Logotipo R10
Conheça os benefícios da água termal

Para quem não sabe, a água termal é normalmente comprada em spray, e deve ser borrifada sobre a pele antes de passar ou retocar o filtro solar, para não anular essa proteção.

Para saber mais coisas sobre a água termal, confira o nosso post:

1. Refresca

Por conter uma maior quantidade destes minerais e oligoelementos, a água termal refresca muito mais do que a água comum, mas depende do solo em que essa água foi filtrada. O ideal é borrifá-la no rosto ao longo do dia, principalmente nos dias mais quentes do verão. Para sentir os benefícios da água termal, é necessário usar o produto entre duas e três vezes ao dia, aplicando antes do filtro solar pela manhã, no meio do dia, antes de reaplicar o filtro, e antes de dormir.

2. Hidrata

A água termal pode inclusive servir como hidratante para pessoas que tenham pele oleosa e não conseguem se beneficiar tanto com cremes e outros tipos de loções. Afinal, seus nutrientes também ajudam a fazer com que ela hidrate bem mais do que a água mineral ou de torneira.

3. Repõe minerais perdidos

Com o suor, perdemos vários minerais não só da nossa pele como do corpo. E além do uso de isotônicos para recarregar o corpo, a água termal ajuda a revitalizar a cútis ao repor esses minerais, pois ela contém principalmente as substâncias magnésio, cálcio, ferro e zinco.

4. Acalma a pele

Esse cosmético tem o poder de melhorar a vermelhidão e acalmar a pele. A água termal apresenta uma rica composição em minerais e nutrientes antioxidantes importantes para proteção de barreira da pele por equilibrar o pH e diminuir o processo inflamatório.

5. Tem propriedades cicatrizantes

A vermelhidão causada por cicatrizes e problemas de pele também podem ser amenizadas pela água termal, já que ela ajuda na cicatrização da pele. Para ação cicatrizante é importante conter enxofre e zinco, pois esses dois minerais participam do processo de reparo tecidual.

Fonte: Minha Vida.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Por que doces, fast-food e refrigerantes fazem mal para a saúde?

Pode parecer tentador imaginar uma mesa cheia de doces, fast-food e refrigerantes, mas estes são os piores alimentos para o homem. Estas comidas apresentam altas taxas de açúcar ou sódio, além de toda a gordura que enviam para dentro do nosso corpo. Os riscos para a saúde são incontáveis!

No caso dos lanches e batatas fritas, o inimigo é o sódio, um micronutriente que, quando ingerido em excesso, causa danos ao coração e o aumento da pressão arterial. Essa condição pode facilmente levar a um ataque cardíaco. Por isso, a melhor decisão é evitar o consumo de fast-food e produtos industrializados, principalmente de salsichas, mortadela, hambúrgueres e pizzas congeladas.

A recomendação médica é que os adultos não consumam mais de 2.000 miligramas de sódio por dia. Vale dizer que comendo apenas um hambúrguer com batatas fritas uma pessoa já quase supera a quantidade de sódio considerada segura para o consumo diário.

Os serviços de fast-food vendem comida rápida, sem nutrientes e com elevado potencial de prejuízo à saúde. Isso inclui refrigerantes, pizzas, batatas, salgados, lanches diversos, sorvetes, milk-shakes, etc. As propriedades nutricionais destes alimentos são extremamente limitadas.

Na Prática, O Consumo desse Tipo de  Alimento Calórico Pode :

· Elevar os níveis de colesterol e triglicérides no sangue;

· Aumentar os riscos de doenças do coração;

· Oferecer uma quantidade baixa de fibras;

· Prejudicar o funcionamento do intestino;

· Causar prisão de ventre;

· Prejudicar o sistema imunológico;

· Aumentar as chances de câncer;

· Levar ao desenvolvimento de diabetes e colesterol alto;

· Sobrecarregar os rins.


Outro ponto perigoso sobre estes alimentos é o excesso de gordura trans, que pode diminuir o colesterol bom (HDL) e elevar o colesterol ruim (LDL). Nesta situação, a pessoa pode ter um entupimento de artérias e, consequentemente, um infarto.

Além de tudo isso, o excesso de calorias dos doces, fast food e refrigerantes provoca obesidade. Prova disso é que um estudo mostrou que os funcionários de redes de fast-food têm um elevado risco para o ganho excessivo de peso e para diabetes tipo II.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Estudo indica os principais mitos das dietas

Um estudo publicado em 14 de maio de 2015, pelo estudioso Tim Spector, tenta apresentar a verdadeira ciência que está escondida por trás do que nós comemos. Em seu livro sobre os mitos da dieta, ele tenta desvendar se os exercícios físicos realmente nos ajudam a perder peso, se deveríamos evitar alimentos ricos em gordura e quais são as vantagens e desvantagens das dietas baseadas no alto consumo de proteína, dieta paleo, low-carb, vegetariana e dietas mediterrânicas.

Além disso, o livro mostra como um ambiente livre de germes pode ser prejudicial para o desenvolvimento de uma criança e como os adoçantes artificiais afetam o corpo humano.

Na obra “O Mito da Dieta”, o Dr. Tim Spector, professor de epidemiologia genética do King College London, descreve como devemos entender o aconselhamento nutricional repassado por especialistas que oferecem opiniões tão conflitantes sobre questões de saúde e controle de peso.

Qual o Verdadeiro Mito da Dieta ?

Para o Dr. Spector, ainda há muito o que nós não entendemos sobre o funcionamento do corpo humano. Muitos ensaios clínicos realizados por cientistas respeitáveis ainda tentam nos oferecer possíveis respostas para algumas das perguntas que nos fazem quebrar a cabeça.

Spector organizou o seu material em dezenove capítulos detalhados e bem escritos. O livro apresenta diversos tópicos, incluindo gorduras, proteínas, carboidratos, fibras, adoçantes artificiais, conservantes, cacau, cafeína, álcool, vitaminas e antibióticos.

O pesquisador afirma que não existe uma solução única para a obesidade, como uma fórmula que pudesse ser usada por todas as pessoas. Em vez disso, o autor lança muita luz sobre a importância da nutrição, da genética e sobre o papel das bactérias amigáveis para manter os seres humanos saudáveis. Os micróbios em nossos intestinos, os traços herdados de nossa família e os alimentos que comemos influenciam a forma como sentimos e vivemos.

A obra também aborda os mitos mais perigosos sobre as dietas modernas e explora os conhecimentos de diversos autores importantes no segmento da alimentação e da nutrição.

Spector fala sobre o benefício das gorduras e sobre sua insegurança em relação à carne vermelha. No contexto das dietas, o autor afirma que a melhor alimentação é a baseada na dieta mediterrânica, rica em grãos, legumes, frutas, peixes e azeites.

As opiniões do autor sobre as dietas são controversas, pois ele acredita que muitas pessoas seguem modismos no campo da alimentação, como se fossem uma espécie de religião. O autor ainda diz que as pessoas têm uma visão deturpada sobre o que é uma alimentação saudável.

A obra “O Mito da Dieta” é uma boa leitura para quem deseja abrir os olhos para entender melhor o que realmente nos traz saúde e longevidade. O livro é, na verdade, uma discussão aprofundada sobre a indústria da saúde.


Fonte: Site de Curiosidades.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Alho ajuda aliviar dor de dente saiba mais coisas sobre ele é como utilizá-lo

Você sabia que o alho serve para muito mais coisas, do que apenas temperar comida? As suas propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas podem ser úteis ao tratar várias dores e mal-estares, inclusive a dor de dente.

A substância que tem essas propriedades é encontrada no suco pegajoso do alho. Para amenizar a dor de dente, você deve esfregar metade de um dente de alho no dente por sete a dez minutos pode ajudar a aliviar o desconforto. Quando a dor começar, mastigue o dente de alho para liberar o suco. Em cerca de 15 a 30 minutos a alicina presente no líquido vai fazer efeito e a dor irá desaparecer.

Mas lembre-se de que essa é apenas uma medida de emergência, não uma cura. Se sua dor de dente persistir, você deve ir ao dentista o mais rápido possível. As dores de dente aparecem por vários motivos, e um remédio caseiro nem sempre basta.

Fonte : Não Acredito.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Dica de Tratamento Caseiro Para Cravos e Espinhas

Boa parte das pessoas já passaram por uma fase da vida em que as espinhas (acnes) e cravos causavam grande transtorno estético e muitas dessas pessoas lidavam com essas vilãs da pele de maneiras incorretas, piorando a situação e muitas vezes deixando marcas pro resto da vida.

Pensando nisso, a equipe do Dicas de Saúde separou neste pequeno artigo, uma dica de tratamento caseiro para cravos e espinhas, além de remédios indicados para combater esse problema.

Tratamento Caseiro Para Cravos e Espinhas:

  • Adicione em uma panela os ingredientes:
  • 50 ml de água
  • 2 colheres de sopa de argila medicinal
  • ½ colher de enxofre
  • 1 colher de camomila

Procedimento:

Ferva a água e coloque o enxofre, a argila e a camomila. Depois, utilize a máscara ainda morna em todo o rosto e deixe agir por 15 minutos. Enxague e utilize um creme facial.

Além do tratamento caseiro, você pode usar os seguintes medicamentos para tratar cravos e espinhas.

  • Remédios que controlam a oleosidade: peróxido de benzoíla, ácido salicílico, ácido retinoico e outros.
  • Antibióticos do tipo tetraciclina ou eritromicina, para controlar infecções.
  • Vitamina A, em forma de medicamento (isotretinoína) para estados de acnes mais agravados.
Fonte: Dicas de Saúde.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Conheça Os Benefícios do Chá de Erva-Cidreira

Os benefícios do chá de erva-cidreira estão relacionados às propriedades medicinais que esta planta possui. Assim, dentre os principais benefícios, inclui-se:

  1. Melhorar a qualidade do sono;
  2. Aliviar as dores de cabeça;
  3. Combater os gases;
  4. Prevenir distúrbios digestivos;
  5. Aliviar as cólicas menstruais e intestinais;
  6. Prevenir distúrbios renais;
  7. Promover o alívio da tosse;
  8. Promover o bem-estar e a tranquilidade.

A erva-cidreira, de nome científico Melissa oficinalis, é calmante, diurética e expectorante e, por isso, o chá de erva-cidreira pode ser utilizado como remédio caseiro para acalmar, combater a retenção de líquidos e também é útil para combater o catarro, quando ele é associado ao limão.

Fonte: Tua Saúde.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Conheça 7 Benefícios de beber água ao acordar

O essencial é tomar de 7 a 8 copos de água diariamente para manter sua saúde em dia. Uma coisa que muitas pessoas não sabem é que tomar um copo de água logo após acordar e antes de consumir algo é considerado um benefício terapêutico.

Esse é um tratamento antigo utilizado pela Ayurveda e por japoneses, e tem benefícios que combatem a asma, algumas dores e até mesmo o câncer.

O principal motivo de tomar água pela manhã é purificar e eliminar o corpo de toxinas; além disso, após horas de sono seu corpo está desidratado, não importa quanta água você tomou no dia anterior.

Confira outros pontos positivos de ingerir água pela manhã:

1. Renova as células

Beber água em jejum pela manhã aumenta a produção de novas células de músculos e do sangue. Além disso, depois de nutrir suas células, a água potável irá expulsar toxinas indesejadas para fora do corpo, pois ao dormir o corpo repara e repõe hormônios. O resultado são toxinas de outros materiais residuais a serem liberados.

Após limpar o corpo dessas toxinas, você se sentirá bem e capaz de absorver mais nutrientes.

2. Equilibra o sistema linfático

Ao beber água em jejum, antes da primeira refeição, você auxilia no equilíbrio do sistema linfático do seu corpo. Glândulas linfáticas auxiliam na luta contra infecções, te ajudando a realizar melhor suas atividades diárias. Elas também auxiliam no balanceamento dos fluídos do corpo.

3. Limpa o cólon

Como mencionado acima, beber água em jejum ao acordar limpa o cólon, fazendo com que os nutrientes sejam absorvidos mais facilmente.

4. Ajuda a curar doenças

Foi provado que a ingestão de água ao acordar contribuir com a cura de algumas doenças como as relacionadas a garganta, urina, rins, meningite, tuberculose, artrite, dores de cabeças, vômitos entre outros.

5. Acelera o metabolismo

Esse é uma das melhores táticas para a perda de peso, mas tomar água em jejum assim que levantar pode ser ainda melhor pois pode acelerar seu metabolismo em até 25%.

A ingestão da água ao acordar pode ser um alarme para seu metabolismo e foi comprovado que aumenta a queima calórica durante todo o dia, fora que ao encher seu estômago há a inibição do apetite, o que auxilia a fazer escolhas mais inteligentes para seu café da manhã.

6. Combustível para o cérebro

75% do nosso cérebro é feito de água, ou seja, ele necessita de hidratação. Ao beber água em jejum pela manhã você se sentirá mais nítido durante todo o dia.

7. Evita a constipação

A principal causa da constipação é a desidratação. Beber água ao acordar não só ajudará a curar a desidratação como aliviará  a constipação.

Fonte: Mundo Boa Forma.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

10 coisas que você precisa saber sobre o câncer de mama

Nesse post, vamos mostrar para você, algumas coisas que precisa saber sobre o câncer de mama. Confira:

1. No Brasil, a proporção do número de mortes por câncer de mama com respeito ao número total de falecimentos no país passou de 1,8% entre 1991 e 1994 para 2,6% entre os anos de 2007 e 2010.

2. Mulheres que tiveram câncer de mama podem apresentar recidiva, ou seja, a doença pode reaparecer através de metástases, atingindo outros órgãos. Infelizmente, isso pode acontecer em 30% dos casos.

3. Os fatores de risco mais significativos para o surgimento do câncer de mama são o gênero (feminino) e a idade (mais precisamente, o envelhecimento).

4. Existe um sutiã nos EUA equipado com sensores de calor capazes de detectar sinais de câncer de mama até seis meses antes que uma mamografia poderia. O custo da peça é de US$ 1 mil — ou o equivalente a pouco mais de R$ 3 mil.

5. A prática de exercícios físicos regulares — como fazer simples caminhadas, por exemplo — reduz o risco de surgimento do câncer de mama em 25%.

6. Estudos sugerem que entre 5% e 10% dos casos de câncer de mama são provocados por mutações genéticas hereditárias.

7. O risco de uma mulher desenvolver câncer de mama praticamente duplica se ela tiver um parente em primeiro grau — como mãe, irmã ou filha — que tenha sido diagnosticado com a doença.

8. Tanto que 85% dos pacientes diagnosticados com câncer de mama sobrevivem por mais de meia década.

9. Os cânceres de mama são os que oferecem os maiores índices de sobrevivência ao longo de um período de cinco anos.

10. De todos os cânceres diagnosticados em mulheres, 30% são de mama.

Fonte: Mega Curioso

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

Folha do tamarindo é indicada para combater gordura no fígado

O fígado gorduroso é uma doença hepática bastante comum. Acontece quando existe uma acumulação excessiva de gordura neste órgão, afetando suas funções básicas e inflamando suas células. Mas, pode ser tratado mediante uma dieta adequada. Ensinaremos quais frutas podem te ajudar.

Você conhece as maravilhas curativas desta fruta tropical? São muitos os estudos realizados a respeito, destacando antes de tudo o grande valor nutricional. O tamarindo é um excelente depurativo que melhora nossa digestão, que nos permite perder peso, que graças ao seu conteúdo em fibras e ácidos insaturados nos ajuda a tratar a arteriosclerose. E como não, nos ajuda a curar o fígado gorduroso.

Mas como? O tamarindo possui propriedades protetoras e descongestionantes do fígado. É ideal para tratar os problemas biliares, já que consegue esvaziar e curar a vesícula biliar. Limpa e corrige os níveis de colesterol, reduzindo a gordura do fígado gorduroso. Não tenha dúvidas em consumir esta maravilhosa fruta, sendo o melhor modo a infusão: 30 g de folhas secas por litro de água. Faça 3 xícaras por dia, lembre-se.

Fonte: Site Melhor com Saúde.

Curta nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/reporterdez

5 maneiras de envelhecer de forma saudável

A ciência descobriu algumas maneiras de envelhecer de forma saudável. Confira quais são no nosso post:

1. Se planejar financeiramente

Nunca é cedo demais para começar a fazer arranjos financeiros para a terceira idade. Embora as estruturas de desigualdade econômica muitas vezes tornem difícil para alguns se planejar a longo prazo, a coisa mais prudente a se fazer é considerar coisas como poupança e aposentadoria.

2. Ficar conectado socialmente

A qualidade da conexão social é um dos indicadores mais confiáveis de bem-estar em indivíduos mais velhos. Isto é particularmente importante para homens, que tendem a ter mais dificuldade em forjar relações significativas à medida em que envelhecem.

3. Praticar exercícios físicos

Não há nenhum substituto para uma rotina de exercícios físicos consistente.

“O exercício é crucial a longo prazo”, argumenta a cientista. “Você pode começar a qualquer momento em toda a sua vida, mas é importante continuar por tanto tempo quanto possível. O exercício físico parece ser uma das poucas coisas que, para a pessoa média, mantém o desempenho cognitivo mais tarde na vida”.

4. Comer de forma saudável

Comer bem pode ter efeitos significativos e mensuráveis sobre o envelhecimento. É importante encontrar uma dieta saudável que funciona para o seu estilo de vida.

5. Obter um diploma universitário

Não existe variável mais importante na fórmula do envelhecimento bem-sucedido do que a educação. A pesquisa tem demonstrado repetidamente o valor indispensável de experiências educacionais significativas e, especialmente, de obter um diploma universitário.

Fonte: PavBlog

6 maneiras de diminuir o índice glicêmico

Quer diminuir o índice glicêmico (IG)? Confira as nossas dicas que vão te ajudar bastante:

1. Massas e arroz

Após cozinhar massas e arroz, coloque-as sob refrigeração de 15 a 20 minutos e reaqueça na hora de servir. Isso irá reduzir seu IG. A mudança acontece porque as moléculas de amido sofrem uma transformação, dificultando a ação das enzimas digestivas e, portanto, tornando mais lenta a absorção.

2. Prefira massas integrais

Use massas integrais ou do tipo grano duro. Caso contrário, utilize molhos à base de vegetais. As fibras desses alimentos irão agir retardando a absorção da glicose. Ou então, prepare as massas al dente.

3. Frutas

Procure não consumir frutas excessivamente maduras. A fruta mais verde tem um IG menor, pois seus carboidratos são mais resistentes à ação das enzimas digestivas.

4. Evite os sucos

Dê preferência à fruta in natura e com a casca. Para o preparo dos sucos, é necessário uma porção grande de frutas, o que torna o IG da bebida elevado. Uma alternativa é diluir uma porção da fruta em água e adoçante, quando necessário. Procure aproveitar o bagaço que é rico em fibras.

5. Utilize cereais e farinhas integrais

Caso consuma carboidratos refinados ou simples, procure incluir fibras na mesma refeição. Quanto maior o refinamento, maior a capacidade de elevar os níveis de açúcar no sangue.

6. Faça Lanchinhos

O fracionamento das refeições em volumes menores ajuda a controlar melhor o índice glicêmico. É importante que os lanches sejam compostos por alimentos saudáveis.

Fonte: Minha Vida

Nova droga reduz formação de placas nocivas no cérebro com Alzheimer

Uma nova droga em teste contra a doença de Alzheimer conseguiu reduzir a formação das placas senis no cérebro de pacientes, tornando-se uma opção promissora para o tratamento da doença, que até o momento não tem cura.

Os testes clínicos de fase 1 envolveram 32 pacientes e os resultados promissores deram sinal verde para a continuidade do estudo, que envolverá um número maior de participantes nas próximas fases.

Caracterizado pela perda de memória, da capacidade de realizar tarefas cotidianas e pela piora das funções motoras, o Alzheimer se manifesta no cérebro pela presença de placas senis entre os neurônios e pela formação de emaranhados da proteína tau no interior da célula nervosa.

As placas senis são compostas pela proteína beta-amiloide. O alvo da nova droga, chamada verubecestat, é justamente a enzima BACE1, que tem um papel importante na produção da proteína beta-amiloide.

Outras iniciativas de pesquisa já tinham tentado desenvolver componentes capazes de bloquear a enzima BACE1, mas, até o momento, todos provocavam efeitos adversos muito graves. Esta foi a primeira vez que uma droga oral inibidora de BACE1 foi aprovada para testes clínicos de fase 3, que envolvem um grande número de pacientes.

Uma única dose da droga foi capaz de reduzir consideravelmente o nível da proteína beta-amiloide no sangue e no fluido cérebro-espinhal de ratos e macacos. Os animais não manifestaram sinais de toxicidade.

A pesquisa, cujos resultados foram publicados nesta quarta-feira (2) na revista "Science Translational Medicine", foi feita nos laboratórios de pesquisa da famarcêutica Merck.

Fonte : G1

5 esportes que fazem você queimar muitas calorias

Alguns esportes são indicados para perda rápida de peso, por queimar bastante calorias. Para te ajudar, selecionamos para você, alguns desses esportes. Confira:

1. Boxe (700 calorias em 60 minutos)

Não só permite gastar calorias, mas também é uma forma de liberar a tensão.

Outro aspecto positivo do boxe é que exige movimento constante, seja com pequenos saltos, passos laterais, mantendo o corpo em balanço ou estender os punhos para golpear, o que trabalha uma grande variedade de músculos.

Em uma hora, queima-se mais de 700 calorias. Se você não gostar de contato físico, é possível lutar contra um saco de areia e gastar 400 calorias.

2. Squash (900 calorias em 60 minutos)

Acelerações rápidas, mudanças de ritmo e intensidade máxima. Uma partida de squash permite melhorar a força física e a resistência cardiovascular.

Requer coordenação, equilíbrio, agilidade e concentração, além de trabalhar os músculos inferiores e superiores ao mesmo tempo, ainda que exija bastante das pernas e articulações dos joelhos e tornozelos.

3. Ciclismo (Entre 500 e 1000 calorias em 60 minutos)

A grande margem se deve ao fato do ciclismo ser um esporte em que o nível de esforço físico varia bastante de acordo com a intensidade da pedalada e outras variáveis do trajeto percorrido.

A uma velocidade moderada, igual ou menor que 20 km/h, queima-se cerca de 500 calorias. Mas, a 25 km/h, é possível quase dobrar os benefícios.

4. Remo (1000 calorias em 60 minutos aproximadamente)

Com uma média de 1000 calorias gastas por hora, o remo é o esporte que permite eliminar o maior número de calorias de forma mais rápida.

A isso, se unem outros benefícios, como fortalecer os músculos das costas, ombros, bíceps e abdômen.

5. Corrida (Mais de 1000 calorias em 60 minutos)

A queima calórica varia muito de acordo com a intensidade da corrida, mas correr em um ritmo relativamente normal permite gastar entre 800 e mais de 1 mil calorias.

É um esporte recomendado para melhorar a capacidade cardiovascular, trabalhar os glúteos, as coxas e as panturrilhas. Mas é preciso levar em conta que há prejuízo às articulações dos joelhos e tornozelos por se tratar de uma atividade de alto impacto.

Fonte: BBC Brasil

6 maneiras de se proteger das micoses

Se você quer se proteger das micoses, selecionamos algumas coisas que podem te ajudar nesse assunto. Confira:

1. Enxugue-se bem

O fungo precisa de três coisas para proliferar: calor, pele e umidade. Os especialistas recomendam, portanto, enxugar-se bem após o banho. Dê atenção especial aos dedos dos pés e as dobrinhas do corpo, como a virilha.

2. Evite roupas apertadas e sintéticas

O tecido sintético esquenta e não absorve o suor do corpo, criando um ambiente quente e úmido, favorável à proliferação de fungos. Já roupas apertadas podem machucar as dobras do corpo e o desgaste da pele serve de alimento aos fungos, contribuindo com a sua multiplicação.

3. Controle o suor

O suor excessivo favorece a recidiva de alguns tipos de fungos e deve ser controlado. Assim, use roupas de algodão, que absorvem o suor, aposte em antitranspirantes e tome quantos banhos achar necessários diariamente. Mas evite banhos muito quentes que podem ressecar a pele. Se, mesmo assim, o suor atrapalhar, procure um dermatologista para entender a causa do problema.

4. Evite andar descalço em lugares públicos

A umidade dos pés favorece o desenvolvimento de algumas micoses e alguns fungos são transmitidos de uma pessoa para a outra. Por isso, evite andar descalço em lugares públicos, recomenda a dermatologista Vitória. Lembre-se, entretanto, de permitir que seus pés respirem e use chinelos ou sandálias que não sejam de plástico, pois este material favorece a transpiração.

5. Não compartilhe peças de vestuário

Como alguns tipos de fungos podem ser transmitidos, recomenda-se evitar o compartilhamento de qualquer vestuário. Adquira seu próprio chinelo, roupão e até chapéu.

6. Evite ficar de roupas molhadas

Ao sair do mar ou piscina, procure secar ou trocar a roupa de banho. Como ela demora para secar, cria um ambiente aquecido e úmido em contato com nossa pele.

Fonte: Minha Vida

Conheça alimentos que ajudam a perder a barriga

Você quer perder aquela barriguinha para o verão? Então fique de olho no nosso post, que mostra como perder a gordurinha com alguns alimentos. Confira:

1. Peixes e frutos do mar

A inflamação é um dos principais responsáveis pelo ganho de peso. Peixes e frutos do mar, por serem ricos em ômega-3, um ácido graxo essencial, ajudam a desinflamar as células de gordura, atuando no controle do problema. Além disso, esses alimentos também aceleram a transformação da glicose em energia, impedindo que ela seja estocada sob a forma de gordura

2. Óleos funcionais

Não é à toa que os óleos funcionais são tão conhecidos quando o assunto é emagrecimento. Os óleos funcionais atuam no metabolismo das gorduras, aumentando a quebra da dos ácidos graxos para produção de energia e, consequentemente, diminuindo as reservas de gordura.

3. Alimentos probióticos

A nutróloga Tamara explica que existem várias hipóteses para explicar como os alimentos probióticos auxiliam o emagrecimento. Alguns lactobacilos produzem um tipo de gordura, o CLA (ácido linoléico conjugado), que é capaz de reduzir o porcentual de gordura.

4. Abacate

Justamente pela sua alta concentração de gorduras benéficas, que promovem a saciedade por mais tempo, o abacate pode ajudar a reduzir o peso. Apesar da alta concentração de calorias, elas provêm da gordura monoinsaturada, que ajuda a reduzir o pico de insulina, hormônio que desencadeia o armazenamento das calorias extras sob a forma de gordura localizada. Além disso, o ômega-9 presente ativa outro hormônio, a adiponectina, que induz o corpo a produzir energia a partir dos depósitos de gordura, ou seja, derretendo o que sobra no abdômen.

5. Frutas vermelhas

As frutinhas vermelho-arroxeadas (framboesa, amora, morango, cereja, jabuticaba, mirtilo, melancia e uva roxa) são poderosas aliadas no combate à gordura localizada. As cascas dessas frutas possuem substâncias fitoquímicas com ação antioxidante, como a antocianina, que mantém o sistema circulatório eficiente, melhorando a irrigação dos tecidos e ajudando na queima de gordura abdominal.

Fonte: Minha Vida

7 alimentos que ajudam na saúde dos dentes e gengiva

Alguns alimentos podem ajudar suas gengivas e dentes saudáveis. Para saber quais sã esses alimentos, confira a nossa lista:

1. Vitamina C

A falta de vitamina C causa sangramento das gengivas e diminuição da massa óssea, o que pode levar a perda dos dentes. Mas é bom não exagerar no consumo de alimentos muito ácidos - como a laranja e o abacaxi, ricos em vitamina C - que causam desmineralização e deixam o dente mais poroso. E, ao tomá-los, use canudinhos, impedindo o contato direto com os dentes.

2. Alimentos fibrosos

A mastigação de alimentos ricos em fibras, além de contribuir para a saúde gastrointestinal, tem a capacidade de promover a autolimpeza dos dentes, evitando a formação de placa bacteriana, a causadora de cáries e gengivite.

3. Leite e derivados

O cálcio presente no leite e derivados dele é essencial para garantir ossos fortes e saudáveis. E o mesmo vale para os dentes. O nutriente é parte da composição dos dentes e, em níveis adequados, garante uma boa saúde a eles, principalmente durante a sua formação.

4. Água

O consumo de água (com gás ou não) é importante para eliminar detritos, açúcares e ácidos. Além disso, a água das grandes cidades é fluoretada, que reforça a resistência do esmalte do dente. Quando ingerido durante a formação dos dentes, isso é, até os doze anos de idade, o flúor torna os dentes muito mais resistentes à cárie por toda a vida.

5. Chiclete sem açúcar

Mascar chicletes sem açúcar entre as refeições estimula a formação de saliva, o que contribui para a limpeza dos dentes.

6. Alimentos crus

Para mastigar alimentos crus, geralmente é necessário fazer mais força com os ossos da mandíbula e do maxilar. Essa força deixa os ossos que sustentam os dentes mais fortes, garantindo firmeza a eles.

7. Vitamina D

O papel mais conhecido da vitamina D é sua atuação na absorção dos minerais cálcio e fósforo, relacionados à formação óssea. A vitamina D aumenta a eficiência da absorção intestinal de cálcio em até 40% e a de fósforo em 80%.

Fonte: Minha Vida

6 sinais que a ciência prova que você está gordo

Você acha que está ficando gordo? Selecionamos algumas coisas que a ciência pode ou não confirmar essa teoria para você. Confira:

1. Estresse, depressão e ansiedade

Estudos mostram, por exemplo, que mulheres mais estressadas mais propensas a engordar mais rápido, especialmente se tiverem enfrentando alguma situação traumática. Isso acontece porque elas, assim como alguns homens mais ansiosos, tendem a comer mais e a procurar comer alimentos mais calóricos em períodos críticos, já que eles mexem com a área de nosso cérebro responsável pelo sentimento de recompensa.

2. Poluição

Pasmem, mas até mesmo a poluição das cidades pode estar fazendo você e todo mundo engordar. Isso acontece porque alguns poluentes se acumulam no tecido adiposo (ou seja, na gordura).

Mas, calma, isso não acontece porque você está respirando: alguns poluentes impregnam nossos alimentos, especialmente os ricos em gordura, como carnes e peixes; e entrem em nosso corpo por meio da alimentação.

3. Trabalhar a noite

O ser humano, como você já deve ter percebido por conta própria, é um ser programado para trabalhar durante o dia e, à noite, dormir para descansar e repor as energias. Quando as pessoas trabalhando no período noturno, no entanto, o cilo fisiológico se altera, causando uma diminuição no gasto energético diário, ou seja, o corpo passa a gastar menos calorias por não entender o que está acontecendo. A única forma de evitar ganhar peso nesse tipo de situação é, literalmente, passar a comer menos.

4. Ano de nascimento

Essa é covardia, a gente sabe, mas a Ciência garante que se você nasceu depois do ano de 1942 (ou seja, a maioria de nós) você tem mais chances de ficar obeso. Conforme estudos apontaram, existe uma espécie de mutação genética, que apareceram em pessoas a partir do ano citado, que deixam as pessoas com mais massa gorda no corpo que acontecia antigamente.

5. Evitar refeições em família

Outro dos motivos chocantes para as pessoas estarem engordando é o número cada vez menor de refeições feitas em família. Segundo cientistas, esse hábito no protege da obesidade por nos proporcionar oportunidade de ligações emocionais. Isso, por si só, estimula a hábitos alimentares mais saudáveis, dá para acreditar?

Pesquisas mostraram, por exemplo, que crianças que compartilham refeições em família pelo menos três vezes por semana são 24% mais propensos a comer alimentos saudáveis do que aqueles que compartilham as refeições com menos frequência.

6. Música clássica em restaurantes

Se não quiser continuar engordando, procure um restaurante em que a trilha sonora seja um “batidão”. Isso porque, segundo estudos científicos, música clássica em restaurantes deixa as pessoas mais dispostas a consumirem mais comida e mais café.

Fonte: Segredos do Mundo

Dicas caseiras de como acabar com as varizes

As varizes são os terrores de muitas pessoas. Elas podem aparecer azuladas, roxas ou vermelhas e podem surgir tanto nas pernas quanto nos pés.

Para amenizar esse problema, você pode usar tomates verdes. Isso mesmo, compre tomates verdes, corte-os em fatias e coloque-os sobre a pele no local afetado pelas varizes. É muito importante que os tomates não estejam maduros! Ao contrário dos vermelhos, os tomates verdes contêm solanina, uma substância fundamental no tratamento de varizes.

Para usá-los a favor da estética, basta deixar o tomate verde ou batata esverdeada na pele por 2-3 minutos. Depois de remover o vegetal, aplique uma loção hidratante no local, porque a solanina desidrata a pele. Repita este processo 1 vez ao dia, durante 10 dias. Ao final do tratamento, suas varizes terão desaparecido ou diminuído consideravelmente.

Outra opção para acabar ou reduzir o problema é o vinagre de maçã. Você pode aplicar num chumaço de algodão e coloque sobre a região afetada pelas varizes. Repita o processo 3 vezes por dia, durante 4 semanas. Após este período (ou possivelmente mais cedo), você verá o resultado.

Fonte: Não Acredito

5 maneiras de acabar com o colesterol

O colesterol alto pode trazer vários prejuízos para saúde. Quando os níveis estão acima do indicado, as frações da gordura ficam mais disponíveis na circulação. Entre estas frações, encontra-se o LDL, considerado como colesterol ruim.

Para ajudar você a diminuir o colesterol, selecionamos algumas dicas. Confira:

1. Maneire nas carnes

O alerta é redobrado aos bifes de carne vermelha porque eles são os que apresentam uma quantidade maior de colesterol, especialmente cortes que levam mais gordura. Porém, isso não significa que elas devem ser totalmente excluídas do menu. Controlando a ingestão dos outros alimentos fontes de colesterol, é possível ingerir carne vermelha até três vezes por semana

2. Corte as frituras da sua rotina alimentar

Os alimentos fritos não influenciam diretamente no aumento de colesterol, a não ser que tenham sido produzidos com gordura de origem animal, como banha de porco. Porém, quando superaquecidos, os óleos sofrem mudanças nas estruturas das moléculas.

3. Pratique exercícios físicos

Os exercícios também entram em ação na luta contra o colesterol elevado. O especialista do HCor esclarece que, ao suar a camisa, você utiliza suas reservas energéticas, ajudando na diminuição de gordura corporal e, consequentemente, na baixa do colesterol sanguíneo.

4. Controle a ingestão de biscoitos recheados

Você deve ficar de olho não só nas bolachas doces, mas em todos os produtos que levam gordura trans em sua composição. A indústria alimentícia utiliza a gordura hidrogenada na preparação de alguns produtos. A gordura hidrogenada, por sua vez, apresenta gordura trans.

5. Troque as versões integrais pelas desnatadas

A recomendação está relacionada aos alimentos de origem animal, devido à grande quantidade de gordura saturada que apresentam. Na lista dos campeões neste tipo de gordura estão queijos amarelos, leite integral, carnes gordas e pele de aves como frango.

Fonte: Minha Vida


6 sinais que você está comendo gordura demais

Quando se come gordura em excesso, o nosso corpo manda sinais de que ele não está bem, e é preciso dar uma parada no consumo.

Para saber quais são esses sinais, confira a nossa lista:

1. Você é dependente de antiácidos

Se remédios e antiácidos já fazem parte da sua rotina logo que você toma o café da manhã, seu sistema digestivo pode estar sofrendo com os efeitos de gordura em excesso. A gordura saturada demora mais para ser digerida, então quando você consome alimentos ricos em gordura, pode sofrer com queimação e problemas de digestão frequentes. Nesses casos, poderá acabar abusando dos antiácidos para alívio de problemas estomacais, o que pode indicar alto consumo de gordura.

2. Você está com o colesterol alto

Muita gente pode achar que o nível de colesterol está diretamente ligado ao peso do corpo, o que não é uma verdade. Apesar de poder ser induzido pela carga genética, o colesterol alto está ligado ao consumo de gordura saturada pelo corpo, o que pode aumentar doenças cardíacas. Se o seu colesterol está muito alto, fique atento ao consumo de gordura, não consumindo muito mais de 10 gramas por dia para cada 2 mil calorias da dieta.

3. Você está com muita gordura localizada

Consumir qualquer alimento não saudável em excesso pode causar o ganho de peso inesperado, mas quando se fala de gorduras saturadas o ganho é ainda mais considerável. Um estudo sueco descobriu que participantes que consumiam maiores doses de gordura ao longo de sete semanas ganharam muito mais gordura localizada na cintura do que os que comeram os mesmos pratos com versões mais saudáveis de gordura.

4. Você não cozinha com óleo

Se ao fazer os seus pratos dentro da cozinha costuma utilizar mais manteiga ou margarina do que óleo, pode estar dando uma força para a ingestão de gorduras. A maior parte da gordura consumida dessa forma é saturada e não faz bem para a saúde. Ao invés de cozinhar com manteiga ou margarina, prefira a utilização de óleo vegetal, que é mais saudável e possui menos quantidades de gorduras prejudiciais.

5. Você consome muitas frituras

As comidas fritas em óleo podem parecer maravilhosas para o seu paladar, mas não provocam os mesmos efeitos positivos no resto de seu corpo. Esses alimentos são ricos em gorduras trans, que elevam os níveis de colesterol no seu sangue e podem até mesmo afetar a produção de insulina, gerando riscos de diabetes. De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas de Harvard, a cada 2% de caloria consumida de gordura trans diariamente, o risco de doenças do coração aumenta em 23%.

6. Você sofre com perda de memória

Se você está com problemas para se lembrar de nomes, datas ou até mesmo lembranças recentes do seu dia, isso pode ter alguma relação com a sua dieta. De acordo com pesquisadores do Brigham and Women’s Hospital, de Boston, nos Estados Unidos, mulheres que consumiam maiores quantidades de gorduras saturadas tinham memória muito pior do que as outras. A análise foi feita sobre a dieta de 6 mil mulheres ao longo de quatro anos. Para evitar os danos no cérebro, é recomendado trocar manteiga por óleo e carne vermelha por branca, como de peixe.

Fonte: Fatos Desconhecidos