Secretaria de Saúde alerta para mais de 2.400 casos de sífilis registrados no Piauí

Compartilhe

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) realiza testagem grátis da sífilis, aconselhamento, aferição de pressão e glicemia, na manhã desta sexta-feira (18), na Praça João Luís Ferreira. A ação foi realizada através da Coordenação de Doenças Transmissíveis e faz parte da Campanha de Prevenção e Combate à Sífilis no Piauí. O momento contou com a parceria dos movimentos sociais e o auxílio de enfermeiros, psicólogos e demais profissionais de saúde.

Segundo a Coordenadora de Doenças Transmissíveis da Sesapi, Karina Amorim, o evento é importante porque é mais uma oportunidade para a população ter informações sobre a doença e fazer a testagem gratuitamente. “O dia D de combate à Sífilis é dia 19, mas durante todo o mês de outubro estamos estimulando os gestores de todos os municípios para se mobilizarem e realizarem ações de saúde para combater a doença. A sífilis está aumentando no Piauí. De 2018 para 2019, os números da doença dobraram. É muito preocupante”, diz ela.

Para a presidente da Associação das Prostitutas do Estado do Piauí, Makely Gomes, o evento é muito importante para a conscientização das pessoas sobre a gravidade da doença. “A intenção é detectar a doença para depois tratar. A sífilis está entre as principais doenças que acometem a população da capital piauiense. Precisamos mudar esse quadro”, afirma Makely.

Dados do sistema de informação do Estado apontam que nos últimos três anos os números de casos de sífilis têm crescido de maneira bastante chamativa e reforçam que se deve dar mais atenção e prioridade aos cuidados e prevenção da doença.

Segundo dados do boletim, em 2018 foram notificados 2456 casos de sífilis, sendo eles divididos em 871 casos de sífilis adquirida; 696 casos de sífilis congênita e 889 casos de sífilis em gestantes.

Fonte: Cidade Verde.

Please follow and like us:
error

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui