Procurador pede providências após relatório detectar anomalias no Açude Anajás

Compartilhe

O procurador Antônio Cavalcante de Oliveira Júnior, do Ministério Público Federal, determinou a instauração de procedimento administrativo para acompanhar a tomada de providências em relação à barragem Anajás, localizada no município de Piripiri, região Norte do estado.

O reservatório passou por inspeção, quando foram detectadas anomalias que demandam a adoção de medidas.

Em portaria publicada no Diário Eletrônico do MPF, o procurador determina que o DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas) seja oficiado para, no prazo de dez dias, apresentar informações à respeito das medidas tomadas quanto às recomendações da equipe de fiscalização, diante do comportamento da barragem.

Fonte: 180 Graus

Please follow and like us:
error

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui