Logotipo R10
Omelete: Pesquisa mostra que ingredientes são ricos em nutrientes

Não são poucos os benefícios que uma dieta rica em proteínas oferece para uma pessoa: o nutriente promove a construção e recuperação dos músculos, oferece saciedade ao organismo, melhora a densidade óssea e diminui os riscos do desenvolvimento de osteoporose, auxilia a função cerebral, contribui com a redução da pressão arterial, além de já ter sido relacionado com a melhoria da qualidade do sono.

Entre os diversos alimentos que fornecem o nutriente está o ovo, que possui aproximadamente 6,5 g de proteínas em sua composição.

Outro fator que colabora para a inclusão desse alimento na dieta é que além dele não ser muito calórico – são 77 calorias por unidade – ele pode dar origem a receitas práticas e saborosas, como a omelete, por exemplo.

Fonte: R7.com

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Caju: 5 benefícios dessa poderosa fruta para a saúde

O caju é rico em diversas substâncias, ele proporciona ao organismo uma potente proteção que vai de pequenos problemas como gripes e febres aos mais complexos como o câncer.

Ela é vistosa, macia, suculenta e, acima de tudo, saudável! Uma das frutas símbolo da tropicalidade brasileira, o caju – muito consumido através de seu tradicional suco - carrega um verdadeiro arsenal de nutrientespara a nossa vida! Rico em diversas substâncias essenciais ao corpo, ele proporciona ao organismo uma potente proteção que vai de problemas mais simples como gripes e febres aos mais complexos como o câncer.

Por isso, o caju é uma excelente opção para agregar nutrientes à dieta, seja ela de perda de peso e/ou emagrecimento, e pode ser consumido de diversas formas: fresco, como suco, cozido com curry, fermentado em vinagre, em forma de molho-tipo chutney- e até mesmo, acompanhando drinques. A nutricionista Liliam Teixeira nos apresenta cinco benefícios essenciais do consumo de caju para a nossa vida.

1 – Fortalece sistema imunológico, sangue e ossos: A vitamina C é uma de suas riquezas. Segundo a Dra. Liliam, sua composição é, em média, cinco vezes maior do que na laranja, o que dá reforço significante ao sistema imunológico. "O caju amarelo é o mais rico em vitamina C, tendo em torno de 220 mg por unidade", revela a especialista.

Além da vitamina c, que já é conhecida por fortalecer nosso organismo, a fruta também contém zinco, que desempenha um papel vital no fortalecimento do sistema imunológico contra infecções e na cicatrização de feridas, e é extremamente importante durante a gravidez para o crescimento da criança. E, para completar, o caju e ainda tem ferro e cálcio, minerais eficazes de combate à anemia e fortalecimento dos ossos.

2 – Protege o coração: O teor de gordura do caju é menor do que a maioria das outras frutas e, por isso, é ótimo para a saúde do coração. Segundo estudos, ela ajuda e reduzir os níveis de triglicerídeos, que, quando elevados, aumentado a incidência de doenças cardíacas. As castanhas de caju também são ricas em antioxidantes, que diminuem o risco de doenças cardiovasculares.

3 – Previne e combate o câncer: O caju tem muitos flavonoides, pigmentos que possuem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, antimicrobianas, antitumorais, ateroscleróticas, entre outras: "Ela é rica em licopeno e betacaroteno, que ajudam na prevenção de alguns tipos de câncer, assim como o cardanol e o ácido anacárdico", destaca Liliam.

De acordo com pesquisas, esses compostos que inibem a proliferação de tumores atuam diminuindo o "estresse oxidativo" e com isso evitando e combatendo vários tipos de câncer, como o de mama, cólon e próstata.

4 – Deixa Pele e Cabelo mais jovens e bonitos: O caju é rico no mineral cobre, que faz parte de muitas enzimas como a tirosinase, que converte a tirosina em melanina, o pigmento que dá ao cabelo e à pele a sua cor. Sem o cobre, essas enzimas não conseguiriam fazer seu trabalho e a pele e cabelo perderiam o viço.

Os antioxidantes contidos no caju ajudam proteger as células do envelhecimento provocado pelos radicais livres, mantendo a aparência como um todo jovem por mais tempo.

5 – Dá mais disposição: Para atletas de exercícios de resistência, o caju é um alimento indispensável. Ele é rico em aminoácidos de cadeia ramificada (conhecidos como BCAA), que aumentam a capacidade de utilização da gordura como fonte de energia e assim melhorando a capacidade física. O BCAA aumenta o glicogênio hepático e muscular, o que culmina numa maior utilização da gordura como fonte energética durante o exercício.

Fonte: Site Conquiste sua Vida

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Os 7 Benefícios do Sapoti para Saúde e para o nosso organismo

Sapoti é uma fruta extremamente saudável é repleta de nutrientes e muito benefícios para saúde. Sapoti É uma fruta doce com carne macia por dentro. Na Índia, é conhecida como Chikoo. Sapoti é rica em nutrientes que o torna saudável, Os Antioxidantes no Sapoti combatem os radicais livres ativamente o câncer, inflamação e envelhecimento. A vitamina A é altamente benéfico para os olhos. é as Fibra previnem a constipação. Leia mais sobre os Benefícios do Sapoti para saúde!

Benefícios do Sapoti para os Olhos:

 O Sapoti é rico em vitamina A que faz ser altamente benéfico para a saúde dos olhos. A vitamina dar uma melhor nutrição para os olhos e ainda proteger contra danos da retina. A vitamina C também é altamente benéfico para os olhos. Como a vitamina C é um poderoso antioxidante, que protege os olhos dos danos na retina provocados pelos os radicais livres.

Benefícios do Sapoti para Imunidade:

 Sapoti é uma rica fonte de vitamina C. 100g Sapoti contém 14,7 mg que é igual a 24,5 da dose diária recomendada (RDA) de vitamina C. Como a vitamina C é um poderoso antioxidante, é eficaz para aumentar a imunidade. Ele também contém tanino que tem propriedade antiviral e antibacteriana. Portanto, comer ao Sapotipode aumentar a sua imunidade, portanto terá uma forma eficaz de combate o frio, gripe e proteção contra infecções.

Benefícios do Sapoti para digestão:

 Sapoti é rica em fibra solúvel (100 g contêm fibras 5,3 g). A fibra solúvel é necessário para melhorar a digestão. É altamente recomendado para prevenir e curar a constipação. Também é altamente eficaz em proteger contra a infecção do trato digestivo. Portanto, comer Sapoti pode ser altamente benéfico para o sistema digestivo.

Benefícios do Sapoti combate ao Câncer: 

Como você deve estar sabendo que Sapoti é rica em vitamina C, vitamina A e Antioxidante. É altamente benéfico para proteger os danos celulares dos radicais livres. Os radicais livres destrói ativamente célula normal para mudar sua funcionalidade. Mas antioxidante neutraliza esses radicais livres para evitar mais danos.

Rico em fibras e antioxidantes protegem contra câncer do cólon e da cavidade oral. Também é altamente benéfico na proteção de outro tipo de câncer.

Benefícios do Sapoti para os Ossos: 

Sapoti também é saudável para manter os ossos saudáveis.

Benefícios do Sapoti contra o Envelhecimento:

 O envelhecimento é um problema comum que está se espalhando muito rápido. É devido a radicais livres produzidos devido ao estresse oxidativo. Os radicais livres destroem as células da pele. Devido a esta degeneração da pele ocorrem qual é responsável por rugas. Mas provou-se que os antioxidantes ajudam a combater o envelhecimento. Portanto, comer Sapoti pode ajudá-lo a combater o envelhecimento precoce.

Benefícios do Sapoti contra Anemia:

 Sapoti é uma rica fonte de muitos nutrientes. Ele tem uma boa quantidade de ferro, fósforo, ácido fólico, etc Estes nutrientes provar ser benéfico na produção de novas células do sangue. Com o aumento da produção de novas células do sangue você pode ficar protegido de anemia.

Concluindo: Sapoti é uma fruta saudável, com muitos benefícios à saúde. Incluindo frutas em uma dieta é altamente benéfico. Dieta saudável pode mantê-lo longe de sua maioria todas as doenças. Então, colher seus benefícios.

Fonte: Site Dicas de Saúde

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Beber leite deixa a pele e os cabelos mais saudáveis

Quando falamos sobre o leite e seus benefícios, já imaginamos algo relacionado à alimentação. Mas essa bebida, presente em nossas vidas desde o nascimento, pode ir muito mais além e se tornar uma grande aliada no universo da beleza.

Usar leite é um grande truque para deixar a pele e os cabelos mais bonitos. Além de ter ótimas propriedades nutricionais, ele é capaz de hidratar, retardar o envelhecimento e até melhorar a aparência oxidada. Veja algumas dicas dadas por especialistas e acrescente o produto à sua rotina de beleza:

Pele do rosto

A bebida é comporta por ácido lático, que auxilia na renovação celular e retarda o envelhecimento da pele. “Pela sua composição, rica em nutrientes, o leite de cabra ou vaca é indicado para peles em processo de envelhecimento, ou seja, a partir dos 30. Mas atenção, não indico para peles muito oleosas”, diz esteticista Denise Finamori, do Crystal Hair.

Olheiras

Usar uma compressa com leite gelado pode ajudar amenizar as terríveis olheiras e o inchaço na região dos olhos. Molhe algodão no produto e deixe no local durante 10 minutos - você conseguirá ver os efeitos imediatamente.

Pele do corpo

Ele também pode ser usado em banhos, já que o poder de amaciar, embelezar e hidratar a pele é muito grande.“Em um banho de imersão é um verdadeiro bálsamo de bem-estar, que nutre e hidrata a pele por completo”, explica a naturóloga Mariana Vitte Nardi do W Spa. 

Mãos e pés

Para deixar as mãos mais macias, deixe-as mergulhadas em leite morno por alguns minutos e depois enxágue com água para remover. Para combater a rachadura nos pés, é só fazer a seguinte receita caseira: deixe os pés em um recipiente com leite morno por 10 minutos para deixar a região mais macia. Faça uma mistura de açúcar mascavo e mel, massageando a região afetada. Depois, mergulhe novamente no leite e deixe por mais meia hora antes de enxaguar com água. Finalize com um creme hidratante de sua preferência.

Cabelo

Para tirar aquela aparência esverdeada dos cabelos loiros ou devolver o brilho aos cabelos, a bebida também é uma excelente amiga - principalmente no verão. Segundo o hairstylist Rudi Werner, do Werner Coiffeur, quando a água do mar e piscina são vilões para os fios, o leite pode ajudar muito no processo de oxidação do fio. “Durante o banho, molhe os cabelos com ele e deixe agir por vinte minutos. Repita o procedimento e faça isso durante uma semana. Além de recuperar o brilho e tirar o esverdeado, o ingrediente ajuda a hidratar as madeixas”, ensina o expert.

Fonte: iG

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Saiba como consumir ketchup de forma correta

Nós conhecemos aspectos do lado ruim do condimento, que mostram como o ketchup faz mal à saúde. No entanto, não podemos deixar de lado o fato que o principal ingrediente do produto, o tomate, traz benefícios à saúde.

Conforme o médico ortomolecular Wilson Rondó Jr. afirmou, o tomate é rico em licopeno, uma substância com ação antioxidante que oferece proteção às células. Isso significa que ele pode colaborar com a beleza da pele, evitar doenças cardiovasculares, problemas visuais e inclusive o câncer.

Para passar longe dos perigos do ketchup, a recomendação é controlar o consumo, acrescentando uma quantidade pequena à refeição por vez, sem exagerar na porção. Além disso, outra tática importante é procurar versões mais saudáveis do condimento como as orgânicas ou caseiras que tragam uma quantidade mais baixa de açúcar, sódio e conservantes.

Até porque no processo de produção do ketchup os tomates costumam ser cozidos, ter a sua pele e sementes reduzidas e, então, cozidos novamente. Todo o processo é feito a uma temperatura muito alta e dura várias horas, o que elimina boa parte das vitaminas e minerais encontrados nos tomates. Daí a importância de se encontrar um ketchup que seja produzido de modo que os seus principais nutrientes sejam preservados.

Fonte: Mundo Boa Forma.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Salsicha Faz Mal à Saúde?

23 de fevereiro de 2017 10:19h Categoria: Dicas de Saúde Comentários ()
Salsicha Faz Mal à Saúde?

Protagonista do saboroso cachorro-quente, a salsicha também aparece em receitas de macarrão, bolinhos, tortas, enroladinhos, muffin, arroz de forno, escondidinho, panqueca, salda, suflê, rocambole, fritada, lasanha e wrap, por exemplo.

O ingrediente traz consigo as vantagens de ser barato e de poder ser preparado de maneira rápida. Mas será que podemos comer a salsicha tranquilamente e à vontade? Ou o consumo de salsicha faz mal e traz perigos à saúde, devendo ser feito com cuidado?

Salsicha faz mal a saúde ?

É importante saber que se trata de um alimento embutido, ou seja, é formado por carne picada e condimentada e envolvida em um produto sintético ou de origem animal. Para terem maior duração, esses alimentos são modificados quimicamente.

Um dos graves problemas em relação aos alimentos embutidos é o fato de eles carregarem um teor alto de gorduras saturadas, que estão associadas ao aumento dos níveis de colesterol e a elevação do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Para ter uma noção, uma porção de 100 g de salsicha apresenta 9 g de gorduras saturadas.

Os embutidos como a salsicha também são abundantes em aditivos. Esses aditivos deixam o fígado sobrecarregado, devido ao fato de que o órgão não consegue eliminá-los da maneira apropriada.

O problema com o Sódio

Outro aspecto que reforça a afirmação de que a salsicha faz mal à saúde é o seu teor de sódio – são encontrados 848 mg do mineral em cada porção de 100 g do alimento. Nos embutidos, o sódio é o principal ingrediente utilizado para aumentar a sua duração.

No corpo humano, o mineral auxilia a contração muscular, a transmissão de impulsos nervosos, trabalha na regulação da pressão arterial, age no equilíbrio dos fluidos corporais e atua na manutenção de níveis regulares de pH sanguíneo, o que é um indicador da boa saúde.

Entretanto, quando é consumido em excesso, o sódio prejudica bastante a saúde do organismo. Ele aumenta os riscos de desenvolvimento de problemas como pressão arterial alta, retenção de água, aumento do volume sanguíneo – o que dá mais trabalho para o coração na hora de mover esse sangue e gera mais pressão às artérias –, doença no coração, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca.

A orientação é que um adulto saudável não ultrapasse o consumo diário de 2,3 mil mg do mineral diariamente. No entanto, para os indivíduos diagnosticados com hipertensão, a ingestão máxima deve ser ainda mais restrita: não pode ser maior que 1,5 mil mg.

Como vimos, a salsicha é lotada de sódio, o que torna bastante difícil não consumir mais sódio do que o adequado e coloca a saúde em risco. Por isso, podemos afirmar que a salsicha faz mal à saúde neste âmbito.

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia) trouxe um dado alarmante em relação ao consumo do sódio por parte dos brasileiros: 24% da ingestão de sal – que contém 2.000 mg de sódio em cada porção de correspondente a uma colher de chá cheia – feita pela população do nosso país é oriunda de alimentos industrializados, especialmente os embutidos.

A salsicha diminui o tempo de vida

Uma pesquisa mostrou como pode ser grave a maneira pela qual a salsicha faz mal à saúde. O estudo, que foi realizado por pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, e divulgado no British Medical Journal (Jornal Médico Britânico, tradução livre), identificou que a cada salsicha que uma pessoa consome, ela perde 15 minutos de vida.

A justificativa para tal fato é que a ingestão exagerada de carnes embutidas, como é o caso da salsicha, aumenta os riscos de desenvolvimento de câncer, principalmente de câncer colorretal.

Segundo reportagem de outubro de 2015 do The Guardian, alimentos como a salsicha, o presunto e o bacon foram apontados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como a maior causa do câncer, na mesma categoria que os cigarros.

Os perigos das carnes processadas


A salsicha também é classificada como uma carne processada, uma categoria de alimentos que está associada a diversos problemas de saúde.

De acordo com o Authority Nutrition, a ingestão elevada de carnes processadas está ligada ao aumento do risco de desenvolvimento de uma série de doenças crônicas. A lista inclui: pressão arterial alta, doença no coração, câncer no estômago, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e câncer no intestino.

A salsicha é calórica

Estar acima do peso não é um bom sinal para a saúde e está associado a problemas de saúde como diabetes, pressão arterial alta, doença no coração, derrame, câncer, apneia do sono, osteoartrite (condição que causa dor e rigidez nas articulações), doença hepática gordurosa, doença crônica nos rins e problemas na gravidez, como pressão alta, níveis altos de glicose no sangue e resistência à insulina.

E além de todos os prejuízos já listados que sustentam que a ingestão de salsicha faz mal, ela também é um alimento calórico: existem 301 calorias em cada porção de 100 g do embutido.

Se levarmos em conta que raramente a salsicha é consumida desacompanhada e que costuma aparecer ao lado de pães brancos, queijos, batata palha, maionese, ketchup e outros molhos, não fica difícil concluir que esse número aumenta ainda mais.

Logo, quem come lanches com salsicha regularmente fornece um grande número de calorias ao seu corpo, o que favorece o aumento de peso e o desenvolvimento de doenças associadas aos quilos em excesso.

Fonte: Mundo Boa Forma

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Descubra os benefícios do maxixe e suas propriedades nutritivas

O maxixe, de nome científico cucumis anguria L., é uma hortaliça originária da África e trazida para as terras brasileiras pelos escravos. Não muito familiar para a maioria das pessoas que vivem no Sul e Sudeste do Brasil, o maxixe é bastante popular no Norte e Nordeste do país.

Com poucas calorias, esta hortaliça é fonte de minerais e pode ser usada no preparo de sucos, saladas e pratos como farofas e refogados.

Propriedades e benefícios

O maxixe contém uma série de nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, como o betacaroteno, as vitaminas do complexo B e C, e minerais como o zinco, cálcio, ferro, fósforo, magnésio e sódio.

O zinco é um mineral importante para o funcionamento adequado de todos os tecidos do corpo e para o metabolismo do açúcar e de proteínas. Devido à presença de zinco, o maxixe auxilia na prevenção e no combate aos distúrbios da próstata, reduz a concentração do “mau” colesterol (LDL), atua na cicatrização de diversos ferimentos e elimina manchas brancas nas unhas.

Além disso, esta hortaliça também pode ser útil no tratamento de casos de cálculo renal, hemorróidas, inflamação dos rins e vômitos.

Devido à grande concentração de sais minerais e vitaminas, o maxixe também pode ajudar no funcionamento do metabolismo das proteínas e no fortalecimento do sistema imunológico.

Fonte: Site Remédio Caseiro.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Estudo afirma que vitamina D protege contra gripes e resfriados

Tomar mais vitamina D pode proteger contra resfriados, gripes e outras infecções respiratórias, afirmou um estudo publicado nesta quinta-feira, que reabre o debate sobre a utilidade dos suplementos nutricionais.

Um estudo sobre 25 testes clínicos realizados em 14 países, alguns dos quais apontaram resultados contraditórios, descobriu "a primeira prova definitiva" da relação entre a vitamina D e a prevenção da gripe, afirmaram pesquisadores na revista "British Medical Journal" (BMJ).

Os efeitos são maiores nas pessoas que têm baixos níveis deste nutriente, que se encontra em alguns alimentos e é absorvido pelo corpo quando a pele se expõe à luz ultravioleta.

Muita gente, principalmente de países com climas frios e nublados, não tem vitamina D suficiente.

Durante anos, os estudos científicos defenderam conclusões opostas sobre este tema. Alguns deles demonstram que as pessoas com níveis baixos desta vitamina têm mais risco de sofrer fraturas ósseas, doenças cardíacas, câncer de cólon, diabetes, depressão ou Alzheimer. Para outros, não existe uma prova que corrobore este risco.

Este novo estudo, realizado pelos pesquisadores da Universidade Queen Mary de Londres com base em uma amostra gigantesca com 11 mil participantes, esclarece por que os suplementos parecem funcionar em alguns testes e não em outros.

"A conclusão é que os efeitos protetores dos suplementos de vitamina D são mais fortes nas pessoas que têm níveis mais baixos de vitamina D, e também quando o suplemento é fornecido diariamente ou a cada semana, mais que em doses espaçadas", disse o diretor da pesquisa, Adrian Martineau, em um comunicado.

Uma Hipótese 

A vitamina D protege contra infecções respiratórias, incluindo a bronquite e a pneumonia, ao aumentar os níveis de peptídeos antibióticos nos pulmões, segundo os cientistas.

Isto coincide com a observação de que resfriados e gripes são mais comuns no inverno e na primavera, quando os níveis de vitamina D são mais baixos. Também explica por que a vitamina D protege contra os ataques de asma, acrescentaram.

Em um editorial publicado com o estudo, os especialistas Mark Bolland e Alison Avenell afirmam que as conclusões devem ser consideradas como uma hipótese que requer uma confirmação científica.

Louis Levy, chefe de ciência nutricional do Public Health England (PHE), uma agência do serviço nacional de saúde britânico, compartilha a cautela da equipe de pesquisa.

"Este estudo não fornece provas suficientes para aconselhar a vitamina D como redutora do risco de infecções respiratórias", afirmou.

Outros especialistas são, no entanto, mais otimistas. O caso dos suplementos de vitamina D, ou outros complementos nutricionais, "agora é indiscutível", concluiu Benjamin Jacobs, do Royal National Orthopaedic Hospital.

Fonte: G1.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Cereais Integrais São Excelentes Para a Saúde

Se você é daquelas que não tem tempo de fazer um café da manhã reforçado, chegou o momento de mudar esse hábito. Afinal, esta é a refeição mais importante do dia e não deve ser ignorada.

E, nesses tempos atribulados, para enfrentar o cotidiano sem a presença indesejada do cansaço físico e mental, uma boa dica é fazer uso dos cereais integrais. Cereais são poderosos, além de possuírem alto teor de vitaminas e fibras, são uma rica fonte de energia.

Cereais integrais 

Os cereais integrais são considerados como um grão completo. Composto pelo farelo, endosperma e gérmen, cada um com seus respectivos nutrientes, acabam por se diferenciarem dos outros tipos de cereais, que não possuem estas camadas.

Na composição, além das fibras e vitaminas, diversas outras substâncias reforçam seu poder nutritivo como o cálcio, ferro e carboidratos complexos.

O resultado final é maior saciedade e intestino em dia, além de garantir disposição o dia todo. Isso, porque os hidratos de carbono somados às fibras e proteínas ajudam a atrasar a liberação de energia, deixando você muito mais ativo.

Por isso, na hora de escolher o que comprar para consumir nas primeiras horas da manhã, vale procurar produtos que trazem nas embalagens mix de grãos integrais como o trigo, aveia e milho, que não passam por processos de refinamento, preservando, assim, quantidades elevadas de nutrientes, como ferro, zinco e cobre.

Fonte: Dicas de Saúde.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

6 Lições que você precisa aprender para ter resultados reais na academia

Resultados são construídos com força de vontade, disciplina, dedicação. E com atenção aos detalhes.

Porque não adianta nada você comer bem, treinar pesado, dormir… se errar em coisas que parecem pequenas, mas têm impactos gigantescos.

A maioria desses detalhes você aprende na marra, errando, fazendo. E a gente vai te dar uma mão na roda, indicando alguns deles aqui, pra você não precisar errar para aprender.

Confira abaixo algumas lições que você precisa aprender para garantir que sua dedicação nos treinos e na dieta vão te dar os resultados que você espera.

1 - Fique a tento á pegada :

Uma pegada errada é capaz não só de arruinar o exercício, mas também de causar lesões sérias.

Por exemplo, se você fizer o supino com uma pegada mais aberta do que o recomendado, você vai forçar demais os seus ombros, e eles possivelmente vão pagar caro por isso.

Isso vale para a maioria dos exercícios, onde uma pegada que não esteja de acordo com sua capacidade física e técnica (e com carga envolvida) pode colocar tudo a perder.

Do outro lado da moeda, uma pegada adequada, ou uma variação de pegada na hora e do jeito certos podem aumentar os benefícios do treino.

Então, fique atento à esse detalhe. Se você não sabe qual a melhor pegada para determinado exercício, pergunte a um especialista. Não subestime a importância disso.

2 - Controle a carga :

Todo mundo quer levantar o maior peso possível, ter um recorde impressionante, chamar atenção na academia.

Demonstrações de força são realmente impressionantes, mas é certo que você não vai ligar a mínima para o quanto você levanta no supino quando arrebentar o ombro.

Além disso, forçar a barra para levantar o maior peso possível vai, quase com certeza, comprometer a execução do movimento e eventualmente colocar todo o seu esforço a perder.

É verdade que treinar no limite tem lá sua recompensa, mas o risco é alto e na maioria das vezes não vale a pena – a não ser, claro, que você esteja em um estágio MUITO avançado de treino.

Controle essa maldita carga e não tente dar um passo maior que a perna!

3 - O descanso é mais importante que você imagina :

Essa dica vale tanto para os iniciantes quanto para os avançados.

O iniciante vai querer resultados rápidos e isso vai fazê-lo pensar em treinar todos os dias, o tempo todo. Já o avançado, mesmo ciente da importância do descanso, vai ser vencido pela “sede de treinar” em várias ocasiões.

Não caia nessa. Tenha seus dias de folga da academia, deixe seu corpo descansar e seus músculos se recuperarem.

Se você treinar todo dia, com sessões intermináveis e muito intensas, você corre sérios riscos de entrar em “overtraining” e de catabolizar. Não é isso que você quer né?

A recuperação muscular é fundamental para o desenvolvimento do seu corpo, e para isso é preciso segurar a onda e descansar.

4 - Fazer aquecimento antes e depois do treino :

Isso significa sentar no tapetinho antes do treino e fazer poses de ioga ou alongamentos que você odeia? NÃO.

Existem várias formas de aquecer – e alongamento não é uma delas. Já falamos de uma muito eficiente aqui mas, de forma geral, é possível aquecer fazendo o mesmo exercício do seu treino, apenas com carga e série menores.

O fato é que aquecer pode ser um pouco chato, mas é fundamental para evitar lesões e para preparar seu corpo para um esforço intenso – e isso pode melhorar seus resultados significativamente.

5 - Faça uma uma boa variedade de movimentos :

Esqueça essas polêmicas. É bem verdade que existem casos em que um tipo de exercício é mais eficiente do que outro, mas, em geral, você deve fazer de tudo no seu treino.

Pode dar preferência para algum deles? Claro que sim, principalmente se quem chegou à essa conclusão foi um educador físico.

Mas priorizar é diferente de dar exclusividade. Então, faça um pouco de tudo, foque no que você mais gosta e no que é melhor para você e seus objetivos, mas não abra mão da variedade.

Diferentes estímulos oferecem benefícios em mais frentes e promovem ganhos maiores e mais rápidos.

6 - A competição e com você mesmo :

Musculação é um esporte individual. Se você vai entrar em modo competição com os caras ao seu redor (amigos ou não), pode apostar que isso não vai dar certo.

Você pode até se sentir recompensado e motivado por levantar mais que outros caras, mas no longo prazo isso não faz a menor diferença se os seus objetivos não forem atingidos.

Por exemplo, se você quer ganhar massa muscular. O que adianta ser o recordista do supino se você não crescer o quanto quer?

Além disso, cada corpo é diferente: as necessidades são outras, as capacidades também. O que vale para um, não vale necessariamente para todos.

Então, essa competição não serve para nada senão causar lesões e tirar o seu foco.

Se quer competir, compita consigo próprio. Não importa quanto o seu parceiro de treino levanta… o importante é quanto VOCÊ levantava!

Fonte : Feito de Iridium.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Conheça a lista de alimentos que te deixam bem humorado

O nutrólogo Roberto Navarro e a culinarista funcional Malu Lobo prepararam uma lista com 17 alimentos que contribuem para que você fique de bom humor . Veja os detalhes: 

Aliados da serotonina :

A serotonina é um hormônio que ajuda a regular o lado comportamental e, com isso influencia do humor de cada  um. Estudos já mostraram que quando se tem fome ou está estressado, os níveis desse hormônio variam. Isso é uma explicação para o motivo de pessoas com fome ficarem bravas ou irritadas. 

Segundo Roberto, alguns alimento são ricos em triptofano , um composto que ajuda a estimular a produção de serotonina. Com esse neurotransmissor em dia e em boa quantidade, a tendência e se sentir mais feliz. 

Estão nesse grupo alimentos fáceis de serem encontrados em qualquer feira ou mercado, como banana , abacate , folhas verdes (espinafre, rúcula e agrião) e oleoginosas como castanha e avelãs . Você ainda pode apostar em grãos como arroz integral , aveia e grão de bico . Lembre-se também de gema de ovo e iogurte . Diversos desses alimentos podem ser combinados para aquele café da manhã "da fecilidade". 

Aliados da dopamina :

Outro neutransmissor que está ligado ao humor é a dopamina. Ele é conhecido por ativar o chamado sistema de recompensa do cérebro, responsável, por exemplo, pela sensação de prazer. Assim como no caso da serotonina, também há uma lista de alimentos que estimulam a produção dessa substância. São eles frutas como limão e laranja ; temperos, como cúrcuma e pimenta vermelha e também o cacau . 

Para acalmar :

Estar mais calmo e tranquilo também pode significar se sentir mais feliz. Pensando nisso, a indicação do nutrólogo é talo de alface , rico em lactucina, substância que tem efeito calmante.

Intestino funcionado dia a dia :

Outro aspecto que está relacionado ao humor é o funcionamento do intestino. Roberto brinca e diz que esse órgão é o segundo cérebro. Para melhorar a flora intestinal a indicação é biomassa de banana verde . 

Fonte: IG.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Os efeitos dos anabolizantes no nosso corpo

Tem alguma ideia de como os anabolizantes agem no corpo humano? Não? Então saiba hoje aqui nesse artigo especialmente elaborado sobre anabolizantes. Nossa página não incentiva o uso de anabolizantes e o artigo é por sugestão de nossos leitores e estritamente informativo.

TOMANDO BOMBA:

Os esteroides anabolizantes são substâncias sintéticas – criadas em laboratório – que imitam o hormônio masculino testosterona. Existem vários tipos de “bombas” que podem ser ingeridas ou injetadas no corpo de quem quer acelerar os resultados da malhação, aumentando a massa muscular rapidamente.

POR ÁGUA ABAIXO:

Ao cair na corrente sanguínea, os esteroides se espalham por todos os órgãos e tecidos do corpo. Nas células que compõem os músculos ocorre muita retenção de líquidos e, consequentemente, o inchaço da musculatura. Esse é o primeiro passo para ficar bombadaço.

MÚSCULO RASGADO:

Os anabolizantes fazem as células acelerar a produção de proteínas, principal matéria-prima dos tecidos musculares. Além disso, o tecido ganha mais poder de contração, essencial para que o músculo cresça. Essa expansão se dá porque as células, já inchadas de água, se contraem mais, permanecendo esticadas.

QUEBRANDO TUDO:

Os músculos crescem tão rápido que as estruturas que trabalham em conjunto com eles a cada movimento acabam sobrecarregadas. Às vezes rola rompimento de tendões – estruturas rígidas que fazem a ligação entre músculos e ossos do marombeiro – e, em casos extremos, o tendão chega a desprender do osso.

BOLA MURCHA:

Com esteroides bombando no organismo, os testículos param de produzir testosterona e a virilidade masculina desce ladeira abaixo! Além da impotência sexual, as mamas dos homens também podem ficar avantajadas. Nas mulheres, os efeitos podem ser crescimento exagerado de pelos e engrossamento da voz

HAJA CORAÇÃO:

O uso contínuo de anabolizantes deixa o fígado baleado, a ponto de contrair câncer, e sobrecarregado, produzindo colesterol ruim e entupindo os vasos sanguíneos. Isso aumenta o risco de enfarte de um coração que já aumentou de tamanho por causa da pressão alta causada pelo acúmulo de líquidos.

CRESCIMENTO INSUSTENTÁVEL:

Os músculos de quem puxa ferro tomando anabolizantes crescem até oito vezes mais do que o de um malhador comum. Mas será que vale a pena? .

Fonte: mundodse.com

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Alimentação e exercícios: dicas para ter uma vida saudável

Exercícios físicos e uma boa alimentação são os principais aliados de uma dieta

Ter uma vida saudável, para muitas pessoas, significa apenas estar livre de doenças. No entanto, o conceito de saúde mais amplo abrange uma série de fatores e condições, como peso ideal, levando em consideração o biótipo individual, e disposição, por exemplo. Nesse sentido, os exercícios físicos e uma boa alimentação são os principais aliados, deixando qualquer pessoa mais saudável.

Entre os benefícios que a prática de exercícios promove, é possível destacar o fato de que eles tonificam os músculos, proporcionando maior resistência ao organismo. O coração é um músculo que ganha, e muito, com isso. Além de tudo, os exercícios melhoram a circulação sanguínea, reduzem o colesterol ruim e diminuem os riscos de doenças crônicas, como a diabetes e a pressão alta.
Entretanto, não basta apenas praticar atividades físicas. É preciso ir além e fazer da alimentação balanceada uma grande aliada à maratona de exercícios. Isso porque é necessário se alimentar de forma a suprir e fornecer ao organismo a energia necessária para se exercitar, sem estafa ou fraqueza.

Por isso, existem determinados alimentos que são mais ou menos indicados para quem pratica exercícios.

O carboidrato, por exemplo, é uma fonte de energia facilmente gasta e, portanto, deve ser consumido, em média, uma hora antes e depois dos exercícios. Ele é encontrado em alimentos como batata, macarrão, arroz integral e pão, por exemplo.

As proteínas ajudam no ganho de massa muscular e também são fontes de energia. Elas são encontradas em alimentos como leite, iogurtes, queijos, carnes, ovos e grãos. O melhor é que sejam consumidas bem antes da prática, de duas ou três horas, no mínimo, pois elas têm uma digestão lenta, assim como os alimentos gordurosos, e podem prejudicar o rendimento dos exercícios.

Além disso, é preciso consumir todos os grupos de alimentos, incluindo cereais, verduras, carnes, leites, leguminosas, garantindo uma alimentação saudável e bom desempenho nos exercícios. Lembrando que cada pessoa deve respeitar suas características físicas para consumir o que for necessário, sem prejudicar sua saúde, ganhando ou perdendo peso em excesso.

OUTRAS MANEIRAS DE MANTER UMA VIDA SAUDÁVEL:


• Fazer no mínimo três refeições por dia, mastigando devagar, evitando os alimentos fritos e refrigerantes;

• Ingerir muito líquido, em média 1 litro por dia;

• Não dormir logo após as refeições, para não atrapalhar a digestão;

• Evitar hábitos nocivos como o cigarro e o álcool.

Para finalizar, vale ressaltar que, embora dicas e sugestões sejam sempre bem-vindas, a melhor maneira de levar uma vida saudável, aliando exercícios físicos a uma alimentação balanceada, é ter uma opinião especializada no assunto. Antes de se aventurar em dietas e em maratonas de atividades físicas, portanto, é necessário consultar tanto um nutricionista quanto um personal trainer, que farão orientações de acordo com as suas características e particularidades.

Fonte: Emagrecendo.com.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Dormir mais cedo oferece vários benefícios para a saúde

Dormir cedo é muito mais importante que imaginávamos. Foram estudadas 470 mil pessoas em 8 países. Aquelas que dormiam 6 horas ou menos por noite apresentaram chance 48% maior de doenças cardiovasculares seguidas de morte e 15% maior de AVC (Acidente Vascular Cerebral) seguido de morte. O estudo foi publicado no European Heart Journal. Os mesmos pesquisadores também comprovaram que noites mal dormidas trazem toda sorte de desequilíbrios hormonais, predispondo a doenças desde diabetes até pressão alta. E por noite mal dormida não se deve entender apenas dormir pouco, mas também não dormir cedo! Acrescente a tudo isso o risco de se expor a más notícias na TV e computador durante a noite e madrugada e se estressar ainda mais! Ah, e também o risco de ter uma “fome atroz” durante a madrugada e ceder a algo bem doce que lhe fará engordar e perder a beleza e auto-estima (além da saúde, é claro). Ao dormir cedo você “pula” tudo isso.

Dormir cedo não apenas propicia uma vida mas longa, mas também mais feliz e saudável. O sono é mais importante que a maioria de nós imaginamos. Um sono suficiente e de boa qualidade durante a noite (e não durante o dia) diminui a incidência de depressão, pois promove o equilíbrio de neurotransmissores, hormônios e neurohormônios que beneficiam o bom humor, otimismo e motivação. Repare que praticamente 100% dos sofredores de depressão trocam o dia pela noite – ou seja, passam grande parte da noite acordados, e grande parte da manhã (e em alguns casos até da tarde) dormindo, o que contribui para o desequilíbrio daquelas importantes substâncias biológicas responsáveis pela saúde, imunidade e bom humor. Dormir cedo é importante para a vida. Vá dormir mais cedo para dormir mais horas – e viver mais e melhor!

Fonte : Medicina do Estilo de Vida.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Cientistas descobrem como acabar com bafo matinal

O bafo matinal é algo muito ruim de se sentir nas primeiras horas da manhã. O problema é que não adianta nada tentar se prevenir dele escovando os dentes antes de dormir e usando enxaguante bucal. Ele estará lá quando você acorda, mesmo depois de tudo isso.

De acordo com os especialistas, o bafo é causado por micróbios benéficos que ficam em nossas bocas acabam morrendo quando ficamos com a boca seca, coisa que acontece muito mais rápido quando dormimos de boca aberta. Com isso, as bactérias que não tão boas, que emitem odores mais fortes, prevaleçam e trabalhem na formação do bafo matinal.

Para acabar com o problema, os cientistas criaram um spray com mix de bactérias Streptocuccous salivarius K12, para eliminar aquelas que causam o mau hálito. Depois que os participantes usaram o spray, eles apresentaram um nível menor de bafo na manhã seguinte.

Conforme os cientistas, a ideia é que a Streptocuccous salivarius K12 seja utilizada junto com enxaguantes bucais, que podem matar todas as bactérias, boas e ruins, da boca. Com o composto, somente os micro-organismos ruins serão eliminados.

Fonte: Segredos do Mundo

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Conheça alguns dos chás que ajudam no emagrecimento

Os chás são grandes auxiliadores no emagrecimento. Pensando nisso, selecionamos alguns deles que vão te ajudar a perder peso. Confira:

1. Chá mate

O chá-mate é produzido a partir da erva-mate tostada. Ele possui as metilxantinas (cafeína e teobromina) em sua composição. Essas substâncias conferem ao chá o efeito termogênico, pois ele acelera o metabolismo e aumenta o gasto calórico em repouso. Esse mecanismo aumenta a queima de gordura, por isso a bebida pode contribuir para o emagrecimento.

Além disso, a cafeína estimula a lipólise ao inibir uma enzima chamada fosfodiesterase. A lipólise consiste em utilizar as células de gordura estocadas em nosso corpo para gerar combustível para queima durante momentos em que o corpo necessita de uma energia extra.

2. Chá verde

O chá verde possui forte ação termogênica. Isto ocorre por dois motivos. Primeiro, a bebida conta com cafeína em sua composição que tem efeito estimulante e contribui para a queima mais intensa de calorias, especialmente de gorduras. Além disso, o chá verde possui polifenóis que inibem a ação de uma enzima chamada catecol-O metiltransferase microssomal hepática. Quando a ação desta enzima é impedida a termogênese aumenta.

O chá verde ainda age na composição de gorduras no corpo. Estudo preliminares apontam que uma das catequinas mais presentes no chá verde, a epigalocatequina galato, estimula diversas enzimas que controlam o metabolismo das gorduras e até incentivam a quebra delas. Assim, as gorduras são melhores utilizadas pelo nosso organismo e não ficam paradas no tecido adiposo.

3. Chá preto

O chá preto, assim como o verde e o branco, é elaborado a partir da planta Camellia sinesis. A diferença entre eles é a fase em que a planta [e colhida e a maneira como são preparados. Portanto, esses chás contam com nutrientes. A diferença entre o chá verde e o preto é que este último conta com maior quantidade de cafeína.

Por isso, o chá preto também é o que possui maior ação termogênica. Este benefício ocorre da mesma forma que o que o chá verde. Ou seja, a bebida ajuda na perda de peso por conter cafeína e polifenóis. Isto porque a cafeína acelera o metabolismo e a queima gorduras. Enquanto as catequinas, tipos de polifenóis, reduzem o apetite e também diminuem as gorduras. O chá preto também irá inibir as enzimas que atrapalham a termogênese.

4. Chá branco

Os mecanismos que fazem o chá branco ter ação termogênica são os mesmos dos chás preto e verde. Com a diferença de que a termogênese no chá branco é menor porque entre os três chás ele é o que possui menor quantidade de cafeína. Ao invés disso, o chá branco conta com alta concentração de antioxidantes. Por isso, o chá branco ajuda a prevenir o câncer, protege o cérebro e a visão.

A quantidade recomendada da bebida pode variar entre duas e três xícaras de chá por dia. Para preparar uma porção utilize cerca de três gramas da folha seca para 300 ml de água. Para preparar uma porção de chá branco utilize três gramas da folha seca para 300 ml de água. Aqueça a água até um pouco antes da fervura, cerca de 80º, depois desligue o fogo e coloque a planta dentro. Deixe descansar por cinco minutos, coe e consuma.

5. Chá de hibisco

O chá de hibisco é preparado com o cálice do botão seco da flor chamada Hibiscus Sabdariffa, que não é aquela espécie de hibisco normalmente encontrada nos jardins. Esta bebida evita o acúmulo de gordura. Uma pesquisa publicada no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional de Etnofarmacologia concluiu que o chá de hibisco é capaz de reduzir a adipogênese. Este processo consiste na maturação celular no qual as células pré-adipócitas se convertem em adipócitos maduros capazes de acumular gordura no corpo.

Ao diminuir este processo, o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e nos quadris. Ainda não está claro qual é a substância presente na bebida que é responsável pelo benefício. Porém, acredita-se que a ação antioxidantes dos flavonoides antocianina e quercetina contribuem para reduzir o depósito de gordura.

Fonte: Minha Vida

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Saiba como aplicar o protetor solar e se proteger do câncer de pele

O câncer de pele se tornou o de maior incidência no Brasil porque o brasileiro ainda não sabe se proteger.Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, que ouviu mais de 2.000 pessoas em 130 cidades, revelou que oito a cada dez brasileiros não usam o produto de forma correta. O estudo ainda mostra que um em cada cinco menores de 16 anos, não usa nenhuma forma de proteção nas atividades de lazer ao ar livre.

No caso de Débora, ela não usava nenhum tipo de proteção solar, sempre se expondo ao risco. Mas o que muita gente não sabe é que só usar o protetor não é suficiente, já que a quantidade também interfere no fator de proteção, segundo o dermatologista Rafael Pessanha, da Rede Clínica Fares.

— Em geral, usamos entre 0,39 e 1,3 miligramas de protetor solar por centímetro quadrado de superfície de pele. O ideal seriam 2 miligramas, ou seja, uma colher de chá para todo o rosto, incluindo pescoço. Se uma pessoa aplica metade do volume recomendado de um filtro com FPS 20, ela recebe a proteção equivalente à de um FPS 8. E o pior é que, por achar que está protegida, ela acaba aumentando sua exposição ao sol.

De acordo com o especialista, os médicos recomendam fator de proteção de, no mínimo 30, no rosto e no corpo, mas isso depende da rotina da pessoa. Alguém que trabalha no sol o dia todo com os braços de fora, por exemplo, precisa proteger as regiões expostas. No caso de quem usa maquiagem, o mais indicado é usar filtro solar com cor ou na base, que é diferente da base com filtro solar.

— Os cosméticos geralmente não conseguem fator de proteção maior que 30 ou 35. Por outro lado, o protetor com cor consegue chegar ao FPS 50, 60 ou até 100. Eu sempre peço para usarem filtro solar com base de manhã e, à tarde, passar por cima da base mesmo. Outra opção é usar um pó com filtro solar para retocar a maquiagem no meio do dia. Também pode usar o protetor solar normal e depois a base ou misturar os dois.

O câncer de pele é o câncer mais comum que existe no Brasil e o mais fácil de se tratar, com possibilidade de 100% de cura porque basta tirar o pedaço afetado, no caso do câncer não melanona. De acordo com Pessanha, a maioria desse tipo aparece em forma de ferida que não cicatriza. Se demorar mais de dois meses para cicatrizar, é preciso procurar um dermatologista.

Já com o melanona, podem ser necessárias sessões de quimioterapia dependendo da gravidade. A maioria aparece como pinta ou mancha que podem ter forma assimétrica, borda irregular, duas ou três cores diferentes e diâmetro maior que 6 ml, explica o dermatologista.

— Geralmente, essas pintas ou manchas não coçam, não doem ou sangram. Como não incomoda o paciente, ele demora para perceber algo estranho.

Proteja- se :

O INCA (Instituto Nacional de Câncer) estima que mais de 108 mil pessoas terão câncer de pele este ano. Somente entre 2010 e 2014, quase 18.914 mil pessoas morreram por causa da doença no Brasil. Confira dicas para não fazer parte desta estatística:

- Evite sol entre 10h e 16h

- Use protetor solar, mesmo em dias frios e nublados

- Reaplique o produto a cada três horas em dias comuns e a cada hora se suar demais ou em praias e piscinas

- Não esqueça de proteger os lábios também

- Se for usar maquiagem, aplique primeiro o filtro solar uns 15 minutos antes

- Crianças de até 6 meses não devem usar filtro solar nem repelente

- Para crianças entre 6 meses e 2 anos, o ideal é escolher um protetor solar composto por filtros físicos e não químicos (está escrito na embalagem), pois é mais seguro para esta faixa etária

- Acima dos dois 2 anos, o protetor solar indicado ao público infantil leva em consideração as características da pele da criança. Converse com o seu pediatra ou dermatologista para saber qual é a melhor indicação. O FPS indicado para a criança é sempre acima de 30. Se a pele for muito clara, prefira um acima de 40. Protetores que tenham resistência à água e que não ardam os olhos também são recomendados. Sempre que possível, passe o protetor em casa. Dê preferência, a criança deve estar sem roupa para que nenhuma parte seja esquecida.

Fonte: R7.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Andar e correr descalço faz bem à saúde? Estudo não mostra riscos nem benefícios

Estudos que abordam os efeitos de longo prazo do hábito de andar ou correr descalço são escassos. Uma nova revisão concluiu que há evidências limitadas da ocorrência de mais problemas nos pés relacionada a esse hábito. Além disso, não há evidência de um risco maior de lesões entre pessoas que têm esse costume, segundo a análise publicada no mês passado na revista "Medicine and Science in Sports and Exercise".

"Tendo o grande 'debate sobre andar descalço' em mente, esperávamos mais evidências de efeitos de longo prazo da locomoção sem sapatos", disse o principal autor do estudo, Karsten Hollander, do Instituto da Ciência do Movimento Humano da Universidade de Hamburgo, na Alemanha.

Algumas populações, por exemplo na África do Sul, incluem muitas pessoas que têm o hábito de ficar descalças, disse Hollander à Reuters Health. Ele e seus colegas estão atualmente preparando um estudo maior comparando crianças que andam descalças na África do Sul om crianças que andam calçadas na África do Sul e Alemanha para avaliar o desenvolvimento dos pés e a performance motora.

Na revisão publicada em novembro, Hollander e sua equipe incluiu 15 estudos que avaliaram mais de 8 mil pessoas comparando dados sobre biomecânica, performance motora e patologias observadas normalmente em pessoas que andam descalças e calçadas.

Foi observado que pessoas que andam descalças tendem a ter pés ligeiramente mais largos do que pessoas calçadas. Os índices de lesões foram similares nos dois grupos.

Não houve evidência de que pessoas descalças têm performance motora melhor em longo prazo e houve evidência muito limitada para benefícios à saúde, segundo os autores.

O corpo se adapta bem a andar ou andar descalço, segundo Hollander, "mas o corpo precisa de mais tempo para adaptar a essa nova técnica e eu acho que a quantidade de treino e recuperação que um corpo precisa é diferente para cada indivíduo".

Correr Descalço 

A revisão concluiu que os tipos de lesões observadas em pessoas que correm descalças ou calçadas foram diferentes, mas não há evidência que mostra que uma opção gera mais lesões do que a outra.

"Enquanto correr calçado leva a mais lesões na fascia plantar, joelho, quadril e costas, corredores descalços estão mais propensos a ter lesão no tendão de Aquiles e outros tendões na extremidade inferior", disse o autor.

"Minha opinião pessoal é que muitas pessoas poderiam se beneficiar de andar descalças", tomando cuidado para evitar riscos, afirmou Hollander. Sapatos minimalistas podem proteger os pés de perigos como cacos de vidro ou pedras. "Mas o importante é que a transição para correr descalço ou com sapatos minimalistas precisa de tempo e alguma adaptação na técnica de corrida."

Fonte: G1.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

7 maneiras para aproveitar o dia de folga

Se você é uma pessoa muito ocupada, selecionamos algumas dicas de como aproveitar melhor seu dia de folga. As dicas são de Michael Kerr, autor do livro“The Humor Advantage”.

1. Se prepare no trabalho

Isso inclui se despedir dos colegas, limpar sua área de trabalho, finalizar todas as tarefas mais urgentes e criar um plano direto e claro para ser colocado em prática depois de voltar do feriado.

“A maior parte do trabalho acontece antes de ir embora para o final de semana prolongado, assim as pessoas ficam livres psicologicamente para relaxar e aproveitar”, explica Michael Kerr.

2. Desconecte-se

Não é suficiente apenas colocar regras, mas é necessário também aplicá-las. As pessoas bem-sucedidas realmente deixam seus eletrônicos de lado durante suas folgas, como celulares e computadores. Evite ficar sentado e olhando para telas – como a grande maioria das pessoas passa em um dia de trabalho. Desconecte-se e tente usar o mínimo de tecnologia possível. Isso ajuda a ter um sono melhor.

3. Férias dentro de casa

Pode ser bem caótico viajar em feriados ou finais de semana, por isso uma boa alternativa é aproveitar para descansar em casa.

“As pessoas de sucesso planejam umas curtas férias no seu próprio quintal”, conta Michael Kerr. “Férias em casa tem o apelo de oferecer um descanso mental sem adicionar o estresse ou o planejamento necessário que envolvem uma viagem. As pessoas correm o risco de voltarem para o trabalho mais cansadas que antes da folga”.

4. Exercite seu hobby

Esse período é uma boa oportunidade para colocar em prática uma atividade que seja agradável e que normalmente acaba ficando em segundo plano com a correria do dia a dia.

“Coloque em prática uma atividade antiga ou um hobby, seja fazer compras, jogar golfe, ler, pintar, ou outras coisas”, explica Lynn Taylor.

5. Fique ao ar livre

Depois de ficar longas horas dentro do escritório, a melhor alternativa é aproveitar esse descanso para ficar ao ar livre. Não importa a época do ano, aproveite esse período para ter um pouco de ar puro e também para se exercitar – ajuda na saúde física e mental.

6. Separe algum tempo para fazer nada

Os feriados ou finais de semana também podem ser bastante estressantes, com encontros familiares ou entre amigos, festas e diversas atividades programadas. Por isso, é importante também reservar um tempo para realmente descansar.

“As pessoas bem-sucedidas se planejam, mas nesses planejamentos está incluído um tempo para não fazer nada”, explica Lynn Taylor. “A semana de trabalho se resume a prazos e reuniões, por isso pessoas de sucesso aproveitam o descanso ou pelo menos parte dele para não se comprometer com nada”.

7. Planeje com antecedência

As pessoas de sucesso se organizam antes de feriados ou folgas para não precisar trabalhar durante o tempo de descanso. Isso inclui desde organizar as tarefas relacionadas ao trabalho até adiantar reservas em hotéis, fazer compras de supermercado ou marcar atividades para os filhos.

“Pessoas bem-sucedidas são estratégicas em ter um plano de ação durante o final de semana, mas também são flexíveis para resolver qualquer problema urgente de trabalho, caso isso aconteça”, explica Lynn Taylor, especialista em ambiente de trabalho.

No último dia do feriado ou das férias, muitas pessoas bem-sucedidas pensam em que irão fazer na próxima semana de trabalho e as principais tarefas que precisam cumprir. E elas fazem isso sem se estressar.

Fonte: Dia de folga.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Pular café da manhã pode aumentar riscos de doenças

Um estudo feito pela Harvard School of Public Health, mostrou que pular o café da manhã pode aumentar o risco de doenças cardíacas.

A descoberta aconteceu após cientistas acompanharem 26.902 profissionais de saúde do sexo masculino, com idades entre 45 e 82 anos. Durante o período, 1.572 dos homens sofreram eventos cardíacos.

De acordo com os pesquisadores, pular o café da manhã aumentavam em 27% o risco de ataque cardíaco ou morte por doença coronariana do que aqueles que fizeram a refeição matinal. Mesmo após a contabilização de dieta, atividade física, tabagismo e outros fatores de estilo de vida, a associação entre pular o café da manhã e doenças cardíacas persistiu.

A explicação mais razoável é o fato que não comer o café da manhã faz com que a pessoa tenha mais fome do final do dia, comendo mais nesse período. Esse hábito já foi anteriormente relacionado a alterações metabólicas e doenças cardíacas.

Fonte: Minha Vida

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez