Você sabe quais são os efeitos da pimenta no seu organismo ?



Compartilhe

Você é daqueles que gosta de pimenta ou não consegue nem chegar perto de alimentos picantes? Independente da sua preferência, um vídeo produzido pelo pessoal do TED Ed explica exatamente quais são os efeitos que pimentas, mostardas e outros temperos “quentes” têm no nosso organismo.

Então, se algum dia você já se perguntou por que parece que sua língua está queimando quando você come pimenta, se tentou entender por que wasabi faz sair água dos olhos ou já imaginou qual seria o tempero mais picante de todos, você está no lugar certo.

  • A sensação picante vem de alguns compostos presentes nos alimentos que ativam os nociceptores polimodais presentes na língua, que são estimulados pelo calor;
  • São esses receptores sensoriais que mandam sinais para o cérebro, que por sua vez entende que sua língua está realmente queimando. É por isso que algumas pessoas começam a suar e sentem o coração acelerar;
  • Os alimentos picantes nos causam sensações diferentes. Isso acontece porque as pimentas possuem capsaicina e piperina, que são moléculas grandes e pesadas chamadas de alquilamidas e que costumam ficar na boca;
  • Já a mostarda e o wasabi são formados por moléculas menores chamadas de isocianatos que conseguem alcançar os seios nasais. É por isso que o wasabi queima o nariz e faz com que os olhos lacrimejem;
  • A escala de Scoville é usada para medir a ardência das pimentas. A partir dessa classificação, as pimentas mais fortes do mundo são a Trinidad Moruga Scorpion e a Carolina Reaper;
  • Não se sabe como ou porque a humanidade começou a consumir alimentos apimentados. Porém, arqueólogos encontraram mostarda – entre outros temperos – que datavam de 23 mil anos;
  • Também não se sabe ao certo qual era a função da pimenta em outras civilizações. Uma teoria defende que as pessoas adicionavam pimenta à comida para eliminar as bactérias. Nesse sentido, estudos mostram que os temperos se desenvolveram mais em regiões quentes do planeta, que são as mesmas onde os micróbios estão mais presentes;
  • E se você pensava que comer mais pimenta faria a ardência diminuir, está enganado. Estudos apontam que não é que a queimação diminui, mas sim a pessoa que se acostuma e parece gostar da sensação.

Fonte: Mega Curioso.

 

Please follow and like us:
error

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui