Estudo conclui que dormir com a luz acesa ou TV ligada aumenta o ganho de peso e obesidade

Compartilhe

Muitas vezes para pegar no sono, alguns tem a necessidade de deixar uma luz acesa ou geralmente recorrer a televisão.

Apesar de parecer inofensivo, esse hábito pode ser muito grave para a saúde. Estudo recente realizado pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, concluiu que dormir com algum tipo de luz acesa ou com a TV do quarto ligada pode favorecer a obesidade em mulheres. 

Hábitos do Sono

Foram coletados entre 2003 a 2009, dados de 43.722 mulheres com a idade entre 35 e 74 anos. A pesquisa analisou os hábitos de sono, IMC e se as mulheres que participavam dormiam ou não com alguma fonte de luz acesa.

As participantes da pesquisa foram divididas por categorias:

  • Alta exposição(mais de uma fonte de luz dentro/ou fora do quarto)
  • Baixa exposição (uso de máscaras ou sem nenhum tipo de luz durante o sono)

Resultados

Os resultados foram impressionantes! As mulheres que dormiam com fontes de luz ligadas, como TV e Lâmpadas, aumentaram 22% o risco de ganho de peso e em 33% a probabilidade de vir a ter obesidade. O estudo também constatou que as pessoas que mantêm esse hábito podem ganhar, em média cinco quilos em cinco anos.

“Houve um risco de 17% de ganhar esses quilos, mesmo depois do ajuste dos fatores de risco”, explicou uma das autoras da pesquisa, Dale Sandler, para a CNN.

Mas porque dormir com luz acesa faz mal?

Chandra Jackson, coautora do estudo explica que geneticamente o ser humano é adaptado a um ambiente natural que tem luz solar durante o dia e durante a noite à escuridão. “A exposição à luz artificial à noite pode alterar os hormônios e outros processos biológicos de maneiras que aumentam o risco de condições de saúde como obesidade”, indicou.

Evidente que essa pesquisa é uma das pioneira a associar a exposição à luz artificial durante a noite com o aumento de peso. Porém os próprios pesquisadores admitiram que houve limitações para se determinar a relação causal, porque não ficou determinado se a luz produz este efeito ou apenas existe uma suposição que esteja ligado ao relógio biológico.

Outro detalhe é que a investigação se baseou em autorrelatos e não houve explicação para o motivo que levaram as mulheres participantes a manterem a luz acesa durante o sono.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Fonte: Site Minha Vida

Please follow and like us:
error

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui