esse grupo ficou no estudo por mais tempo, até que se completasse as 16 semanas no plano de restrição de calorias. 

Ao final de todo o período da pesquisa, foi notado que o grupo que realizou as pausas teve uma perda de peso maior. Além disso, também voltaram a ganhar menos peso depois do estudo em comparação ao grupo que fez a dieta sem interrupções. Seis meses depois da pesquisa, a média de emagrecimento daqueles que fizeram as pausas foi aproximadamente 7,7 kg melhor. 

Segundo os pesquisadores, isso ocorre porque a dieta altera uma série de processos biológicos no corpo que podem levar, com o tempo, a diminuir a perda de peso e até a contribuir para o ganho de peso. Por exemplo, em uma alimentação restritiva, o corpo tenta estocar gordura como uma maneira de se proteger e guardar uma fonte de energia e, com isso, pode ficar mais difícil emagrecer. Por outro lado, o estudo não tem uma conclusão clara do porquê as idas e vindas da dieta mostraram melhores resultados, mas algumas sugestões são que não há adaptação do corpo e que é mais fácil manter a alimentação regrada dessa maneira, com esses "respiros" no meio do caminho. 

Fonte: IG.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Cinco alimentos que você deve evitar sempre que puder

Confira a Lista :

1. Carne de tubarão

Se ser atacado por um tubarão é péssimo, consumir a sua carne não é algo muito diferente. Considerada uma iguaria em países da Ásia, a carne do maior predador dos oceanos pode conter quantidades perigosas de mercúrio — já que o animal, em seus fartos banquetes, acaba comendo peixes contaminados. Entre os efeitos provocados pela sua ingestão excessiva estão: cegueira, perda da coordenação motora e, nos casos mais graves, até a morte.

2. Cereais matinais açucarados

É consenso entre os nutricionistas que os cereais matinais voltados para o público infantil podem colaborar para o aumento de peso e o desenvolvimento de doenças crônicas, como a diabetes. Eles contêm quantidades elevadas de açúcar, são bastante calóricos e pobres em termos nutricionais. Portanto, uma boa pedida é privilegiar os cereais naturais, que são ricos em fibras, não recebem adição de açúcar e, de quebra, ajudam a regular o funcionamento do intestino.

3. Chocolate branco

Engana-se quem pensa que a única diferença entre os chocolates preto e branco é a cor. Este último apresenta em sua composição manteiga de cacau, o que acaba o transformando na escolha com maior teor de gordura saturada e valor calórico. Além do mais — diferente dos chocolates com maior teor de cacau — o chocolate branco não oferece os mesmos benefícios antioxidantes contidos na versão amarga.

4. Suco de caixinha

Não se deixe enganar pelos rótulos que, em letras garrafais, anunciam que tal bebida não contém adição de açúcar ou que é feito com polpa natural da fruta, pois a grande maioria dos sucos à venda nos supermercados apresenta alta quantidade de conservantes e corantes. Estas substâncias artificiais, utilizadas com o fim de conservar os alimentos, retardam o metabolismo e colaboram para o inchaço da região abdominal.

5. Iogurte com sabor de frutas

Pode não parecer, mas os iogurtes com sabor de frutas podem se transformar nos vilões da sua dieta de perda de peso. Alguns deles chegam a conter 20 gramas ou mais de açúcar, o que, em longo prazo, pode provocar aumento de peso e das chances de desenvolver diabetes. Portanto, a dica é optar por iogurtes sem sabor e não cair na tentação de consumir as versões integrais adoçadas.

Fonte: Mega Curioso.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

O Bacuri aumenta a saciedade e regula o intestino

Uma das frutas mais populares da região Amazônica, o bacuri é uma fruta um pouco maior do que uma laranja cuja polpa branca é rica em minerais como cálcio, fósforo e potássio. O sabor agridoce permite que ela seja utilizada largamente para a preparação de doces, sucos e sorvetes.

Benefícios do bacuri

Nutricionista da clínica Super Healthy, Paola Moreira afirma que o bacuri possui alto teor de fibra alimentar e, por isso, ajuda o intestino a funcionar e manutenção dos níveis de colesterol no sangue. "Além disso, ele favorece a saciedade, auxilia o controle da glicemia e fortalece o sistema imunológico", explica. Por isso, pode-se dizer que o bacuri ajuda a emagrecer.

As fibras têm sua ação associada a efeitos anti-inflamatórios, por isso, pessoas hipertensas, obesas e diabéticas se beneficiariam com o consumo do bacuri.

Outro benefício da fruta está em suas boas doses de cálcio e fósforo, minerais que garantem a saúde dos ossos e dentes e agem na transmissão dos impulsos nervosos. Já a carência de potássio pode causar cansaço, fraqueza muscular, câimbras e irritabilidade. O óleo extraído de suas sementes é usado como anti-inflamatório e cicatrizante na medicina popular e na indústria de cosméticos.

Fonte: Vix.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

O poder do alecrim: é bom para o corpo e para alma

O alecrim é uma planta pra lá de poderosa! Além de fazer muito bem pro organismo, ele cura as doenças da alma, protege contra as más energias e purifica o lar. Saiba mais sobre essa erva porreta!

O alecrim é originário da região do Mediterrâneo, mas tornou-se tão utilizado que hoje existe no mundo todo. Essa erva começou a ser utilizada a milhares de anos atrás, namedicina natural e também como tempero. Os seus benefícios para a saúde e para a mente são conhecidos a muito tempo.

Na Grécia Antiga, os estudiosos colocavam ramos de alecrim em suas cabeças, pois acreditava-se que essa erva auxiliaria na memória, no raciocínio e nos bons pensamentos. Até mesmo nos túmulos essa planta era colocada, para que o ente querido ficasse sempre na memória e nos pensamentos das pessoas.

Até hoje o alecrim é usado para estimular a memória, e estudiosos utilizam o óleo de alecrim em suas pesquisas.

Muitos xamãs, de diferentes culturas, acreditam que o alecrim cura as doenças da alma, melhora as atividades mentais, diminui a tristeza e aumenta o ânimo.

Bom pro corpo

O alecrim é muito utilizado em chás e temperos, e é muito versátil, pois combina com diversos sabores. Ele favorece a circulação sanguínea, pois fortalece os vasos sanguíneos e melhora a passagem de sangue pelas artérias.

Além de desintoxicante, fortalece o organismo, aumenta a imunidade e combate a ação de bactérias e vírus. Por este motivo, a erva é utilizada em chás contra gripes e resfriados.

Protege a casa

Muitas culturas utilizam o alecrim como um amuleto de proteção. É comum encontrá-lo em arranjos com outras plantas, como o vaso de sete ervas. Pode ser colocado junto com a arruda na entrada da casa, pois essas duas plantas combinadas aumentam o poder de proteção para os moradores.

Também pode ser colocada na varanda, em janelas e em lugares com bastante circulação de ar. O seu aroma, levado pela corrente de ar, perfumará todo o ambiente, energizando-o e protegendo-o. Seu cheiro carrega consigo as suas propriedades e estimula todos os familiares.

Fonte: Blog do João Bidu.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Saiba algumas reações que as pimentas causam nas pessoas

Você é daqueles que gostam de sensações diferentes? De testar sua coragem e sua resistência? Então você vai gostar muito do assunto que vamos tratar hoje, vamos conhecer as sensações, benefícios e malefícios que a pimenta pode causar em nosso corpo. Vem descobrir junto comigo.

À primeira vista, pode ser que a pimenta pareça fazer mal à saúde, muitas pessoas costumam dizer que causa gastrite, danos à língua, mas nem tudo o que falam sobre esse alimento é verdade. A pimenta tem uma grande variedade de tamanhos, cores e sabores, e em sua maioria trazem vários benefícios para aqueles que as comem. Mas, claro que os benefícios aparecem se você não exagera na dose né?! Então, agora vou contar alguns do muitos benefícios que elas podem nos propiciar.

A sensação picante causada pelas pimentas vem de alguns compostos presentes nos alimentos que ativam os nociceptores poli modais que estão presentes na nossa língua, e esses são estimulados pelo calor. São esses receptores sensoriais que mandam sinais para o nosso cérebro, fazendo que o mesmo entenda que nossa língua está realmente queimando. Causando em algumas pessoas o suor e a sensação de coração acelerado. A escala de Scoville é usada para medir a ardência das pimentas. A partir dessa classificação, as pimentas mais fortes do mundo são a Trinidad Moruga Scorpion, Bhut Jolokia e a Habanero.

Os alimentos picantes nos causam sensações diferentes. Isso acontece porque as pimentas possuem capsaicina e piperina, que são moléculas grandes e pesadas chamadas de alquilamidas que levam um tempo maior para se dissipar e ficam na boca.

Fonte: Alanorte.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Conheça os cuidados com o consumo de carnes e embutidos

Comida não é estéril e todos os alimentos possuem flora bacteriana. O risco, de acordo com o infectologista do Einstein dr. Jacyr Pasternak, ocorre quando há proliferação de algumas bactérias e, consequentemente, toxinfecção alimentar. No caso das carnes e embutidos, que ganharam recentemente o noticiário, é necessário observar alguns pontos, como a cor e o cheiro – indicadores se os alimentos estão aptos ou não para o consumo. 

Cor escura e cheiro forte merecem atenção.  “A cor ideal da carne é cor de carne mesmo. Vermelho muito intenso sugere que usaram nitrito”, explica o dr. Pasternak. O nitrito é um dos produtos químicos utilizados para ressaltar a vermelhidão e disfarçar o cheiro do alimento. Difícil mesmo, segundo o infectologista, é identificar alterações em embutidos e produtos elaborados, como salsichas, mortadela e copa. 

Ainda não está claro o efeito do consumo prolongado de carnes e embutidos deteriorados. O nitrito, por exemplo, poderia ter ação carcinogênica. “Em geral o consumo de carne deteriorada provoca diarreia logo após o consumo”, diz o dr. Pasternak. 

Organismos que podem estar presentes nos alimentos estragados

Efeito semelhante ao provocado pela toxina da bactéria Staphylococcus aureus, que costuma “afetar” maioneses e cremes. Após 5 ou 8 horas da ingestão desses alimentos contaminados, a pessoa provavelmente sofrerá com vômitos e diarreia. “Não é um quadro de infecção, pois os efeitos são provocados pela toxina. A pessoa costuma melhorar sem problemas, a não ser que ela desidrate.” O infectologista também explica que o uso de antibióticos não são indicados, pois a bactéria está no alimento e não no paciente.

O Clostridium botulinium é outro organismo presente em alimentos estragados – provocando o botulismo. A doença é essencialmente neurológica, identificada por paralisias.

Síndrome da Vaca Louca

A síndrome da Vaca Louca é causada por um príon, proteína anômala que leva a lesão cerebral e que provavelmente foi introduzida no rebanho bovino europeu e americano pela alimentação do gado criado em estábulos.

A doença é uma encefalopatia progressiva fatal e foi mais comum no Reino Unido. No Brasil o gado é criado em pastagens, sem estabulação em geral e não era habitual o uso de suplementos animais na alimentação - hoje são proibidos. 

A síndrome só é transmitida em humanos por contato com o sistema nervoso de doentes que morrem da doença. Por isso mesmo o manuseio de sistema nervoso dos doentes é evitado em autópsias. 

Salmonella

Salmonellas são bactérias gram negativas, enterobactérias. A única exclusivamente humana é a Salmonela tiphy, que causa a febre tifoide - em geral contraída por água contaminada.

As demais salmonelas são bactérias presentes em animais, em fezes, ovos e podem ser encontrados em carnes de aves, ovos, porcos e bovinos quando mal conservadas ou quando mal cozidas. 

Salmoneloses provocam diarreias e em pacientes com algumas patologias, como anemia falciforme ou imunodeprimidos podem desencadear quadros mais sérios, incluindo septicemias.

Fonte: Albert Einstein

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Conheça os poderes do suco de limão; nada de consumo excessivo!

Poucas pessoas acreditam no poder curativo que o suco de limão pode oferecer.Incrível fonte de vitamina C, ele é capaz de prolongar nossos anos de vida e proporcionar uma saúde melhor a quem o consome.

Vantagens da fruta

O limão além de tempero, tem muitas outras utilidades, como servir de decoração em pratos refinados. Mas suas vantagens vão muito além disso. Veja a seguir:

  • Atua de forma saudável no organismo já que é rico em vitamina C, tiamina, riboflavina, fósforo, cálcio e ferro;
  • É ótimo para emagrecer pois ajuda a queimar gordura;
  • Melhora o desempenho e a qualidade corporal;
  • O limão apresenta um grande poder anti-inflamatório para gripes, resfriados e problemas de garganta;
  • É indicado também para melhorar o processo digestivo, além de estimular o processo de desintoxicação e melhor funcionamento do fígado.

O poder do suco de limão

O suco de limão é ótimos para o cuidado com os dentes. Em casos de dor de dente, por exemplo, consuma o suco, pois é rico em cálcio e age diretamente no tratamento da dor.

Em casos de cuidados com a pele, como queimaduras e problemas de espinhas, o suco também é indicado. Por apresentar muitos antioxidantes em sua composição, é capaz de prevenir rugas, além de atuar como um particular remédio natural.

Vale ressaltar o grande poder que o suco tem em conter sangramentos internos.Age como diurético e por esses motivos é muito indicado em tratamentos de ácido úrico e infecções, principalmente, urinárias.
Tem a incrível capacidade de atuar como relaxante e reduz consideravelmente as chances de desenvolver problemas como artrite e artrose.

Sem contra indicações

Para quem sofre de problemas de hipertensão e afins, o suco é um excelente aliado. Por ser fonte de potássio, atua diretamente na diminuição de sintomas como tontura, dores de cabeça, depressão, ansiedade e até mesmo estresse.

Só tenha cuidado! O consumo excessivo do suco de limão pode lhe causar problemas no estômago devido à grande acidez. Por isso, beba-o moderadamente!

Fonte: Melhor com Saúde.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Feijão preto ou branco: Qual é o melhor ? Entenda as diferenças

Um dos ingredientes mais presentes nas mesas dos brasileiros, o feijão é sinônimo de força nutricional.Seja no almoço, ao lado do arroz, numa sopa de jantar, na feijoada de domingo ou até na saladinha, essa leguminosa é um dos elementos mais consumidos e utilizados em nossa culinária cotidiana. Contudo, dependendo da região do país, a variação do alimento é um destaque à parte: enquanto uns estados utilizam o feijão branco outros rincões do Brasil preferem o preto em suas receitas.

Tanto nos tipos brancos como os pretos, o feijão é uma leguminosa rica em proteínas, carboidratos complexos, vitaminas do complexo B, ferro, cálcio, potássio, bem como compostos bioativos e fibra alimentar que auxilia no funcionamento intestinal, reduz a absorção de colesterol e glicose. Esses nutrientes são muito importantes, pois ajudam na regulação da pressão arterial, na reparação e construção muscular, reforça o sistema imunológico e ajuda na prevenção da anemia, entre outras funções.

O Guia Alimentar da População Brasileira (2006), recomenda o consumo diário de 1 porção de leguminosas (feijões), equivalente a 1 concha.

Feijão preto ou branco? Qual é o melhor para a saúde?

Seja preto ou branco, o feijão é um grão extremamente rico em substâncias que reforçam as defesas do corpo, melhoram o trânsito intestinal, entre outros benefícios. Mas, além da cor, há alguma diferença entre eles? Para responder essas frequentes dúvidas, entrevistamos a nutricionista Lidiane Gomes.

- Qual tipo de feijão é melhor? Preto ou branco?

"Ambos os feijões são parecidos e interessantes para a saúde, o ideal é variar os tipos para obter seus nutrientes e evitar uma alimentação monótona"

- Quais são as principais diferenças entre os dois tipos?

"O feijão preto é muito consumido em todo o país, principalmente nas tradicionais feijoadas. É o mais rico em ferro. Já o feijão branco é rico em faseolamina, nutriente que impede a absorção do carboidrato para ser transformado em açúcar. Ele pode ser utilizado para preparar sopas ou saladas e é muito utilizado em dietas para o emagrecimento e é quem proporciona maior sensação de saciedade."

Fonte: Conquiste a sua vida.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Comer sementes de tomate faz mal à saúde? verdade ou mito ?

Altamente cultivado e consumido no mundo inteiro, o tomate possui apenas 21 calorias a cada 100 gramas e contém vitaminas A, B1, B2, B6 e C, além de folatos, potássio, ferro, magnésio e fósforo.

O tomate é, ainda, um dos alimentos mais ricos em licopeno, substância antioxidante e anticancerígena que impede a oxidação das células da próstata e impede a ação prejudicial dos radicais livres.

Mas você já ouviu falar que a semente de tomates faz mal para os rins? Será que isto é mesmo verdade?

Sementes de tomate não fazem mal para os rins

Algumas pessoas, quando “filtram” o sangue, acumulam cristais que se depositam e ficam grandes, formando as “pedras” nos rins, que doem bastante. Mas a semente de tomate não produz os cristais. Trata-se de um mito.

As sementes de tomate também não aumentam as chances de desenvolver doenças renais, mas, se você já tem pedras de oxalato de cálcio nos rins, o recomendado é retirar as sementes do tomate antes de comer o fruto.

Mitos e verdades sobre as sementes de tomate

Sementes de tomate pioram a crise de diverticulite

Verdade: As sementes de tomate pioram a crise de diverticulite, mas não aumentam os riscos de ter o problema ou de iniciar uma nova crise. Assim sendo, as sementes podem ser consumidas tranquilamente quando a doença estiver controlada.

Sementes de tomate ajudam a afinar o sangue

Verdade: O gel que recobre as sementes de tomate auxilia na prevenção de coágulos no interior dos vasos sanguíneos, protegendo o organismo de problemas como infarto e AVC.

Além disso, o tomate também ajuda a prevenir o colesterol alto e doenças cardíacas.

Sementes de tomate são proibidas na gota

Mito: As sementes do tomate podem ser consumidas pelos indivíduos que têm gota, pois o fruto contém pouca quantidade de purina, substância que participa na formação do ácido úrico.

Sementes de tomate fazem mal para o pâncreas e a vesícula

Mito: O tomate e as suas sementes contribuem para a boa saúde do pâncreas e da vesícula, pois auxiliam no bom funcionamento do sistema digestivo e na eliminação de toxinas.

Tomate protege contra o câncer de próstata

Verdade: O tomate é importante para prevenir diversas doenças, inclusive alguns tipos de câncer, como o de próstata e de cólon, devido a substâncias antioxidantes como o licopeno e a vitamina C.

Tomate tem muito agrotóxico

Verdade: O fruto está entre os 10 alimentos com maior concentração de agrotóxicos.

Fonte: Remédio Caseiro

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Entenda por que as frituras fazem mal ao coração

Quem diria que a imergir alimentos no óleo a altas temperaturas, ao invés de cozê-los ou assá-los, seria tão irresistível? As frituras são sucesso não apenas na cultura brasileira, com suas coxinhas e pastéis, mas mundo afora. Frangos crocantes nos Estados Unidos, tempurá no Japão e por aí vai. Por ser tamanha unanimidade, deve receber atenção redobrada quando o quesito é saúde. Mas afinal, por que elas fazem tão mal?

As frituras atuam em diversos processos maléficos para o organismo. Favorecem a formação de substâncias cancerígenas, causam inflamações, má absorção de nutrientes, diminuição da fertilidade, levam ao acúmulo de gordura abdominal e, claro, elevam o risco de doença cardiovasculares. Isso porque os óleos utilizados, quando submetidos a alta temperatura, têm suas características químicas alteradas, transformando-se em gorduras que frequentemente se acumulam nos vasos sanguíneos, obstruindo a passagem do sangue e afetando gravemente o funcionamento do coração. O processo ainda causa aumento da quantidade de colesterol ruim (LDL) no óleo e faz com que ele fique ainda mais gorduroso e prejudicial.

Excluir permanentemente? Não precisa tanto 

Não é preciso riscar para sempre esse tipo de alimento da sua dieta, mas consuma o mínimo possível, e quando for preparar, o tipo de óleo pode torná-lo um pouco menos prejudicial ao seu coração. Alguns têm a capacidade, inclusive, de proteger o coração e controlar o colesterol, pois possuem gorduras insaturadas que ajudam a diminuir os níveis de colesterol e a pressão arterial, sem contar que são antioxidantes, antiinflamatórios e imunoestimulantes. Fazem parte dessa lista os óleos de canola, de oliva e de soja. Escolha as versões que são prensadas a frio e que não são refinadas, pois elas mantêm os nutrientes naturais. Atenção: éimportantíssimo que ele não seja aquecido a ponto de soltar fumaça, ponto em que é liberada a acroleína, substância tóxica.

Mas para quem quer e consegue seguir à risca uma vida saudável não tem jeito: a melhor opção é trocar as frituras pelos grelhados, método ideal para alimentos como peixes, frangos e alimentos com cortes mais finos.

Fonte: Coração Alerta

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Segurar espirro pode ser prejudicial à saúde

Existem diversas formas de diferenciarmos as pessoas uma das outras, e uma delas é através de seu espirro. Enquanto algumas parecem fazer dessa reação uma fonte de expurgar tudo que há de ruim dentro delas com um gigantesco barulho, outras preferem segurá-lo, espirrando de maneira silenciosa e discreta.

Também existem aquelas que praticamente internalizam o espirro. Mas segurar o espirro é prejudicial à saúde? Estudos comprovam que sim, é possível ter diversos tipos de problema se você não o liberar com toda sua potência.

O médico otorrinolaringologista Michael Benninger explica que já atendeu vários pacientes que tiveram o tímpano perfurado depois de segurarem o espirro. Benninger diz que eles podem existir em diversas potências e chegam a ser expelidos a até 800 km/h. Ao canalizar essa força para dentro de seu corpo, diversas estruturas podem se danificar.

“O espirro pode limpar o nariz de substância irritantes, como vírus”, explica Benninger. E ele diz que isso “pode acontecer”, já que não existem estudos que comprovem outra função do dito cujo. Além disso, a forma de seu rosto e nariz, a sua cultura e a capacidade de seus pulmões determinam como são esses fenômenos. Segurar um espirro pode fraturar sua laringe, intensificar dores na coluna e no nervo facial, além de causar retração da musculatura de diversas partes de seu corpo. Dificilmente isso leva à morte, mas não é impossível.

Espirrando corretamente

Além disso, o médico indica que é necessário “cobrir” a boca na hora de espirrar, para não projetar as substâncias causadoras do espirro, como os vírus, para uma determinada área. Porém, isso não deve ser feito com as mãos, pois tudo que você tocar depois do espirro será contaminado por essas substâncias. O ideal é cobrir a boca com a dobra de seu braço, principalmente se você estiver com uma roupa de manga comprida, que vai absorver os “malefícios” que seu corpo está expelindo.

Fonte: Com informações do Megacurioso

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Os benefícios do leite de cabra são grandiosos e muito vantajosos

Os Benefícios do Leite de Cabra Para Saúde são grandiosos e muito vantajosos. Pois, Mesmo que o leite de vaca seja mais popular, o leite de cabra é realmente um dos alimentos mais perfeitos disponíveis para os seres humanos, pois sua estrutura química é muito semelhante ao leite materno. Se você estiver consumindo leite, o leite de cabra pode ser uma opção mais saudável do que o leite de vaca. 

Ossos fortes: Porque oleite de cabra é uma excelente fonte de Cálcio, que é um bom ingrediente para usar se você quer fortalecer seus ossos. Se você tem uma alergia ao leite tradicional ou você é sensível ao leite de vaca, Leite de Cabra pode ser uma ótima alternativa para diminuir os sintomas. O cálcio também protege o corpo contra as células de câncer, perda de massa óssea, e os sintomas da SPM.

Benefícios do Leite de Cabra Para o Coração: Graças ao elevado nível de potássio presente no Leite de Cabra, ele se torna muito útil para um bom funcionamento do coração. Além disso, Ele ajuda a regula a pressão arterial, reduz o risco de acidente vascular cerebral e ajuda a prevenir a aterosclerose.

Toxicidade: A grande parte do leite de vaca que consumimos tem muitos hormônios que não são gerados de forma natural, isso é porque se produz em massa. No caso das cabras isso não acontece porque não se bebe tanto, por isso é menos tóxico, mais natural.

Leite de Cabra Contém Mais Cálcio: O Leite de Cabra contém naturalmente cerca de 20% de cálcio a mais do que o leite de vaca e 100% a mais do que as bebidas à base de soja. O cálcio é indispensável para o fortalecimento dos ossos e a prevenção de doenças como a osteoporose.

Benefícios do Leite de Cabra Para Perda de Peso: O Leite de cabra é uma excelente fonte de proteínas, o que pode torná-lo uma grande bebida, se você está tentando perder peso. Porém, Lembre-se que ele é rico em calorias, por isso você não dever exagerar. Mas consumir um pouco de Leite de cabra depois de cada refeição pode ajudar você a queimar gordura mais rapidamente. 

Leite de Cabra é uma Fonte de Energia: A proteína e a Riboflavina presente no Leite de cabrasão ambos grandes substâncias que aumentam os níveis de energia. Se você achar que está se sentindo com falta de energia ou você sempre se cansar durante as tardes, tente adicionar o Leite de cabra em sua dieta.

Benefícios Digestivos: O Consumo de leite de cabra cru é mais fácil de digerir do que o leite de vaca, e existe uma diferença real na estrutura das moléculas. Muitas pessoas são intolerantes ao leite de vaca, sem perceber e mudar para leite de cabra pode ser benéfico para a sua digestão.

Sistema Imunológico: O Leite de cabra também contém Selênio, um mineral que ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Já sabemos que é melhor prevenir do que remediar, por isso, se tivermos um sistema imunológico forte não teremos que lutar.

Um dos alimentos mais nutritivos: O Leite de cabra é um alimento completo. Ele é rico em vitaminas, proteínas e sais minerais. Uma pesquisa realizada por universidades brasileiras em 2007 elegeu os 12 alimentos mais nutritivos do país. O leite ocupou o 3º lugar, com destaque para o leite de cabra, que contém qualidades nutritivas superiores às do leite de vaca.

Leite de Cabra Ajuda a Controla o Colesterol: O Leite de cabra possui 20% menos colesterol do que o leite de vaca. O aumento do teor de ácido linoléico conjugado (CLA) do leite de cabra pode reduzir riscos de doenças como o colesterol alto e a glicose no sangue. O CLA é um nutriente encontrado na alimentação que está presente principalmente nas carnes, aves, ovos, leite e derivados.

Fonte: Dicas de Saúde

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Pessoas que comem chocolate possuem coração mais saudável

Um estudo da Universidade de Aberdeen revelou que pessoas que comem chocolate com regularidade possuem menos chances de desenvolvem problemas cardíacos.

Os pesquisadores também mostraram que não existem evidências de que o chocolate deva ser reduzido dentro da dieta alimentar por conta de risco cardiovascular. As conclusões foram listadas a partir de um acompanhamento de 20.951 pessoas durante 12 anos. O estudo foi publicado na revista Heart.

O chocolate é comprovadamente um alimento rico em flavonóides, composto de origem vegetal que oferece proteção aos seres humanos contra doenças do coração. Ainda não existe uma explicação científica que confirme as razões pelas quais o chocolate pode ser tão bom para o coração humano, mas os pesquisadores já sabem, com certeza, que o doce, quando consumido dentro de uma dieta saudável e com moderação, pode apresentar um comportamento positivo para a saúde cardiovascular.

Resultados positivos do chocolate

Durante a pesquisa, os participantes que comiam chocolate tinham um índice de massa corporal menor, além de pressão arterial normal, duas características que naturalmente reduzem riscos cardíacos. Além disso, é possível afirmar que as pessoas que consumiam mais chocolate tinham também uma tendência a manter bons hábitos de vida e para saúde.

O estudo mostrou que o maior consumo de chocolate estava associado a 11% menos risco de problemas no coração e 25% menos incidência de morte por doenças relacionadas ao sistema cardiovascular. De acordo com os autores da pesquisa, ainda são necessários mais estudos para entender melhor a correlação entre o consumo de chocolate e a existência de um coração mais saudável. Além disso, pesquisas extras também poderão indicar quais são os mecanismos biológicos que agem positivamente no organismo com o consumo de chocolate.

Os pesquisadores também alertaram que essa indicação benéfica do chocolate não é válida para todas as pessoas, com restrições para cidadãos com sobrepeso ou diabetes, por exemplo. Os cientistas ainda indicaram que os possíveis benefícios do chocolate estão relacionados tanto ao consumo de chocolate amargo quanto à ingestão de chocolate ao leite.

No caso do chocolate ao leite, os pesquisadores afirmaram que os benefícios podem ter ligação com a presença de cálcio e ácidos graxos do leite, substâncias que são muito importantes para a saúde humana.

Fonte: sitedecuriosidades.com

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Maçã assada ou cozinhada combate problemas gastrointestinais

A maçã ajuda a controlar certas doenças como diabetes, melhora a digestão, contribuindo para um melhor aproveitamento dos nutrientes e é indicada para quem deseja emagrecer, porque é rica em fibras e tem poucas calorias.

Além disso a maçã é rica em antioxidantes, água e vitaminas, e por isso a maçã tem os seguintes benefícios para saúde:

  1. Diminuição do colesterol ruim;
  2. Controle da diabetes, porque tem baixo índice glicêmico;
  3. Ajuda a emagrecer, porque tem poucas e tem água e fibras que diminuem o apetite;
  4. Melhora a prisão de ventre, porque as fibras solúveis desintoxicam o aparelho digestivo;
  5. Aliviar as dores de gastrite e cicatrizar úlceras gástricas, pois as fibras formam um gel que protege a mucosa do estômago.

Uma forma fácil de consumir esta fruta é comer a maçã na sua forma natural, adicionar a maçã na salada de frutas ou fazer um suco. Veja uma boa receita em: Suco de maçã para emagrecer.

Como utilizar a maçã para aproveitar seus benefícios

A maçã é uma fruta muito nutritiva que pode ser utilizada de variadas formas:

  1. Maçã cozida ou assada - útil principalmente em caso de problemas gastrointestinais como vômitos ou diarreia
  2. Maçã crua com casca - ajuda a diminuir o apetite pois tem muitas fibras e a regular o intestino
  3. Maçã crua sem casca - indicado para prender o intestino
  4. Suco de maçã - ajuda a hidratar, regular o intestino preso e diminuir o apetite porque tem uma fibra chamada de pectina que fica no estômago mais tempo aumentando a saciedade
  5. Maçã desidratada - ótima para as crianças, pois tem uma textura mais crocante que pode ser usada como substituto da batata frita, por exemplo. Basta colocar a maçã no forno com temperatura baixa, cerca de 20 minutos até ficar crocante
  6. Chá de maçã - melhora a digestão e alivia a prisão de ventre. A casca da maçã também pode ser adicionada em chás menos saborosos como chá de quebra-pedra ou hipericão para dar um sabor mais agradável

Comer 1 maçã por dia no café da manhã, como sobremesa ou nos lanches é um ótima forma de aproveitar todos os seus benefícios, garantindo mais saúde. 1 maçã média tem aproximadamente 130 g e 74 calorias.

Benefícios da maçã para a pele

Os benefícios da maçã para a pele inclui diminuir as rugas e a flacidez da pele porque a maçã é rica em antioxidantes que vão combater o envelhecimento da pele.

A maçã tem vitamina A, E e C que são antioxidantes e vão ajudar a combater os radicais livres que são formados pelo envelhecimento, poluição e má alimentação. A vitamina C vai também ajudar na produção de colagênio que mantém a rigidez da pele.

Fonte: Tua Saúde.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez