Logotipo R10
Assinaturas de TV paga aumentam no Piauí segundo Anatel

As TVs por assinatura sempre chamaram a atenção do consumidor por oferecer acesso a conteúdos variados, através do pagamento de um único pacote. No entanto, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o número de contratos de TVs por assinatura no Brasil, em Maio de 2018, apresentou redução quando comparado ao mesmo período de 2017. O número de contratos passou de 18.642.533, em Maio de 2017, para 17.855.020, em Maio de 2018.

A redução de 4,2% dos números de contratos de televisão por assinatura em território nacional é justificada pela mudança do perfil dos consumidores, que estão deixando as TVs por assinatura para aderir aos serviços de Streaming, que muitas vezes oferecem custos mais acessíveis por um serviço mais personalizado. Os dados mostram que também houve uma redução do número de contratos do mês de abril deste ano para Maio, uma queda de 52.307 contratos.

Mas, mesmo com a queda nacional do número de contratos para TVs por assinatura, alguns estados foram na contramão dessas quedas e registraram aumento no número de contratos. O Piauí, por exemplo, foi o estado que apresentou maior crescimento percentual com 4,3 mil novos contratos, representando um aumento de 5,09% no número de contratos.

Maranhão, Pará e Tocantins foram os únicos outros estados que também registraram crescimento desse tipo de serviço. Os aumentos foram de 3,02%, que correspondeu a 5,3 mil novos contratos; 1,21%, correspondentes a 3.794 contratos, e 1,43% representando 608 contratos novos, respectivamente.

Raphael Oliveira fez o contrato com uma TV por assinatura recentemente e também possui assinaturas de serviço de Streaming. Ele conta que possui os dois, pois existem programação em um que não pode ser vista no outro serviço. "A TV por assinatura possui alguns programas que eu assisto e séries que eu não posso ver no streaming, pois é da marca da TV, enquanto que no streaming eu tenho uma possibilidade muito grande de filmes que não estão passando toda hora na TV. Sendo assim, na minha visão um complementa o outro e, por isso, eu escolhi as duas assinaturas" fala o estudante.

Fonte: Meio Norte.