Logotipo R10
Bandidos acabam de assaltar agência dos Correios de Capitão de Campos

A agência dos Correios da cidade de Capitão de Campos foi assaltada na tarde desta quinta-feira (29), por volta das 14h30min, por dois homens que fizeram um verdadeiro arrastão dentro da agência levando tudo que puderam inclusive certa quantia em dinheiro, valor não informado pela agência.

Ao saírem da agência, os elementos levaram cinco celulares e fugiram na moto do segurança da agência. Os bandidos empreenderam fuga pela avenida principal da cidade no sentido a Cocal de Telha e passando bem a frente a delegacia que como as demais em todo o interior do estado não possuem guarnição suficiente para dar segurança a população. 

Policiais da Força Tática de Piripiri juntamente com policiais da PRF foram acionados com o objetivo de localizar e prender os bandidos.


VÍDEO: Populares resgatam vítima de acidente em Piripiri


Bandidos ostentam armas nas redes sociais e polícia busca suspeitos

O Jornal Cidade Verde desta segunda-feira (26) exibiu uma série de imagens de jovens empunhando armas nas redes sociais, alguns com ameaças a policiais. As fotos começaram a ser catalogadas pela polícia para que os suspeitos sejam localizados. 

O comandante do Batalhão Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), coronel Raimundo Sousa, afirmou que o levantamento vai apontar quem são e por quais crimes os suspeitos já respondem, caso tenham ficha criminal. 

"Todos esses jovens que postam essas fotos com supostas ameaças a policiais, todos eles já foram encontrados por fiscalização da Polícia Militar ou Polícia Civil", disse o comandante. 

O coronel acrescentou que existem postagens de forma jocosa e em desafio ao poder público. "Eles ostentam dinheiro, armas, para dizer que estão fazendo assaltos. Mas não tenha dúvida que eles vão ser achados pela polícia". 

Na visão do comandante, só as fotos "por si só já configuram algum ilícito penal" e o caso merece atenção do Ministério Público. 

Cidadeverde.com

Homem é preso após ameaçar menor de 14 anos com arma de fogo, em Piripiri

Uma guarnição da Polícia Militar do 12º Batalhão, através do Ronda Cidadão prendeu na tarde de ontem (26), um homem, identificado por Elivaldo Marques da Costa, morador na Rua Professora Raimunda Mendes, do Bairro Germano, acusado de ameaçar um adolescente de 14 anos com uma espingarda.

Durante abordagem os policiais encontraram uma arma de fogo, que estava debaixo do sofá, dentro da residência do acusado. Elivaldo foi conduzido para 4ª Delegacia Regional da polícia civil, onde ficará a disposição da justiça.

Parnaíba: Homem é encontrado desacordado após sofrer acidente na BR 343

O motociclista Sebastião Matos Alves, de 39 anos, ficou ferido no final da tarde deste sábado (24/01) após invadir o canteiro central na Avenida do Contorno, que interliga as BRs 402 e 343, em Parnaíba. Segundo informações de populares, ele colidiu na mureta de proteção da via e acabou sendo arremessado por 15 metros.

O motociclista conduzia uma Honda CG Fan 125cc de cor vermelha, modelo de 2012, com placas de Parnaíba-PI, e seguia em direção a BR-343. Após o acidente, Sebastião apresentava um edema no olho esquerdo, algumas escoriações pelo corpo e um corte profundo no pé.

“Eu passei e o vi caído. Fiz o retorno e liguei para a polícia. No momento, ele não se mexia, mas logo vi que a respiração dele estava normal”, disse Oderman Bittencourt, motorista que passou pelo local poucos minutos depois do acidente. Uma guarnição da Polícia Militar esteve no local colhendo informações a respeito do ocorrido.

Uma unidade básica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e esteve no local realizando os primeiros atendimento à vítima, que foi encaminhada para o Pronto Socorro do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA). 

Fonte: Portal Costa Norte

Motociclista fica gravemente ferido após colisão frontal com carro em Piripiri

Um motociclista identificado por Clenildo José Farias, 29 anos, morador do Bairro Vista Alegre, colidiu frontalmente com um veículo, modelo Fusca, conduzido por um homem identificado como Pimentel, na tarde deste domingo, 25/01, na Rua Enoque Monte, próximo ao Instituto Federal de Piripiri (IFPI).

O motorista de um caminhão que seguia atrás do veículo Fusca, conduzido por Pimentel, relatou para nossa equipe de reportagem que o motoqueiro, que seguia no sentido contrário, tentou ultrapassar um carro que vinha em sua frente e invadiu a pista contrária, colidindo frontalmente com o Fusca.

O impacto foi tão forte que a vítima teve várias escoriações pelo corpo além de fratura exposta na perna esquerda. O homem foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), que fez os primeiros socorros da vítima ainda no local do acidente, em seguida conduziu o mesmo para o Pronto Socorro de Piripiri do H. R. Chagas Rodrigues.

Policiais do Ronda Cidadão estiveram no local organizando o trânsito no local e fazendo os primeiros levantamentos.


PRF de Piripiri prende homem e recupera moto roubada

Agentes da Polícia Rodoviária Federal de Piripiri recuperaram na manhã deste sábado (24), durante uma abordagem, na BR-343, nas proximidades do Bairro Paciência, uma motocicleta com registro de roubo, sendo conduzido por um homem identificado apenas por Francisco.

O condutor da moto relatou a polícia que comprou o veículo de um homem que mora em Piripiri. O acusado foi conduzido pelos policiais da PRF para a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Piripiri, onde ficará à disposição da justiça.

O condutor e a motocicleta foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Piripiri, Onde foram tomadas as providências legais cabíveis.

Fotos: Rafael (PH).

PM invade festa do tráfico e prende 8 pessoas na zona Norte de Teresina

A Polícia Militar invadiu e acabou com uma festa organizada por traficantes de drogas da zona Norte de Teresina na noite de quarta-feira (21). A operação foi realizada na Quadra F da Vila Santo Afonso, localizada no bairro Matadouro, e resultou na prisão de oito pessoas e na apreensão de entorpecentes, armas e dinheiro.

Na operação, policiais do 1º BPM e do 9º BPM prenderam sete homens e uma mulher - todos foram encaminhados à Central de Flagrantes. Além disso, foram apreendidas uma pistola .40 (de uso restrito da Polícia Militar) e uma pistola .45 (de uso restrito das Forças Armadas).

Na festa que contava com a participação de pelo menos 50 pessoas, entre elas crianças, os policiais militares também apreenderam 1,5kg de maconha, 1kg de cocaína e 1kg de crack, além de R$ 1.000 em dinheiro.

Em entrevista no Notícia da Manhã, o comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar informou que a operação estava planejada para esta quinta-feira (22), mas teve que ser antecipada. "Estávamos planejando para hoje, mas fomos informados que a festa aconteceria ontem à noite. Toda vez que a droga chega, há solta de fogos informando que ela chegou", disse o tenente coronel Vicente Carlos.

A Polícia Militar acredita que a boca de fumo estourada na Vila Santo Afonso sirva como ponto de apoio para quadrilhas do Maranhão. "Existem informações que estão tentando montar uma célula do Primeiro Comando do Maranhão. A Vila é um ponto de apoio das quadrilhas de lá", acrescentou Vicente Carlos.

cidadeverde.com

Artigo - Câmera na viatura: uma arma contra os maus policiais

Câmeras instaladas dentro de uma viatura registraram, na noite de 2 de agosto de 2014, a perseguição que resultou na morte da estudante Haíssa Vargas Motta, de 22 anos, em Nilópolis, na Baixada Fluminense. O vídeo da desastrada ação policial foi trazido à tona no último sábado pelo site de VEJA – e o caso ganhou força. Os PMs envolvidos na ação foram presos nesta quinta-feira, um dia após a Justiça aceitar a denúncia do Ministério Público contra os agentes por homicídio duplamente qualificado (por motivo fútil e não oferecer defesa à vítima). Embora recente no Brasil, se comparado a países como os Estados Unidos, a tecnologia que permite monitorar viaturas por meio de áudio e vídeo já contribui para separar o joio do trigo na polícia. E evitar que agentes ocultem as evidências de ações criminosas.


O Ceará foi o primeiro Estado brasileiro a aderir ao sistema, em 2010. De lá para cá, pelo menos treze policiais foram expulsos da corporação por "atitudes incompatíveis com a profissão": três foram flagrados dormindo em horário de serviço, outros três dando carona a mulheres e tendo relações sexuais com elas nas viaturas, e seis disputando racha entre si. O caso mais grave ocorreu em 19 de junho de 2012, quando o policial Antônio Danildo Dantas da Silva, que estava de folga e embriagado, bateu em outro carro. Numa tentativa frustrada de se abandonar o local do acidente, ele disparou dois tiros contra o PM Francisco Harlan Maciel, que se esforçava para arrancar a arma da sua mão e forçá-lo a sair do veículo. A cena foi gravada pela câmera externa da viatura (veja o vídeo abaixo) e usada como prova para expulsar Dantas da instituição. Nos Estados Unidos, onde o sistema passou a operar dez anos antes, as autoridades já equipam os soldados com câmeras nos coletes.

Embora pioneiro no país, o Ceará contabiliza apenas 202 viaturas com o equipamento. No Rio de Janeiro, onde o sistema opera desde o fim de 2012 e está presente em 1.300 carros policiais, as câmeras já contribuíram para elucidar pelo menos dois casos importantes, além do da universitária Haíssa. Em julho de 2014, os policiais Fábio Magalhães e Vinicius Lima foram presos acusados de balearem dois adolescentes no Morro do Sumaré — um deles morreu. As câmeras nas viaturas registraram o roteiro de horror pelo qual passaram os adolescentes levados para a execução e o diálogo frio entre os dois PMs após terem cometido os crimes: “Menos dois. Se a gente fizer isso toda semana dá pra ir diminuindo. A gente bate meta”. Os áudios e as imagens foram revelados pelo Fantástico, da TV Globo.

As gravações também foram usadas como peça-chave na Operação Ave de Rapina, que prendeu dezesseis policiais militares do 17º Batalhão, na Ilha do Governador,  entre eles o comandante da unidade, Dayser Corpas Maciel. Eles foram acusados de envolvimento com o tráfico de drogas. As gravações mostram os policiais prendendo traficantes e apreendendo fuzis, que não foram levadas para delegacia, no dia 16 de março de 2014. Comparando as imagens com o que o foi reportado à central naquele dia, os investigadores concluíram que os criminosos foram soltos mediante pagamento de propina e as armas, negociadas com os traficantes.

Além do Rio de Janeiro e Ceará, outros quatro Estados — Bahia, Roraima, Santa Catarina e Amazonas — dispõem do sistema em suas frotas policias. Formado por ao menos duas câmeras, uma externa e outra interna, conhecidas pela sigla em inglês DVR (Digital Video Register) veicular, o equipamento transmite as imagens em tempo real, em áreas com cobertura 3G, para as centrais da corporação. No retorno da viatura ao quartel, por meio de um sensor instalado na entrada das garagens, os dados são automaticamente enviados para os servidores do batalhão, onde ficam armazenados por até sessenta dias. No caso do Rio de Janeiro, a tecnologia custou aos cofres do governo estadual 18,2 milhões de reais. Na iniciativa privada, o aparelho custa de 10.000 a 30.000 reais e costuma ser usado em caminhões e ônibus de transporte de carga e passageiros.

As imagens produzidas pelo DVR não são utilizadas apenas como provas para punir maus policiais, mas também para comprovar a inocência dos acusados injustamente em caso de legítima defesa. O promotor Décio Alonso, da 3ª promotoria da Auditoria da Justiça Militar Estadual, classifica a tecnologia como um passo importante para dar mais transparência à atuação da polícia e solucionar crimes. “O policial bem intencionado não tem o que temer. A tecnologia serve para punir o bandido e para salvar o policial que atua de forma correta. Só teme a filmagem aquela pessoa que sabe que está fazendo algo errado ou não está preparada para o exercício da função”, afirmou o promotor. O equipamento esbarra, contudo, em uma questão: a análise de toda a informação produzida. “O problema é que, como não existe um acompanhamento em tempo real ou uma revisão do que aconteceu ao longo do dia, a prova só surge quando há uma provocação específica”, explica Alonso. No caso de Haíssa, por exemplo, as gravações só foram solicitadas porque a estudante morreu. “Quantas situações ilícitas nós deixamos passar porque não existe uma revisão de todo o material?”, questiona o promotor.

O especialista em segurança pública Julio Jacobo Waiselfisz, coordenador do Mapa da Violência, acredita que apenas o monitoramento não é suficiente: é preciso investir na formação dos policiais, de modo a evitar abusos. "A câmera só pega quando os atos já aconteceram. Temos que chegar a um ponto em que a câmera seja totalmente desnecessária", avalia. As câmeras são protegidas por caixas metálicas e posicionadas de modo que os policiais não percebam sua presença. Dois PMs presos pelo estupro de uma mulher em Manaus em junho do ano passado tentaram obstruir o equipamento com uma boina enquanto agrediam a vítima, mas acabaram denunciados também por "obstruir propositalmente a câmera interna da viatura". 

veja.abril.com.br

PRF recupera carretas e carga de cimento roubados em Piripiri

Na noite desta segunda-feira (19/01), Policiais Rodoviários Federais foram acionados sobre o assalto a duas carretas, de placas AKC-8960 e AKC-8961, carregadas com cimento, na região de Piripiri/PI.

O motorista, F. J. C. De L., informou que tinha sido vítima de uma armação envolvendo uma mulher a que tinha dado carona, que o ameaçou e depois contou com a ajuda de dois indivíduos não identificados, para a consumação do delito. A vítima, ao conseguir fugir do local, acionou a PRF, que iniciou buscas e conseguiu localizar as duas carretas em um posto de combustível na cidade de Campo Maior/PI. Provavelmente, os criminosos estavam aguardando o melhor momento para buscar as carretas e a carga.

A PRF adverte para os riscos de se dar carona a estranhos nas BR´s, uma vez que há o risco de ocorrerem crimes como o desse caso.

Polícia Rodoviária Federal recupera veículo roubado em Piripiri

Na madrugada de hoje (20/01), no Km 189 da BR 343, em Piripiri, Policiais Rodoviários Federais recuperaram o veículo Honda/City de placas JJV-8970, que transitava com sinais identificadores adulterados.

Após averiguações minuciosas, verificou-se que a placa utilizada, EVM-9990, correspondia a um outro veículo com as mesmas características do veículo roubado.

No momento da abordagem, o carro era conduzido por L. de O. R, 30 anos, que não possuía habilitação. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia local para providências.

Ronda cidadão recupera saco com vários celulares, no Bairro Recreio

Uma guarnição da polícia militar de Piripiri, através do Ronda Cidadão, conseguiu recuperar, na manhã de ontem (18), após uma denuncia anônima, cerca de 12 celulares, um tablet e vários carregadores que estavam dentro de um saco.                                 

Os objetos foram encontrados por populares em um quintal, de uma casa abandonada, próximo ao olho d'água do Bairro Recreio. Os objetos, que provavelmente são produtos de furto ou roubo, foram encaminhados para delegacia civil, onde ficará a disposição das possíveis vítimas.

Homem é esfaqueado no Bairro Prado, em Piripiri

Um homem foi esfaqueado no bairro Prado, em Piripiri. A agressão ocorreu em um bar próximo da BR 343. O fato ocorreu por volta das 18h20min deste domingo (18).

Idelvane Mourão Leitão, 36 anos, morador do Conjunto Espedito Resende, foi sofreu vários golpes de facão. Ele estava em um bar quando foi agredido por três indivíduos. "Eram três caras que me fecharam", dizia a vítima no momento do atendimento do SAMU 190.

Após a agressão, Idelvane, de moto e ensanguentado, ainda chegou até a Rua João de Freitas (por trás da rua do bar), onde pediu ajuda. O SAMU realizou o atendimento pré-hospitalar e encaminhou e vítima ao Pronto-Socorro Chagas Rodrigues. 

Fonte: Piripirireporter.com

PRF recolhe 33 motos ilegais e aplica 250 multas na região de Piripiri

Entre os dias 14 e 18 deste mês, a Polícia Rodoviária Federal executou a operação Motociclista Legal na região de Piripiri, interior do Piauí.

A ação fez parte da Operação Rodovida, a qual tem por objetivo reduzir o número de acidentes em rodovias federais e, nesta ação específica, aqueles envolvendo motociclistas. A estratégia implementou o recrudescimento da fiscalização do excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas, uso do cinto de segurança e, sobretudo, das motocicletas.

Nesse período a delegacia da PRF em Piripiri contou com o apoio de 2 (dois) motociclistas-policiais, que juntos percorreram aproximadamente 1.000 Km a bordo das motos de patrulha da PRF, em atividade intensa de policiamento e fiscalização, principalmente em Piracuruca, Pedro II, Capitão de Campos e Piripiri.

Ao todo, foram fiscalizados 433 veículos e pessoas, realizados 35 testes de etilômetro, retidas 33 motocicletas e lavrados 248 autos de infração, além de recuperar 01 (uma) motocicleta com ocorrência de roubo e flagrar mais 2 (dois) condutores dirigindo sob efeito de álcool.

Esta operação é parte de um conjunto de medidas implementadas pela PRF visando aumentar a presença policial e consequente levar percepção de segurança aos usuários das rodovias federais em todo o Piauí.

Motocicletas foram recuperadas e um dos condutores foi enquadrado por receptação e posse de veículo com ocorrência de roubo/ furto.

A ocorrência se deu no comando realizado pela PRF na BR 343 no Km 141, quando foi abordada a motocicleta Honda/CG 125 de cor azul e de placas HVF-5961 de chassi 9C2JC250TTR011344 conduzida por J. M. C., 33 anos residente em Piripiri – PI. Ele conduzia o veículo sem capacete e sem a placa de identificação. Ao ser realizado o teste do bafômetro, o mesmo acusou a marca de 1,15 dg/l de ar alveolar. Em pesquisa posterior, realizada na Rede Serpro, constatou-se que o veículo era produto de roubo/ furto. O condutor foi, então, autuado por crime de trânsito (dirigir sob efeito de álcool) e também roubo/furto de veículo.

Acidente deixa um morto e três feridos na BR-343, entre Campo Maior e Cocal

Uma batida frontal no km-224 da BR-343, entre um Fiat e uma caminhonete Mitsubishi Triton, que estava a serviço da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc), órgão do governo do estado do Piauí deixou uma pessoa morta e três feridas. O acidente aconteceu por volta das 18:30hs, a cerca de 10km da cidade de Cocal de Telha, sentido a Campo Maior.

Segundo o Policial Rodoviária Federal Ronaldo, ouvido pelo Campo Maior Em Foco, a vítima fatal é Osmar Ribeiro de Carvalho, de 62 anos, natural de Alto Longá-PI, que dirigia o fiat e seguia no sentido Teresina, litoral. Ele viajava sozinho no Fiat. No carro da SASC, que fazia percurso inverso, três pessoas se feriram, entre elas uma criança que sacou do carro e sofreu traumatismo craniano.

O Corpo de Bombeiro foi acionado e retirou o corpo da vítima fatal das ferragens do veículo. O SAMU também para socorrer as outras vítimas. Um dos carros, a caminhonete, também já foi retirado do local.

Segundo Ronaldo, o IML também foi acionado, mas até as 21:05hs não havia chegado ao local e na central em Teresina alegaram falta de combustível nas viaturas.

A PFR também ligou para o Hospital Regional de Campo Maior, que poderia fazer a remoção do corpo ao necrotério, mas uma pessoa que atendeu a chamada teria desligou na cara do policial. O corpo ainda se encontra no local.

Fotos: Marcelo Barros (Camopomaioremfoco)

Homicida foragido de Piripiri é preso em Campo Maior após roubar motocicleta

Um homem identificado como Weferson Rodrigues da Silva, 29 anos, que é homicida e foragido da polícia do município de Piripiri, foi preso no final da tarde do último sábado (17) após roubar uma motocicleta modelo Honda Bros de uma mulher no município de Campo Maior, 81 km de Teresina.

De acordo com a polícia, o acusado juntamente com outro comparsa teria roubado a motocicleta no bairro Flores, e ao passarem pelos policiais foram abordados e ficou constatando que se tratava de uma moto roubada.

Segundo ainda a polícia, os dois acabaram confessando que após roubar a motocicleta pretendiam fugir para Piripiri. Os dois encontram-se presos na delegacia regional da cidade.

*Com informações do portal Campo Maior em Foco

Fonte:GP1


Homem sobe em torre de celular, ameaça pular e desiste, em Piripiri

Paulo Andrade conversou e conseguiu convencer o homem a descer da torre

18 de janeiro de 2015 12:44h Categoria: Polícia Comentários ()
Homem sobe em torre de celular, ameaça pular e desiste, em Piripiri

Na noite deste sábado (17), um homem identificado por Alencar subiu na torre de transmissão de uma operadora de celular, localizado no Morro da Saudade, próximo ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, onde permaneceu por vários minutos ameaçando pular do local. A torre tem aproximadamente 60 metros.

Uma equipe do corpo de bombeiros, da cidade de Parnaíba, chegou a ser acionada, porém, retornaram pois foi comunicado que o homem já tinha descido da torre.

O repórter do site Reporter10.com, Paulo Andrade, passou cerca de 20 minutos conversando com Alencar, conseguindo convencer o mesmo a desistir da tentativa do suicídio e a deixar a antena. Vários curiosos acompanharam a ação e comemoraram com aplausos a desistência do cidadão.

O mesmo foi levado para o Pronto Socorro de Piripiri, onde foi medicado e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. O homem não quis falar o que levou ele a tentar contra sua própria vida. A Polícia Militar, através do Ronda Cidadão esteve no local isolando a área. 

Fotos: Paulo Andrade, o repórter investigativo.


PRF fiscaliza motos nas cidades de Piripiri, Capitão de Campos e Cocal de Telha

A Polícia Rodoviária Federal realizou na manhã de ontem (15), blitz na cidades de Piripiri, Capitão de Campos e Cocal de Telha e região. O objetivo é de fiscalizar motos com documentação irregulares, excesso de velocidade, motociclistas sem uso do capacete, sem habilitação. E as blitz vão continuar. 

Por: Jor Ferreira.



Vídeo: Seguranças do grupo Guardiões da noite contam detalhes de assalto


EXCLUSIVO: Idosa de 72 anos é agredida com pedrada na cabeça, em Piripiri

Uma idosa, de 72 anos, identificada como Maria do Socorro Mendes Teles, foi agredida com uma pedrada na cabeça, por uma mulher de nome Elisângela, na tarde desta quinta-feira (15), em um bar, no local conhecido como espinhaço da cabra. Segundo informações da idosa, ela não sabe explicar o que aconteceu. " Eu não sei o que levou Ângela, a me agredir com essa pedrada",disse a idosa. 

Policiais militares foram acionados e fizeram os primeiros levantamentos para identificar e prender a agressora. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e conduziu a vítima ao Pronto Socorro.


Com informações e fotos: Paulo Andrade, o reporter investigativo.

Acesse nossa página no Facebook e curta nosso site.