Logotipo R10
PRF de Piripiri recupera no mesmo dia duas motos roubadas em Teresina

 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Piripiri, através de sua equipe de serviço que atua na Unidade Operacional de Campo Maior, recuperou duas motocicletas com registro de roubo, no mesmo dia (28/02), nas cidades de Cocal de Telha/PI e Campo Maior/PI, respectivamente. 

Na primeira ocorrência, por volta das 11h30, a equipe de serviço da PRF avistou uma motocicleta HONDA/NXR Bros ES de cor preta, que não portava placa de identificação, estacionada no Km 227 da Br 343; após fiscalização minunciosa foi então constatado, através de outros sinais identificadores, que o referido veículo era registrado com a placa OUA5758/PI, e possuía ocorrência de roubo na cidade de Teresina/PI, no ano de 2013 (proprietário tinha adquirido a motocicleta há apenas 15 dias); a equipe PRF, após algumas diligências no local, não localizou seu condutor. 

A segunda ocorrência se deu por volta das 16h30, no Km 238 da Br 343, ocasião em que a equipe PRF realizava ronda com fiscalização, e abordou uma motocicleta HONDA/CG 125 Fan ES de cor preta, que também estava sem sua placa de identificação, sendo conduzida pela sra. F. M. dos R.; constatou-se então, após verificação de seus sinais identificadores, que tratava-se de veículo também roubado na cidade de Teresina/PI, no ano de 2014, cuja placa é OEE4793/PI; a condutora informou que comprou a motocicleta na cidade de Capitão de Campos/PI, pelo valor de R$ 3.000,00, e que não recebeu a documentação da mesma por parte de vendedor desconhecido, sem saber do fato criminoso relacionado ao veículo, no entanto tal alegação não a exime de responder pelo crime de “Receptação”, previsto no Código Penal Brasileiro. 

Ambas as ocorrências, juntamente com os veículos recuperados, foram encaminhadas à Polícia Civil de Campo Maior/PI, para as providências devidas de polícia judiciária, inclusive a de restituição dos veículos aos seus respectivos proprietários. 

A PRF mais uma vez orienta a população a não adquirir motocicletas sem a comprovação de sua origem lícita, devendo sempre o comprador procurar os órgãos policiais/de trânsito para constatação da regularidade do veículo.