Piauí: 52% dos desempregados procura trabalho há menos de 1 mês

Compartilhe

Mais da metade dos desempregados no Piauí está há menos de 30 dias procurando emprego. O dado foi divulgado na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e se refere ao segundo trimestre deste ano (de abril a junho).

O resultado apresentado na pesquisa foi detalhado da seguinte forma:

Das 186 mil pessoas desempregadas no Piauí:
– 98 mil procuram trabalho há menos de um mês (52,50% da população)
– 75 mil procuram trabalho há mais de um 1 mês, mas menos de um ano (40,30%)
– 6 mil procuram trabalho de 1 ano a menos de 2 anos (3,3%)
– 7 mil procura trabalho há mais de 2 anos (3,90%)

No Piauí, a situação está mais favorável que a média nacional e indica que no Estado, o tempo de espera por uma nova vaga de emprego é menor.

Um contingente de 3,34 milhões de desempregados no país procura trabalho há pelo menos dois anos. Isso equivale a 26,2% (ou cerca de uma em cada quatro) pessoas no total de desocupados no Brasil. O maior percentual da população brasileira (45,60%) procura emprego entre 1 mês e 1 ano.

Taxa de desemprego
A taxa de desemprego subiu de 12,7% para 12,8% no Piauí, no trimestre de abril a junho, quando comparado ao trimestre anterior (de janeiro a março).
A variação de 0,1, por ser muito baixa, é considerada estável pela pesquisa. Mas, em números, de um trimestre para o outro, 2 mil piauienses perderam o emprego.

Por outro lado, essa taxa caiu 0,6 ponto percentual, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Isso significa que o número de desempregados caiu de 190 mil para 186 mil. Ou seja, 4 mil pessoas voltaram a trabalhar.

Fonte: Cidade Verde.

Please follow and like us:
error

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui