Logotipo R10
Anão é preso suspeito de matar amigo com facadas no pescoço

Um anão foi preso suspeito de assassinar o próprio amigo identificado como Matheus Elias Araújo da Silva, em outubro do ano passado. Segundo o coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco Costa, o Baretta, a vítima foi levada para o 'cheiro do queijo' e após uma discussão foi assassinada. 

"Eles eram colegas, se davam bem... provavelmente foram para o local do crime para usar drogas e em algum momento tiveram um desentendimento. Ele pegou a vítima na covardia, pois sabia que não dava para pegá-lo no braço", explica Baretta. 

Matheus foi assassinado com várias perfurações de arma branca e várias lesões na região do pescoço, tórax e cabeça. O corpo foi encontrado em um terreno baldio no residencial Manoel Evangelista, na zona Sudeste de Teresina. 

O suspeito - identificado como Otto Antônio Francisco de Sales Fernandes - permaneceu calado e disse que "só se pronunciaria em juízo". 

"Ele ficou calado, mas temos provas da participação dele. O Otto e mais duas pessoas foram vistas com a vítima. Pela manhã, o corpo foi encontrado no mesmo local onde eles foram vistos durante a noite", disse o coordenador da Delegacia de Homicídios. 

O delegado Baretta afirma que o assassinato de Matheus foi um "crime cruel". A vítima sofreu múltiplas perfurações. 

"O autor estava com desejo de matar. Para crime não tem tamanho, não tem idade, não tem classe social", disse o delegado. 

No momento da prisão, Otto ofereceu resistência e não quis que fossem realizadas buscas nele.

Cidadeverde.com