Top 10 mitos sobre o cérebro

Compartilhe

O cérebro humano é uma máquina perfeita e que ainda guarda muitos mistérios. O sistema nervoso humano é responsável pelas funções vitais, pela inteligência e pelas emoções do homem.

Apesar dos avanços das neurociência, ainda há muito para ser descoberto sobre o cérebro. Hoje, ainda convivemos com informações equivocadas sobre esse órgão tão importante, fato que leva ao surgimento de muitos mitos.

Agora, vamos derrubar os 10 principais mitos sobre o funcionamento do cérebro humano.

1 – Usar mais o lado esquerdo do cérebro desenvolve habilidades em matemática – Esse é um mito muito conhecido. Muitas pessoas associam o lado esquerdo do cérebro à área de exatas e o lado direito à criatividade. De acordo com especialistas, esse mito surgiu nos anos de 1800, mas estudos recentes mostraram que os dois hemisférios do cérebro trabalham igualmente com a lógica e com a criatividade.

2 – Quanto maior o cérebro, maior a inteligência – Esse mito também é muito difundido. Entretanto, o tamanho do cérebro não é indicador de inteligência. A massa encefálica de pessoas inteligentes é anatomicamente igual a de qualquer pessoa. Assim, o peso e o volume cerebral não apresentam variação significativa. Nas pessoas mais inteligentes, o que acontece é a presença de redes cognitivas mais eficientes, com maior velocidade de processamento e melhor estratégia intelectual.

3 – O cérebro é cinza – O cérebro humano não é cinza. O órgão só se torna cinza quando exposto a produtos químicos usados para a sua conservação, como o formaldeído. O cérebro humano vivo possui massa cinzenta, massa branca, áreas avermelhadas e uma região preta.

4 – Álcool mata as células do cérebro – As bebidas alcoólicas consumidas socialmente não têm a capacidade de matar as células do cérebro. O único tipo de álcool que pode matar as células é o álcool com 100% de pureza. O consumo excessivo de bebidas alcoólicas não mata as células, mas danifica as terminações nervosas, conhecidas como dendritos.

5 – Usamos apenas 10% do nosso cérebro – Esse mito teria surgido em 1998, graças a um anúncio de revista que dizia: “Você usa apenas 11% do seu potencial”. Depois disso, o mito ficou popular. Entretanto, exames de tomografia e ressonância magnética mostram que é possível verificar atividades mentais complexas em diversas áreas do cérebro.

6 – Mozart e jogos aumentam o QI – Pesquisas científicas já mostraram que pessoas que ouvem Mozart e jogam games não apresentam mais capacidade intelectual do que as pessoas que não têm esses hábitos. Assim, não existe respaldo científico para essas ideias.

7 – O cérebro regula a razão, e o coração regula a emoção – O cérebro é responsável por regular tanto a razão, quanto a emoção. O coração é apenas uma bomba muscular que leva o sangue oxigenado aos tecidos e ao cérebro, mas ele não possui capacidade cognitiva.

8 – Dor de cabeça tem relação com dor no cérebro – Esse mito também é bastante conhecido, mas é preciso dizer: o cérebro não dói! A cefaleia, ou dor de cabeça, é ocasionada pelo incômodo nos músculos, vasos sanguíneos e meninges. Os músculos em torno da cabeça e do pescoço também levar à dor.

9 – O cérebro ganha rugas quando a pessoa aprende algo – Durante a vida o cérebro não muda de tamanho, nem ganha rugas quando aprendemos alguma coisa nova. As rugas do órgão só aumentam com o avanço da idade.

10 – O cérebro humano é o maior de todos – Isso também é mentira. Vários animais têm cérebros grandes, bem maiores do que os dos seres humanos. Um elefante, por exemplo, tem um cérebro maior do que o do ser humano, mas possui uma relação cérebro-corpo ruim e desproporcional. O cérebro humano pesa, em média, 1,4 kg.

Fonte: Site de Curiosidades.
Please follow and like us:
error

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui