Logotipo R10
Co-piloto tem meio corpo sugado para fora de aeronave

Um avião de passageiros chinês foi forçado a fazer um pouso de emergência depois que o para-brisa da aeronave explodiu, a cerca de 10 mil metros de altitude, sugando metade do corpo do co-piloto para fora do avião.

O capitão Liu Chuanjian disse que o Airbus A319 estava voando em altitude de cruzeiro quando um som ensurdecedor invadiu o cockpit. "Não houve aviso", disse ele ao Diário Econômico de Chengdu .

"O para-brisa quebrou e causou um estrondo. A primeira coisa que eu percebi foi que metade do corpo do meu co-piloto tinha sido sugado para fora da aeronave."

Felizmente, o co-piloto estava usando o cinto de segurança. Ele foi puxado de volta para o cockpit, onde imperava o caos: a pressão e a temperatura caíram e os equipamentos todos estavam falhando.

"Tudo no cockpit estava flutuando no ar", disse o capitão. "Eu não conseguia ouvir o rádio. O avião chacoalhava tanto que eu também não conseguia ler os medidores."

Como isso aconteceu?

O Sichuan Airlines 3U8633 estava fazendo uma rota de Chongqing, no sudoeste da China, para Lhasa, no Tibet, quando o acidente ocorreu.

Passageiros estavam recebendo o café da manhã quando o avião mergulhou, de repente, para 7,3 mil metros.

"Não sabíamos o que estava acontecendo e entramos em pânico", disse um deles ao serviço de notícias China State . "As máscaras de oxigênio caíram... Nós sentimos alguns segundos de queda livre antes de estabilizar novamente."

A Administração de Aviação Civil da China disse que o co-piloto teve um pulso torcido e cortes no rosto. Outro membro da tripulação sofreu uma pequena lesão na barriga quando o avião despencou bruscamente.

O avião pousou com todos os 119 passageiros ilesos. Vinte e sete deles fizeram check-ups médicos em um hospital em Chengdu, onde o avião fez o pouso de emergência, de acordo com o South China Morning Post. Mais de 50 pegaram um outro voo, chegando a Lhasa na tarde do mesmo dia.

O que as pessoas estão dizendo?

Liu tem sido muito elogiado nas redes sociais por pousar o avião com segurança. Na terça-feira, a hashtag #ChinaHeroPilot tinha 160 milhões de visualizações e 17,8 milhões de comentários no microblog chinês Sina Weibo. A hashtag #SichuanAirlinesWindscreenGlassCracked registrou 68 milhões de visualizações e 49 mil comentários.

Mas enquanto alguns pediram que o capitão recebesse um prêmio, outros exigiam melhores medidas de segurança.

Um usuário de codinome Lazy Pig Girl escreveu: "Como esse tipo de coisa pode acontecer?! Por favor, investiguem o motivo e punam os responsáveis! Tomem isso como um exemplo - para garantir que nada de irreversível aconteça!"

A Airbus e a agência francesa de investigação de acidentes BEA estão enviando equipes à China para investigar o caso.

O acidente ocorreu apenas dois meses depois de uma mulher morrer após ter sido parcialmente sugada pela janela de um avião comercial dos EUA, cujo motor explodiu no ar.

As rachaduras nos para-brisas são uma ocorrência razoavelmente comum e podem ser causadas por raios ou por um pássaro - quando as aves atingem o avião em altitudes mais baixas. No entanto, a perda de um vidro inteiro é raro.

Fonte: Terra