Logotipo R10
Em apenas 11 meses, prefeito de Boa Hora tem seu trabalho reconhecido pelo povo

Apesar de ter que sobreviver quase que exclusivamente,  com os recursos  do Fundo de Participação dos Municípios FPM, o prefeito de Boa Hora, Francieudo Conuto, tem mostrado que a aplicação correta dos recursos é a saída para os pequenos municípios. 

"Assumimos o município mergulhado em dividas com o INSS, Eletrobrás, com fornecedores, com servidores e já colocamos tudo em dia", explica Franciedo.  "Os ônibus escolares sucateados, saúde básica inexistente, dentre outros problemas", lamenta o prefeito. Essa foi à situação que o prefeito Francieudo Canuto encontrou o município de Boa Hora ao assumir a prefeitura no início do ano. 

Nesses 11 primeiros meses o prefeito recuperou os ônibus escolares, conseguiu uma ambulância nova junto ao governo do estado, recuperou as maquinas retroescavadeira, niveladora, caçamba e do carro do lixo, recuperou todas as escolas do município, terminou a construção do prédio do CRAS, (aguardando apenas a liberação da Caixa Econômica), recuperou e climatizou as  unidades de saúde de  Lagoa Seca, Mato Seco II e a  do centro da cidade, recuperou as estradas das localidades Capão do Vaqueiro, Caraíbas, Faveira e volta do Rio, em parceira com a SASC trouxe o caminhão digital com curso profissionalizante de computação beneficiando 240 alunos, colocou uma Caixa d'água de 10 mil litros com a base de cimento na comunidade Buriti de Dentro, pagou a contra partida do seguro safra que há mais de três anos estava em atraso, além de está pagando os salários dos servidores concursados em dia. 

O dinamismo do prefeito tem encontrado respaldo junto à população que reconhece sua gestão como eficiente e transparente. Nesse fim de ano a prefeitura pretende fazer uma prestação de contas pública para com os munícipes.