Logotipo R10

Projeto Esperança e Semear em Piripiri: A esperança não conhece dificuldades

Libertando crianças da pobreza em nome de Jesus

14 de maio de 2018 19:59h Categoria: Geral Comentários ()
Projeto Esperança e Semear em Piripiri: A esperança não conhece dificuldades

Toda terça e quarta mais de 200 crianças são recebidas no anexo da Igreja Congregacional de Piripiri acompanhadas dos pais e voluntários onde lá recebem; amor, calor humano, dignidade, atenção e carinho.


São crianças divididas entre três faixas etárias: de 3 a 5, 6 a 8 e 9 a 11 anos  que fazem parte do Projeto Esperança,  uma parceria da Igreja Congregacional  de Piripiri do bairro Vista Alegre e uma ONG internacional. O projeto também trabalha no com parcerias, doações e apadrinhamentos.

Outras 200 crianças são atendidas no Projeto Semear no mesmo padrão, mas na quinta e sexta com a faixa etária de de 6 a 8 anos. O "Semear" funciona na sede da Igreja Congregacional do bairro Petecas.  Juntos, os dois projetos abraçam mais de 400 crianças, uma vez que algumas crianças de até 3 anos são atendidas em casa por tutores.

As crianças são oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade. Lá recebem orientação dentro de um planejamento que leva em conta a faixa etária seguindo uma metodologia voltada para a questão sócio emocional, física, cognitiva, espiritual.

Os projetos, coordenados pelo Pr. Rotenildo Medeiros –  funcionam num anexo construido com essa finalidade -  à base do voluntariado. Há necessidade de monitores, professores, profissionais na área de humanas, parcerias financeiras e outras áreas.

Apesar  de um início difícil o Projeto Esperança e o Semear vêm vencendo toda e qualquer dificuldade em nome da vida.