Logotipo R10
Secretário participa de sessão na Câmara e esclarece sobre Saúde Municipal

Na noite de ontem, 07, o secretário municipal de saúde, Dr. Antônio Carlos, esteve em sessão ordinária na Câmara Municipal de Piripiri para dar esclarecimentos e prestar contas com os vereadores de Piripiri.

Segundo Antônio Carlos, foram abordados todos os temas relacionados a pasta e absolutamente todos os itens foram respondidos com clareza. 

"Falamos sobre gastos, receitas e pagamentos. Trouxemos informações importantes para os vereadores com relação ao acréscimo de despesas na secretaria e o não acompanhamento correspondente das receitas. Mostramos a dificuldade financeira da nossa secretaria porque basicamente recebemos recursos federais e estes recursos estagnaram e as despesas cresceram. O que gera uma dificuldade não só para Piripiri, mas para todos os municípios brasileiros"

INSALUBRIDADE


"Talvez um dos temas mais discutidos aqui foi isso. Acredito que os vereadores e servidores que estiveram aqui presentes também entenderam. Sobre a insalubridade a divergência é apenas no cálculo e nós estamos cumprindo o que a lei fala, onde no artigo 58 da lei 512, estabelece que o profissional receberá um adicional de insalubridade em cima do seu vencimento base do cargo, então é basicamente isso que fizemos e explicamos nesta casa. Nós temos no município de Piripiri legislações que tratam da insalubridade, como a lei 512 (estatuto do servidor) e também o decreto 914/2011, que trata especificamente do tema. E é isso que temos seguido. A secretaria é transparente e está cumprindo o máximo as normas, a lei orgânica e as leis do município."

PARCELAMENTO

"No dia 19 de setembro de 2016 o ex-prefeito parcelou o pagamento do servidor retroativo referente ao ano de 2015 inteiro e praticamente todo o ano de 2016 até o mês de agosto. E trouxemos este assunto para esta casa porque é de conhecimento de todos e isso tem colocado a secretaria em dificuldade. Estamos pagando retroativo do plano de cargos e salários em um valor de 45 mil reais por mês a mais na folha de pagamento, além de estarmos pagando todos os enquadramentos referente ao PCS do servidor, então isso tem dado uma grande sobrecarga de despesa na secretaria, mas que mesmo assim este não será motivo para atrasar pagamentos dos servidores", garante Antônio Carlos.

PRESTAÇÃO DE CONTAS DA GESTÃO

Quinze dias atrás o secretário da SEDESP, Roberto Carlos, também esteve presente no espaço legislativo e amanhã, 09, será a vez de representantes da SETAS irem a tribuna. A Prefeitura de Piripiri tem agido de forma transparente e buscando sempre o diálogo para resolver problemas e tirar qualquer dúvida seja do cidadão ou de nossos representantes no legislativo.