Logotipo R10
Segurança extingue Delegacia de combate a corrupção e enfraquece ações no Piauí

A Secretaria Estadual de Segurança Pública extinguiu a Delegacia de Combate a Corrupção, órgão que iria agilizar as punições aos corruptores no Piauí. A criação da delegacia é uma reivindicação das entidades de controle que criticam a falta de ações integradas no desvio de recursos públicos e afirmam que os processos ficam pulverizadas em vários órgãos.

Outra queixa é que a extinção poderá ser uma manobra para enfraquecer a investigação contra nove deputados estaduais acusados de desviarem cerca de R$ 150 milhões entre os anos de 2008 a 2010. O inquérito foi aberto pela Polícia Federal, no entanto, o Tribunal de Justiça deslocou atribuições para a Polícia Civil.

Com a decisão, os casos continuarão a ser investigados Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e as Relações de Consumo (DECCORTEC).

A portaria de extinção da Delegacia de Combate a Corrupção foi publicada no Diário Oficial da última sexta-feira (24), mas data do dia 14 de julho. O documento, assinado pelo secretário Luís Carlos Martins Alves, determina que a atribuição da DECCORTEC para apurar "crimes praticados contra bens, serviços e interesse do Estado e seus Municípios" é provisória. 

A mesma portaria revoga outra de 6 de fevereiro de 2014. Nela, o então secretário de Segurança, Robert Rios Magalhães, criava a DECCOR e dava a ela a atribuição de investigar os crimes contra a administração pública previstos no Código Penal, além dos "crimes praticados contra bens, serviços e interesse do Estado e seus Municípios".

O secretário Luís Carlos Martins Alves explicou que recebeu recomendação sobre a forma como a delegacia foi criada, através de portaria. "A formalização dela foi feita de forma errada", disse. "Tivemos que editar só para dar uma ajustada na Legislação". 

O gestor relatou que, após conversas com o  Ministério Público, foi entendido que alguns casos investigados pela DECCOR poderiam ser questionados judicialmente. 

Luís Carlos Martins afirmou que não só a delegacia contra a corrupção como outras especializadas terão de ser criadas no futuro. Porém, a DECCOR não teria como ser recriada no atual mandato, que está em fase de transição, por implicar em despesas que ainda precisariam ser aprovadas pela Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). 

Ação concentrada

O promotor Antônio Moura, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao  Crime Organizado no Piauí, defendeu a criação da delegacia para fortalecer a atuação no combate ao crime de corrupção. Ele ressaltou que o Ministério Público expediu recomendação para que a delegacia fosse criada através de lei e não de portaria. 

“Como vai criar cargos na delegacia a Constituição Federal determina que precisar ser criada com aprovação de lei”, disse.



Wellington Dias discute Orçamento 2015 e quer maioria na Assembleia

O governador eleito Wellington Dias (PT) e a vice Margarete Coelho (PP) foram até a Assembleia Legislativa nesta terça (28) para discutir com os parlamentares e com o presidente da Casa, Themístocles Filho (PMDB), a Lei Orçamentária 2015, que está em tramitação. Wellington disse que vai buscar o entendimento com os parlamentares para que o orçamento seja adequado às perspectivas do próximo governo, considerando as dificuldades financeiras que o Estado vive.

"Esse ano vamos tratar de um orçamento que vai ser executado em 2015. Como seremos nós que teremos a tarefa de acertar receitas com despesas, a ideia é ter abertura e o diálogo com os parlamentares. E estamos combinando uma conversa para a próxima semana, além do Executivo, com o Ministério Público, Tribunal de Justiça, com Tribunal de Contas, ter uma peça orcamentária que seja adequada aos órgãos", afirmou durante a visita.

Wellington reafirmou a preocupação com a situação financeira do Estado, com as dificuldades de pagamento de pessoal terceirizado e com a pouca capacidade de investimento.

"Há preocupação porque ainda temos a despesa com pessoal extrapolando o limite legal. Isso termina causando um problema grave. Se o Estado tem pouca capacidade de investir, mais do que nunca precisamos de apoio da União. Se o Estado está inadimplente, o Estado está impedido de ter repasse junto aos órgãos federais. Se o Piauí estiver impedido de obter convênios federais, isso é muito ruim. Precisamos cada um fazer sua parte", explicou.


O novo governador articula o aumento de sua base na Assembleia. Ao invés de 10 deputados, Wellington deve terminar o ano já com 20 parlamentares do seu lado. 

"Quero também dialogar com partidos, com quem é governo, como quem é oposição. A eleição acabou. Vamos trabalhar com o que nos prontificamos a realizar. É através do diálogo que vamos conseguir realizar o que precisamos", disse.


Homem morre após grave acidente na estrada entre Piripiri e Lagoa de S.Francisco

Por volta das 11h:40min de ontem  (27/10) , o lagoense conhecido como Nonato Grigório, sofreu um grave acidente depois da ponte  que liga Lagoa de São Francisco à Piripiri. 

O mesmo foi socorrido mais veio a óbito no caminho para o hospital. As causas do acidente não foram reveladas, sendo que a vítima só  foi encontrada e socorrida 2horas após o acidente.

Fonte: acessenoticia.com.br

 Criança de seis anos é estuprada dentro da casa da avó

Uma criança de seis anos foi estuprada no povoado Várzea Grande, município de São João da Canabrava, a 341 km de Teresina. O acusado é o companheiro da avó, identificado como Antônio Raimundo Pereira de Lima, 28 anos, que teria abusado sexualmente da menina dentro de uma rede, no último dia 24. 

"A criança estava na casa da avó e o acusado teria chamado a menina deitar na rede e usado os dedos para abusar da vítíma. A mãe desconfiou porque a filha se queixou de dores na genitália e comunicou o caso ao Conselho Tutelar, que avisou a Polícia Militar", explica o comandante do Grupamento de Polícia Militar (GPM) do município, cabo Tomé Xavier da Silva.

O acusado foi denunciado ao Conselho Tutelar e ainda chegou a ser preso, mas foi liberado porque teria expirado o prazo de flagrante. 

"Estamos aguardando que o juiz Expedito Costa Júnior decrete a prisão do acusado e de posse do mandado judicial, possamos efetuar a prisão. A família está revoltada e tememos que possam fazer justiça com as próprias mãos", explica o cabo Xavier. 

O comandante do GPM explica ainda que o estupro foi comprovado através de exame de Corpo de Delito no Hospital Justino Luz, em Picos, e que não houve conjunção carnal. 

Cidadeverde.com

Clique aqui e curta a página do Portal Reporter10.com no facebook.


Homicida fugitivo de Pedrinhas faz mulher e bebê refém e fura policial
Na noite desta segunda-feira (28), um homicida identificado como João, fugitivo do presídio de Pedrinhas no Maranhão invadiu uma residência e fez uma senhora e um bebê de 3 meses refém por algumas horas no bairro Parque São Francisco, na cidade de Timon.

Segundo o major Medeiros, na hora da ação o sequestrador exigiu um colete a prova de balas, e a presença da imprensa. Atendendo ao pedido o major chamou a equipe da Rede Meio Norte para cobrir todo o fato. “Nós atendemos as suas reivindicações para que ele possa liberar as vítimas com vida, e tudo ocorra bem. Eles estavam em um quarto escuro, e em um certo momento pediu meia hora, para segundo ele, rezar junto com as vítimas. Caso a gente desobedecesse ele mataria todos e ele mesmo”, afirmou o major. 
Minutos após, o acusado chamou a equipe de reportagem onde fez um desabafo: “Eu queria saber porque um cidadão brasileiro vive com dois cidadãos dentro de uma residência e nunca conheceu maconha na vida, aí um dia por consequência do destino esse cara mata um ladrão que invadiu sua residência e vai parar em uma penitenciária, e lá apresentam para ele droga, maconha, pedra. E eu sou errado? Mesmo assim eu sai, trabalhei. Mas para a cadeia eu não volto”, falou. 
Após horas de negociações a polícia conseguiu dominar o acusado dando um tiro na sua perna, mesmo assim ele reagiu e furou com uma tesoura o major Medeiros também na perna. “Foi necessário dar um tiro na perna dele senão seria pior, eu fui atingido com uma tesoura mas o importante é que a criança e a senhora estão salvas”, destacou o policial.
 Meio Norte.
Cenário eleitoral:

O historiador econômico Thomas Conti se cansou das mensagens de ódio e xenofobia lançadas nas redes sociais neste domingo e segunda-feira, depois de encerrado o 2º turno das Eleições que sagraram Dilma Rousseff (PT) presidente. Diversos internautas compartilharam mapas do Brasil divididos entre o vermelho e o azul, representando, respectivamente, PT e PSDB. Para provar que não é bem assim, Conti decidiu levantar os números e pintar – literalmente – o mapa do Brasil e das eleições conforme a realidade. Os resultados? Estamos “juntos e misturados” e não há vermelho e azul e, sim, um roxo 'esparramado' por todo o território. 

Apesar de ter recebido milhares de mensagens de ódio e preconceito, por eleitores enfurecidos, ele destaca a importância da divulgação de dados e informações corretas – para ir contra os “memes” e compartilhamentos sem estudos. “É muito triste ver como tanta gente não perde a oportunidade de disseminar discursos de ódio. Embora alguns talvez não tenham salvação, pensei que muita gente poderia estar com conclusões erradas por desinformação. Tentei ajudar na campanha contra esse ódio aos nordestinos, que não tem sentido nenhum”, disse.

“A História Econômica depende de dados e documentos para fazer uma interpretação que se aproxime da realidade, e percebi como os gráficos que estavam sendo repassados escondiam a diversidade dos números”, explica.

Para montar o mapa, Thomas usou seus conhecimentos em História Econômica (ele está terminando o Mestrado pela Unicamp e pretende cursar Doutorado) e os números dos votos válidos por estado. Depois disso, fez uma tabela no Excel e conseguiu montar pela “Formatação Condicional” os números em escala de cor – sendo o vermelho básico representado a candidata do PT e o azul básico o candidato do PSDB. A cor roxa demonstra a mistura de votos nos estados e, como percebemos, é predominante.


Mais de 40 presos tocam fogo em cela da Central e Tropa de Choque é acionada

Cerca de 43 presos causaram tumulto e tocaram fogo dentro de uma cela da Central de Flagrantes no início da tarde desta segunda (27). Policiais da Tropa de Choque e do 1º Batalhão da Polícia Militar foram acionados para conter o princípio de rebelião.

Os presos reclamavam da falta de espaço por conta da superlotação da cela e da falta limpeza. Segundo o tenente Juraci Felix, do 1º BPM, os policiais retiraram os presos de dentro da cela e revistaram o local a procura de objetos cortantes e armas. 

"Retiramos eles da cela, verificamos se tinha algum material e depois de fazer uma inspeção eles voltaram calmamente, sem tumulto. Conseguimos dispersar o tumulto", explicou. Ainda segundo o tenente, foi feita uma faxina no local. 

Na Central de Flagrantes, o delegado de plantão afirmou que não poderia dar informações e o coordenador não estaria presente. 

Flash de Lucas Marreiros (Especial para o Cidadeverde.com)


Rapaz sofre linchamento por mais de 30 taxistas após tentativa de assalto

Um homem sofreu tentativa de linchamento no início da noite desta segunda-feira (27), na rua Porto, bairro Monte Castelo, zona Sul de Teresina (PI). As agressões, segundo populares, teriam sido feitas por taxistas, em represália após ele ter tentado assaltar um colega de profissão. O acusado pode perder a visão do olho direito.

Testemunhas afirmaram ao Cidadeverde.com que um taxista teria reagido ao assalto e corrido atrás do suspeito e o alcançou nas proximidades das emissoras de TV da capital. Outros colegas motoristas teriam vindo atrás e agredido a vítima com barras de ferro e pedradas. Os agressores ainda tiraram as roupas do homem e o deixaram só de cueca. 

A agressão foi tamanha que há possibilidade de ele perder a visão de um dos olhos. A boca e o peito apresentam cortes. O ato só teria terminado porque populares começaram a gritar.

O Cidadeverde.com chegou ao local antes das equipes médicas e da polícia. Vários táxis passaram pelo local durante todo o período, inclusive na chegada da ambulância e na saída da mesma, sob escolta da polícia. A reportagem também presenciou a chegada de um carro comum com dois homens fortes, que desceram na esquina e seguiram até a vítima caminhando. Poucos minutos depois, a dupla voltou ao veículo e foi embora. 

Após alerta de populares de que táxis esperavam a vítima no hospital, o coronel Alberto Menezes, comandante de policiamento da capital, escoltou a ambulância com sua viatura. A saída dos dois veículos foi presenciada pelo último táxi que passou pela rua Porto. No Hospital de Urgência de Teresina (HUT), nenhum taxista foi visto quando a ambulância chegou.  

Identificado como Jesualdo Moreira do Nascimento, 40 anos, o suspeito da tentativa de assalto seria gesseiro e morador da região. Ele deu entrada no HUT por agressão física, espancamento e sufocação, e foi acompanhado por familiares.  

A tentativa de linchamento será investigada. "Nenhuma pessoa pode fazer justiça com as próprias mãos. Não é dada essa competência para nenhuma pessoa, já que o Estado é que tem poder de polícia e de investigar", disse o coronel Alberto Menezes. 

Yala Sena e Fábio Lima. (Cidadeverde.com)


Debate sobre as eleições é marcado por insultos e até amizades desfeitas

“Discutam, sim, mas com respeito e educação, que dá tudo certo. Ou não”. O conselho está na página do Facebook da estudante de Arquitetura Jaqueline Inagda e se refere às discussões políticas em torno das eleições presidenciais, que acontecem hoje (26). No entanto, não foi isso que fez boa parte dos usuários de redes sociais, nas últimas semanas que antecederam a votação. Ânimos acirrados e intolerância com a opinião do outro deram o tom das trocas de farpas nas redes socais.

A lista de amizades desfeitas e inimigos declarados aumentou na mesma proporção em que se acirrava a disputa presidencial, entre Dilma e Aécio, nesse que foi um dos pleitos mais disputados da história do país. Mas a votação já acontece hoje e, até o final desta noite, nós já saberemos quem governará o Brasil pelos próximos quatro anos.

E diante disso, amanhã tudo volta ao normal? Ou o ciclo de amizades continuará com os mesmos desfalques das últimas semanas? Essas são perguntas que povoam o pensamento daqueles que não conseguiram argumentar de forma mais branda e acabaram tendo que se distanciar de muita gente em consequência disso.

Mas há quem acredite que a amizade será superior a todos os desentendimentos e a partir de amanhã tudo volta ao normal. A estudante de Medicina, Ana Luiza Silva, conta que acredita que não foi excluída e nem bloqueada por nenhum amigo das redes sociais e garante que não excluiu ninguém, mas admite que as discussões tomaram um rumo mais acalorado.

“Não gostei de depoimentos que atacaram estudantes de Medicina e os médicos de forma geral. A crítica, por causa de alguns profissionais, foi generalizada a toda a classe e isso me incomodou e eu retruquei. Mas eu acredito que a partir de amanhã tudo volta ao normal, afinal é normal opinarmos, termos ideias contrárias”, disse.

Para Ana Lara Marques, os desentendimentos da campanha eleitoral são parecidos com aqueles que acontecem em consequências do futebol e, assim com no esporte, dias depois tudo volta ao normal. Mas, mesmo pensando dessa forma, ela disse que, dias antes da votação, decidiu que não faria mais comentários políticos, para evitar desentendimentos com amigos e familiares.

“Eu decidi não fazer mais comentários em grupos de amigos e familiares, pois percebi que não vale a pena perder amizades e se distanciar da família por causa disso. Eu acabei me envolvendo muito nessa campanha e, por isso, eu publiquei muita coisa, o que acabou gerando desentendimentos. Mas acredito que amanhã tudo volta ao normal.

Mas se a minha candidata vencer as eleições, eu vou encher as redes sociais”, brincou.

Se por um lado há os que torcem para terem de volta suas amizades e estão apreensivos por tudo o que foi falado e publicado nas últimas semanas; por outro, há os que respiram aliviados por terem optado pelo silêncio nas redes sociais, quanto a opiniões políticas. Para essas pessoas, a vida segue e as amizades também.

O estudante Alysson Mesquita disse que essa lhe pareceu ser a melhor decisão, diante dos vários desentendimentos que ele presenciou no decorrer da campanha eleitoral, que antecedeu as eleições de hoje. “Quando alguém divulgava ou comentava ideias em favor de um candidato era comum ver, em seguida, alguém com pensamento oposto, defendendo outro candidato e muitas vezes saíam até xingamentos e, por isso, sempre evitei assumir um posicionamento publicamente nestas eleições, pelo receio de causar algum desentendimento”, afirmou.

Jaqueline Inagda tem postura parecida e evitou algumas atitudes, com o objetivo de ficar longe de confusões, nas redes sociais. “Eu tentei não ofender ninguém ao expor minha opinião, nem fazer uso de argumentos preconceituosos. Só comentava quando se tratava de coisas em que julgo que o silêncio geraria desinformação, como no caso do bolsa família. Eu evito dar minha opinião em posts alheios, prefiro fazer isso em publicações próprias. Acho que isso evita conflitos diretos”, pontuou.

As eleições passaram e a lista de amigos está menor

A lista de amigos de muita gente, pelo menos nas redes sociais, ficou menor nas últimas semanas. Se para muitos, as desavenças serão esquecidas, para outros os desentendimentos chegaram a níveis tão elevados, que nem se acredita mais no restabelecimento da amizade. Esse é o caso da pedagoga Bianca Damasceno, ela acredita que muito dificilmente conseguirá ser amiga novamente de algumas pessoas, após desentendimentos nas redes sociais.

“Ainda não excluí ninguém do meu Facebook, mas depois que passarem as eleições pretendo fazer isso. As pessoas confundem democracia e liberdade de expressão com falta de respeito. O fato de vivermos em uma democracia não dá o direito ao outro de invadir o seu Facebook , por exemplo, e postar mensagens agressivas a respeito da sua escolha, como aconteceu várias vezes comigo.

Algumas pessoas que me trataram de forma desrespeitosa já foram cortadas das minhas relações. Não acredito em uma amizade regada a preconceito e desrespeito. Eu confesso que, no início, ignorava tais provocações, mas chega um momento que você tem que reagir, caso contrário fica parecendo que você está sendo conivente com essas injúrias”, relatou.

Já o consultor de vendas Vinícius Casaes afirma que tenta ser menos radical, mas também tomou algumas medidas para evitar o estresse de ver postagens mais agressivas. “Não exclui ninguém, pois acredito que não seja inteligente da minha parte fazer isso. Utilizo o recurso ‘deixar de seguir’. A pessoa continua na sua página de amigos, mas você não visualiza as atualizações dela. Já fiz isso com amigos e até mesmo familiares. Mas já me excluíram, e esta atitude geralmente vem de pessoas com pouco argumento sobre sua escolha política”, afirmou.(P.C.).

 Fonte: Meionorte.com

Clique aqui e curta o portal Reporter10.com no Facebook.

Grave acidente entre carro e caminhão deixa um morto na BR 343

Um grave acidente por volta das 7h deste domingo (26) causou a morte de uma pessoa na altura do quilômetro 338 da BR 343, em Teresina. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, um Sandero, que saiu da capital com destino a Altos, colidiu frontalmente com uma carreta que transportava óleo diesel e estava vindo de Fortaleza.

A passageira do Sandero, identificada como Maria do Socorro Soares dos Santos, de 64 anos, morreu no local. O motorista do automóvel, Cristino Ferreira do Nascimento, 67 anos, ficou gravemente ferido, foi socorrido e levado ao hospital. 

O motorista da carreta, Verbeno Silva Chaves, 37 anos, não sofreu ferimentos e foi submetido ao teste do bafômetro o qual resultou negativo. 

Segundo o perito Danilo Amorim, a vítima Maria do Socorro foi identificada pelo título de eleitor. Ele afirma ainda que o acidente pode ter sido causado durante uma ultrapassagem. "Possivelmente o casal estava indo de Teresina para votar em Altos. Ainda será feito o laudo e vamos analisar as fotos e informações, só então poderemos dizer alguma coisa", declarou.

O Instituto Médico Legal dirigiu-se ao local do acidente. O trânsito na região está lento. 

Cidadeverde.com

Acesse nossa página no Facebook e curta nosso site.

Ibope: Aécio sobe, mas Dilma mantém vantagem na última pesquisa

A um dia do segundo turno, pesquisa Ibope divulgada hoje (25) mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 53% das intenções de votos, e Aécio Neves, do PSDB, com 47%, considerando os votos válidos (excluindo-se os brancos, nulos e indecisos). A pesquisa tem margem de erro de dois pontos.

No levantamento anterior, feito na última quinta-feira (23), Dilma tinha 54% e Aécio, 43% dos votos válidos.

Considerando os votos totais, Dilma tem 49% das intenções de voto e Aécio, 43%. Votos brancos e nulos somam 5%. Eleitores indecisos ou que não responderam somam 3%.

A pesquisa foi encomendada pelo jornal O Estado de S.Paulo e pela TV Globo. O Ibope ouviu 3.010 eleitores nos dias 24 e 25 de outubro em 206 municípios. O nível de confiança é 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01195/2014.

Veja os números:


As PIs 113 e 130 são as que mais matam no Estado e no horário das 6h as 12h

As rodovias com maiores registros de acidentes no Estado são as PI-113, que segue para Barras, e a PI-130, com destino a Palmeirais. A informação foi confirmada no relatório do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE). Segundo a nova estatística, o nono mês do ano registrou 12 acidentes nas rodovias estaduais, enquanto no mês de agosto houve nove acidentes registrados. A maior parte dos acidentes ocorreu na PI-113 e PI-130, que juntas somaram oito acidentes.

No mês de setembro foram registradas duas vítimas fatais. Esses acidentes ocorreram na PI-112 e PI-113. Outras oito pessoas ficaram feridas nos acidentes registrados nas rodovias estaduais. Quanto aos acidentes, os tipos mais frequentes no mês de setembro foram a colisão, abarrotamento e atropelamento, cada uma com duas ocorrências. O veículo que mais se envolveu em acidentes neste período foram os carros, seguido pelas motocicletas.

Em relação à faixa etária das vítimas de acidentes, os homens jovens continuam sendo os mais afetados. As vítimas fatais foram do sexo masculino, sendo que a faixa etária do maior número de vítimas ficou entre 31 e 45 anos. Os dias da semana de maior ocorrência de acidentes foram o sábado, domingo e segunda-feira – com três acidentes registrados em cada dia – e o horário foi das 6h a 12h. 


Tribunal desloca avião para buscar urna após votação paralela no PI

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí contratou uma aeronave para a transferência de urnas no processo de votação paralela. No sorteio realizado na manhã deste sábado, a urna escolhida foi do município de Ilha Grande, que fica a 326 km de Teresina. Devido a distância, o Tribunal foi obrigado a disponibilizar uma aeronave.A votação paralela é realizada para atestar a lisura do pleito neste segundo turno. 

Participaram do sorteio, em estande montado em frente ao TRE, o presidente do órgão, desembargador Edvaldo Moura, o presidente da comissão, o juiz Manoel Dourado, o juiz auxiliar da presidência, Tiago Brandão, e servidores do TRE e do Tribunal de Justiça. 

Foram sorteadas duas urnas já inseminadas, uma na capital e outra no interior do Estado, para serem utilizadas no teste. As urnas sorteadas estavam na 4ª Zona, na sessão 77, no município de Ilha Grande do Piauí, e a outra na 1ª Zona, na sessão 331, localizada no povoado União, zona rural de Teresina.

Para o presidente do TRE, essa é mais uma chance de testar a segurança das urnas eletrônicas utilizadas na votação. "A votação paralela é um mecanismo importante para demonstrar a segurança que a eleição possui e mostrar que as urnas eletrônicas vieram para ficar. Com esse sistema, os eleitores votarão de forma livre e segura", disse o desembargador.

Após o sorteio, foi realizada uma votação com cédula de papel, que contou com a participação de estudantes do 9º ano da unidade escolar de tempo integral Raldi Cavalcante Barros, do bairro Renascença. 

De acordo com Manoel Dourado, presidente da comissão de votação paralela, os votos recebidos hoje em cédula de papel e colocados em urna de lona serão transferidas amanhã para as urnas eletrônicas.

"Os estudantes irão preencher as cédulas com nomes de candidatos reais e esses votos serão transferidos por servidores da Justiça Eleitoral amanhã durante a votação oficial", explicou.

A urna de lona utilizadas pelos estudantes ficam sob a guarda da Polícia Federal.

Flash de Emanoela Pinto (Especial para o Cidadeverde.com)

Animais morrem eletrocutados por fios de alta tensão

Duas vacas morreram após a queda de um fio de alta tensão nas proximidades do município de José de Freitas, na região da Meruoca. O fio se manteve energizado no chão durante 12 horas.

A população ficou assustada com o ocorrido e tensa por medo de possível tragédia. Moradores se revezaram fazendo barreiras para isolar o local e evitar acidentes.

“Eu já estava tentando negociar o animal. Com esse episódio, tudo acabou”, afirmou o proprietário dos animais.

A descarga sobre os animais foi muito forte, a pata de uma das vacas foi arrancada. 

“Aqui tem muita criança, que fica transitando o tempo todo pela rua. Por isso, resolvemos nos revezar enquanto a Eletrobras não vem".


Mulher é baleada nas costas durante assalto a padaria de Altos

A mulher identificada como Conceição de Maria da Silva, de 30 anos, foi baleada nas costas durante um assalto a padaria onde trabalha em Altos, a 37 km de Teresina. 

De acordo com o chefe de plantão da Delegacia do município, Airton, dois homens em uma moto anunciaram o assalto por volta das 14h e levaram todo o dinheiro do caixa. "Um ficou na moto e o outro desceu e na hora que estavam saindo, não se sabe o motivo, ele atirou na mulher", descreveu o policial.

Conceição foi trazida para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde recebe atendimento neste momento e seu estado é estável. A prefeita de Altos, Patrícia Leal, e o secretário de administração, Warton Lacerda, vieram para o hospital acompanhando a paciente.

Prefeita faz apelo

Patrícia afirmou ao Cidadeverde.com que a situação é insustentável e segundo ela, será necessário acionar o Ministério Público para resolver a situação.

"Eu estou há meses com audiências com todos os comandantes pedindo socorro e alertando que isso podia acontecer. A competência da segurança é do Estado e a nós cabe ajudar no que for possível. Tivemos audiências e audiências, ontem de manhã mesmo eu estava alertando e pedindo providências, é todo dia um assalto em Altos. Vamos ter que recorrer ao Ministério público para tentar resolver", afirmou a prefeita.

Em reunião na última quinta-feira (23), a prefeita recebeu a delegada titular da delegacia de Altos, Alexandra Santos e o comandante da PM do município, subtenente Raimundo Francisco Pires de Oliveira junto com o chefe de investigação da Polícia Civil, Eduardo Conrado.

“A violência em Altos está aumentando assustadoramente e essa situação está insuportável. Estamos nos empenhando e fazendo o possível no sentido de buscar meios para garantir a segurança dos altoenses, mas é preciso que alguém tome alguma atitude", apelou a prefeita.

Rayldo Pereira

rayldopereira@cidadeverde.com


Pedreiro pedala 42 km todos os dias para concluir faculdade de Direito

Tentar vencer as adversidades da vida, muita gente tenta. Quem nunca teve dificuldades? De fato, alguns sofrem mais que outros para alcançar seus objetivos, mas os sonhos, eles incentivam as vontades do ser humano e os permitem seguir em frente, tendo foco e vontade de mudar.

Este é o caso de Joaquim Corsino, ele que nasceu em uma família humilde na cidade de Tarumirim, Minas Gerais, começou a trabalhar muito cedo, ajudando seus pais na roça. Porém sabia também que aquela não era a vida para ele e tudo que ele mais queria era estudar, para sair daquela situação.

Joaquim cursou o ensino médio e terminou o técnico em administração com mais de 20 anos. Mas ainda assim seu sonho era ser advogado. Infelizmente, naquele período a vida não lhe deu condições de continuar seus estudos, então ele começou a trabalhar como auxiliar de pedreiro, que com o tempo acabou se tornando sua profissão. Porém, sem abandonar seu sonho, ele contou que ao mesmo tempo em que construía sua casa em Bandeirantes, Cariacica, ele também trabalhava e guardava dinheiro para sua futura faculdade de direito.

Em toda a sua vida, Joaquim conseguiu guardar R$ 50 mil e em 2008 se matriculou no curso de direito onde cursou dois anos. Porém mais uma vez a vida o tenta afastar de seu destino, quando teve que trancar sua matrícula devido a um empréstimo que fez. Mas isso não o desanimou, ele voltou a trabalhar e no ano seguinte voltou a faculdade.

Hoje Joaquim faz o nono período de direito em Vitória e todos os dias sai de sua casa em Cariacica para a faculdade em um percurso de 21 quilômetros de bicicleta até a faculdade, o que gira em torno de 1 hora e meia de viagem, sem contar com as adversidades. E por tudo que já passou, não será agora que ele vai desistir da ideia.

  “Adoro ler a Constituição Federal. Meu sonho é concluir o curso, tirar minha carteira da Ordem dos Advogados e passar em concurso para ser delegado de polícia. É meu sonho, e chegarei lá.” Diz Joaquim Corsino.


Dilma tem 54%, e Aécio, 46% dos votos válidos, afirma nova pesquisa Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (23) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:

- Dilma Rousseff (PT): 54%
- Aécio Neves (PSDB): 46%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo".

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 15, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.

Votos totais

Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Dilma Rousseff (PT): 49%
- Aécio Neves (PSDB): 41%
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 3%

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01168/2014.

Rejeição

O Ibope perguntou, independentemente da intenção de voto, em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. Veja os números:

Aécio - 42%
Dilma - 36%

Expectativa de vitória

O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo presidente da República, independentemente da intenção de voto. Para 51%, Dilma sairá vitoriosa; 38% acreditam que Aécio ganhará; 10% não sabem ou não responderam.

1º turno

No primeiro turno, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55%.

Fonte: G1

Campo Maior: Homem esfaqueia ex e mata amiga a pedradas e pauladas

A professora Adriana Tavares foi assassinada a pedradas e pauladas na tarde desta quarta-feira (22) na comunidade Corredores, município de Campo Maior (PI). O acusado do crime é um homem que estaria tentando matar a ex-mulher, que levou pelo menos sete facadas e foi transferida com vida para Teresina. 

De acordo com sites de Campo Maior, o acusado é Francisco de Assis Vasconcelos, que não teria aceitado o término da união de 10 anos com Maria das Dores, ocorrido há uma semana. 

Nesta quarta-feira, Das Dores e a amiga Adriana teriam fugido de Assis em uma moto. Ele teria perseguido as duas em outra motocicleta até provocar um acidente. 

Adriana teria morrido no local em função dos golpes. Das Dores teria sofrido as facadas nas costas e foi salva por populares que surgiram no local, fazendo o acusado fugir. 

Com informações do Portal de Campo Maior e Campo Maior em Foco

Chuva de granizo provoca destruição e assusta moradores no interior do Piauí

A chuva que caiu na noite desta terça-feira (22) assustou moradores e provocou destruição no interior do Piauí. Em algumas cidades como é o caso de Fronteiras e Pio IX, a força da água provocou destruição em residências e nas ruas do município. Uma casa chegou a ter o teto destruído e até uma placa caiu por conta da força dos ventos.

Moradores da região e até um portal de notícias chegaram a noticiar uma chuva de granizo. O Cidadeverde.com conseguiu contato com moradores do município que não confirmaram a precipitação, mas de acordo com a meteorologista da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Sônia Feitosa, há a possibilidade da incidência de granizo na região.

"Ainda não possível afirmar com certeza, mas já fiz contato com a região e não há confirmação do granizo. As condições eram propícias e isso pode acontecer, mas não está confirmado", explicou Sônia.

Fonte: Cidadeverde.com

                                        

Dilma tem 52% e Aécio 48% dos votos válidos, diz pesquisa Datafolha de hoje

O Datafolha divulgou no início desta quarta-feira (22) mais uma pesquisa de intenções de votos para a Presidência da República. De acordo com o levantamento, Dilma Rousseff (PT) tem 52% dos votos válidos. Já Aécio Neves (PSDB) tem 48%.

Com os números coletados, seguem tecnicamente empatada a corrida presidencial neste segundo turno, uma vez que a diferença entre os candidatos está no limite da margem de erro.

O cenário observado na nova pesquisa do Datafolha é exatamente o mesmo do levantamento divulgado no último dia 20 de outubro: Dilma tinha 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos.

Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos (que não são computados pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição), a pesquisa aponta Dilma com 47% e Aécio com 43%. Branco, nulo ou nenhum dos dois candidatos somaram 6%. Não souberam ou não quiseram opinar, 4%.

A pesquisa, encomendada pelo jornal Folha de São Paulo, ouviu 4.355 eleitores de 256 municípios no dia 21 de outubro, tem margem de erro de 2% e nível de confiança de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01160/2014.


Flávio Meireles (Especial para o Cidadeverde.com)