Logotipo R10
Núcleo de Apoio a Advocacia da OAB-PI combate o aviltamento dos honorários...

O Diretor Geral do Núcleo de Apoio a Advocacia da OAB-PI, Dr. Talmy Tercio, iniciou um intenso combate aos sites de correspondência que aviltam os honorários advocatícios. Entramos em contato, e obtivemos a informação de que, após diversas reclamações, o Núcleo irá notificar todos os sites de correspondência denunciados por aviltar os honorários advocatícios, para que todos informem os contratantes ao selecionarem os advogados contratados, sobre a existência tabela de honorários de diligências por correspondência aprovada ainda em 2017, na Resolução Nº 02/2017. “Vamos realizar todas as medidas concretas com o objetivo de abolir essa prática perniciosa à advocacia e, consequentemente, à sociedade”, salientou.

O Diretor Geral do Núcleo de Apoio a Advocacia da OAB-PI, Dr. Talmy Tercio, iniciou um intenso combate aos sites de correspondência que aviltam os honorários advocatícios. Entramos em contato, e obtivemos a informação de que, após diversas reclamações, o Núcleo irá notificar todos os sites de correspondência denunciados por aviltar os honorários advocatícios, para que todos informem os contratantes ao selecionarem os advogados contratados, sobre a existência tabela de honorários de diligências por correspondência aprovada ainda em 2017, na Resolução Nº 02/2017. “Vamos realizar todas as medidas concretas com o objetivo de abolir essa prática perniciosa à advocacia e, consequentemente, à sociedade”, salientou.

Vale ressaltar que, essa tabela, orienta a advocacia na cobrança dos honorários, estabelecendo os valores mínimos. A resolução prevê ainda que o advogado que descumprir o dispositivo, ou seja, propuser ou aceitar uma remuneração inferior ao mínimo estabelecido, estará sujeito às sanções previstas no Código de Ética e Disciplina da OAB.

“O objetivo do Núcleo de Apoio a Advocacia, é combater o aviltamento dos honorários advocatícios, portanto fiscalizaremos o cumprimento desta tabela em todo o Estado, por meio das denúncias dos advogados e advogadas, nos canais de comunicação do NAAD, telefone (86) 2107-5810 e no E-mail: naad@oabpiaui.org.br”. relatou o Diretor Geral do NAAD da OAB-PI, Talmy Tércio.

Fonte: portalsambito.com.br