Piauiense atinge nota 1000 na redação do Enem 2018

Compartilhe

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), divulgou nesta sexta-feira (18), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, e mais uma vez o Piauí se destaca pelo bom desempenho de estudantes das escolas de tempo integral nas redações do exame.

O aluno do Colégio CEV em Teresina, João Victor Amorim, de 17 anos, conquistou a nota máxima na redação do Enem 2018. O jovem está entre os 55 candidatos que conquistaram 1000 pontos na redação em todo o país.

Com o tema “manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”, João conta que em sua redação utilizou pensamentos do sociólogo Michel Foucault, referências do autor Machado de Assis e abordou ainda a série Black Mirror, da Netflix.

João Victor já realizava o Enem desde o 9° ano como treineiro e seu objetivo é cursar Medicina. Além da rotina de estudos, o jovem também fazia curso de redação e praticava bastante em casa. “É um sonho tudo isso que está acontecendo e só tenho a agradecer”, disse João Victor.

Aluno da rede pública atinge 980 na redação do Enem no PI

Antonio Felipe Martins da Silva, de 18 anos, aluno do Centro Estadual em Tempo Integral (Ceti) Didácio Silva, localizado no bairro Dirceu Arcoverde, na zona Sudeste de Teresina, atingiu a nota de 980 pontos na redação e falou sobre sua rotina de estudos.

“Quando recebi o resultado foi um mix de emoções, fiquei bastante felicidade e com o sentimento de superação, porque é difícil viver longe dos pais para viver uma carreira de estudos, mas graças a Deus deu tudo certo. Além de estudar em escola de tempo integral, quando eu chegava em casa, descansava um pouco e caia nos estudos. O curso que pretendo fazer é Engenharia Civil”, declarou o jovem que saiu da sua terra natal, Castelo do Piauí, para estudar em Teresina e conquistar seu sonho de se tornar engenheiro.

Carlos Alberto, diretor da escola comemora o resultado e destaca que a pontuação é o trabalho de toda equipe de professores e da rede pública de ensino do Piauí. “Estou vivendo um dos momentos mais felizes da minha vida, nós estamos em um momento de progresso. Foi um ano todo trabalhando redações, finais de semana de revisões e para gente isso é quebrar tabus, nós que viemos da periferia e estamos quebrando protocolos e estamos mostrando que estamos no mesmo padrão de escolas particulares que cobram mensalidades absurdas e essa nota é o trabalho de toda uma equipe”, afirmou o diretor.

Fonte: Meio Norte.

Please follow and like us:
error

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui