Piauí não registra casos de peste suína clássica e mantém proibição com Ceará

Compartilhe

Não há registros de casos de peste suína clássica no Piauí até o momento. A informação foi confirmada pelo gerente de defesa sanitária animal da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), José Idílio, neste quarta-feira (07). Ao Cidadeverde.com,  José Idílio declarou que a situação no Piauí está sob controle e a proibição da entrada de suíno pelo Ceará permanece por tempo indeterminado. Isso porque  o estado vizinho apresentou focos da doença.

“Não temos nenhum foco da doença no Piauí; está sob controle. Não há informações de ocorrências, mas estamos intensificando a fiscalização e o trânsito irregular de suíno e os produtos oriundos dele”, disse José Idílio.

A fiscalização acontece principalmente nos postos fiscais com divisa com o Ceará, e transporte irregular nessa região. “A proibição fica mantida até o Estado erradicar todos os focos detectados”, ressaltou José Idílio.

Geralmente, o suíno que entra no Piauí vem do Paraná, Santa Carina e Goiás.

A fiscalização e o controle no Piauí acontece de maneira continua e intenso para que o Estado conquiste o reconhecimento do Ministério da Agricultura e da Organização Mundial de Saúde Animal por estar livre da peste suína clássica.

José Idílio pede que qualquer aparente sintoma clínico da doença nos suínos seja comunicada a Adapi, sendo os principais sintomas são lesões hemorrágicas (manchas avermelhadas) na pele e extremidades (membros, orelhas, focinho e cauda), febre alta, constipação intestinal seguida de diarreia, vômito, sinais nervosos, conjuntivite,  problemas reprodutivos (aborto, natimorto e repetição de cio), falta de apetite e fraqueza.

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 


Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui